Papa Francisco pede a bispos, paróquias e monastérios de toda a Europa que acolham refugiados - Devoção e Fé - Blog Católico

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Papa Francisco pede a bispos, paróquias e monastérios de toda a Europa que acolham refugiados


Vaticano, 07 Set. 15 / 11:33 am (ACI/EWTN Noticias).- O Papa Francisco pediu no Ângelus deste domingo, 6, que todas as paróquias, comunidades religiosas, mosteiros e santuários da Europa, acolham famílias de refugiados que chegam nestes dias ao continente fugindo da perseguição religiosa e as guerras de seus países, entre eles Síria e Iraque. trata-se de uma das crises migratórias mais graves da história.

Nos últimos dias a imagem de Aylan, um menino sírio morto em uma praia da Turquia chamou a atenção sobre a quantidade de refugiados que estão deixando o Oriente Médio. Os países aonde se dirigiram muitos deles são a Alemanha, Áustria e Hungria, que assistem como cada dia chegam às suas fronteiras dezenas de milhares de refugiados, mas o resto de países membros da União Europeia estudam já medidas conjuntas para enfrentar este drama, uma das maiores tragédias humanitárias desde a II Guerra Mundial em termos de deslocados e refugiados.

Dos diferentes países serão distribuídos em acampamentos de acolhida. As dioceses também manifestaram seu desejo de acolher refugiados. A Arquidiocese de Viena (Áustria), por exemplo, promete acolher nas próximas semanas cerca de mil refugiados em suas instalações no centro da capital austríaca.

Logo depois de rezar o Ângelus, o Pontífice assegurou que “a Misericórdia de Deus vem reconhecida através de nossas obras, como nos testemunhou a beata Madre Teresa de Calcutá, ao recordar o aniversário de sua morte”.

Assim, “frente à tragédia de dezenas de milhares de refugiados que fogem da morte pela guerra e pela fome, e estão em busca de uma esperança de vida, o Evangelho nos chama a ser ‘próximos’ com os menores e abandonados. Dar-lhes uma esperança concreta”.

O Papa pediu além que não só lhes diga “’Ânimo, paciência’!” porque “a esperança é combativa com a tenacidade de quem avança a uma meta segura”.

“Portanto –acrescentou o Pontífice–, na proximidade do Jubileu da Misericórdia, dirijo uma petição às paróquias, às comunidades religiosas, aos mosteiros e aos santuários de toda a Europa para expressar a concreção do Evangelho e acolham uma família de refugiados”.

Trata-se de “um gesto concreto como preparação para o Ano Santo”. “Que cada paróquia, cada comunidade religiosa, cada monastério, cada santuário da Europa hospede uma família, começando por minha diocese de Roma”, apelou Francisco.

Por último, “dirijo a meus irmãos bispos da Europa, verdadeiros pastores, para que em suas dioceses sustentem esta minha solicitude, recordando que Misericórdia é o segundo nome do Amor: ‘Tudo aquilo que façam a um só destes irmãos meus mais pequenos estarão fazendo para comigo ’”.

“Também as duas paróquias do Vaticano acolherão nestes dias a duas famílias de refugiados”, anunciou ao concluir.

Fonte: ACI digital



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Irmãos e irmãs de fé. Paz e Bem!
Nosso único mestre e senhor é Jesus Cristo, nossa mãe no céu a Santíssima Virgem Maria, por isso, comentários desrespeitosos e orações que não condizem com a Igreja Católica Apostólica Romana não serão publicadas.

Que Deus vos abençoe, que Nosso Senhor Jesus Cristo lhes conceda a graça da cura, da resolução dos problemas, a paz e tudo que seu coração aflito suplicar. Tenha Fé e persevere na Oração, pois o Tempo de Deus é diferente do nosso. Deixe o amor de Nosso Senhor tocar sua vida.
Que Nossa Santíssima Mãe vos cubra com o manto de amor e proteção. Amém.

Adriana dos Anjos - Devoção e Fé Blog

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Para ajudar, tenho colocado as orações do programa de rádio Momento de Fé, porém muitos estão se confundindo e achando que meu blog é do Padre Marcelo Rossi. Irmãs(os), este blog não é do Padre Marcelo Rossi, para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele : 1) Padre Marcelo Rossi 2) Facebook Padre Marcelo Rossi

Obrigada - Adriana/Devoção e Fé