JMJ Rio 2013-Discurso do Papa Francisco no Angelus (26/julho/2013) - Devoção e Fé - Blog Católico

sábado, 27 de julho de 2013

JMJ Rio 2013-Discurso do Papa Francisco no Angelus (26/julho/2013)

Papa Francisco-26/julho/2013
 
Missa na Capela de Sumaré

O Papa Francisco iniciou a manhã desta sexta-feira, 5º dia da Jornada Mundial da Juventude, celebrando a missa na capela da residência arquiepiscopal de Sumaré, no Rio de Janeiro. Dia em que a Igreja celebra a memória dos pais da Virgem Maria, Joaquim e Ana, e em vários países do mundo o dia dos avós. Celebraram com o Santo Padre alguns jesuítas presentes no Rio de Janeiro, cidade que hospeda a Jornada Mundial da Juventude.

Palavras dos Papa:

"Que o Senhor abençoe os nossos avós e nos ajude a envelhecer com sabedoria a fim de transmiti-la aos outros."

"Ter a sabedoria de se sentir um elo da história do mundo que começou antes e continuará no futuro, um futuro no qual apostar, o dos netos. É isso que se espera dos avós. É isso que certamente foram Ana e Joaquim, avós de Jesus, que aceitaram ser um elo na corrente da história da salvação. Uma promessa que, como pais da Virgem Maria, puderam ver de longe, mas à qual cederam com humildade", disse o pontífice. Um comportamento que, a partir de uma perspectiva diferente, se encontra em todos os avós do mundo:

"Os avós têm isso. Quando veem o neto, apostam na vida, no futuro e desejam o melhor para o seu neto, a melhor coisa. O dia de hoje, nos faz pensar em nossos avós, quando nascemos, todo o bem que quiseram para nós e a sabedoria que eles nos transmitiram, porque os avós num país são aqueles que devem transmitir a sabedoria, certo? E a deixamos como herança. Peçamos ao Senhor para que abençoe muito os nossos avós: eles foram um elo na vida."

O Papa Francisco pediu com insistência a Cristo para abençoar a capacidade dos avós de doar sem pretensões a experiência amadurecida para aqueles que vem depois deles. "E que a nós - disse referindo-se a seus confrades jesuítas – doe a graça de envelhecer com sabedoria, envelhecer com dignidade para sermos avós materiais ou consagrados espirituais."

"Transmitir a sabedoria. Que possamos ser como o vinho bom, que melhora na medida em que envelhece. É mais gostoso! O vinho ruim torna-se vinagre. Que possamos ser como o vinho bom. Que possamos envelhecer com sabedoria a fim de transmitir sabedoria. Peçamos a graça de não acreditar que a história termina com a gente, porque nem sequer começou conosco: a história continua. Que o Senhor nos doe um pouquinho de humildade para poder ser elo e crer."
(Radio Vaticana)
 

Confissão e Encontro com Jovens Detentos

A seguir, o pontífice se dirigiu para a Quinta da Boa Vista onde realizou a confissão de
cinco jovens, sendo três brasileiros, dois italianos e um venezuelano. Este momento para os jovens foi único e inesquecível.Da Quinta da Boa Vista, o Santo Padre se dirigiu para o Palácio São Joaquim, Arcebispado do Rio de Janeiro, onde se encontrou com oito jovens detentos, seis homens e duas mulheres. Papa Francisco reservou cerca de 30 minutos para dialogar com estes jovens. 
Os jovens entregaram a Francisco um rosário com uma grande cruz, que tinha inscrito os nomes de todas as vítimas da chacina da Candelária, que completou 20 anos nesta semana. Em 23 de julho de 1993, um grupo de homens atirou contra 70 moradores de rua na escadaria da Igreja da Candelária, matando oito pessoas, sendo seis menores de idade.

"No rosário estava escrito: 'Candelária nunca mais'. O Papa ouviu e repetiu várias vezes: 'nunca mais violência, só amor'. E todos rezaram um Pai Nosso", afirma padre Lombardi.
Segundo a Pastoral Carcerária, este momento vai fertilizar o coração dos jovens.


A Hora do Angelus

Depois, o Santo Padre assomou à sacada central do Palácio São Joaquim e rezou a oração do Angelus, neste dia em que a Igreja celebra Sant’Ana e São Joaquim. Ao sair do balcão central do casarão, o Papa saudou os fiéis com grande simpatia.
 
Eis a alocução do Papa Francisco, na íntegra, e logo abaixo o vídeo.

Caríssimos irmãos e amigos, bom dia!

Dou graças à divina Providência por ter guiado meus passos até aqui, na cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro. Agradeço de coração sincero a Dom Orani e também a vocês pelo acolhimento caloroso, com que manifestam seu carinho pelo Sucessor de Pedro. Desejaria que a minha passagem por esta cidade do Rio renovasse em todos o amor a Cristo e à Igreja, a alegria de estar unidos a Ele e de pertencer a Igreja e o compromisso de viver e testemunhar a fé.

Uma belíssima expressão da fé do povo é a "Hora da Ave Maria". É uma oração simples que se reza nos três momentos característicos da jornada que marcam o ritmo da nossa atividade quotidiana: de manhã, ao meio-dia e ao anoitecer. É, porém, uma oração importante; convido a todos a rezá-la com a Ave Maria. Lembra-nos de um acontecimento luminoso que transformou a história: a Encarnação, o Filho de Deus se fez homem em Jesus de Nazaré.

Hoje a Igreja celebra os pais da Virgem Maria, os avós de Jesus: São Joaquim e Sant'Ana. Na casa deles, veio ao mundo Maria, trazendo consigo aquele mistério extraordinário da Imaculada Conceição; na casa deles, cresceu, acompanhada pelo seu amor e pela sua fé; na casa deles, aprendeu a escutar o Senhor e seguir a sua vontade. São Joaquim e Sant'Ana fazem parte de uma longa corrente que transmitiu a fé e o amor a Deus, no calor da família, até Maria, que acolheu em seu seio o Filho de Deus e o ofereceu ao mundo, ofereceu-o a nós. Vemos aqui o valor precioso da família como lugar privilegiado para transmitir a fé!

Olhando para o ambiente familiar, queria destacar uma coisa: hoje, na festa de São Joaquim e Sant'Ana, no Brasil como em outros países, se celebra a festa dos avós. Como os avós são importantes na vida da família, para comunicar o patrimônio de humanidade e de fé que é essencial para qualquer sociedade! E como é importante o encontro e o diálogo entre as gerações, principalmente dentro da família.

O Documento de Aparecida nos recorda: "Crianças e anciãos constroem o futuro dos povos; as crianças porque levarão por adiante a história, os anciãos porque transmitem a experiência e a sabedoria de suas vidas" (Documento de Aparecida, 447). Esta relação, este diálogo entre as gerações é um tesouro que deve ser conservado e alimentado! Nesta Jornada Mundial da Juventude, os jovens querem saudar os avós. Eles saúdam os seus avós com muito carinho. Aos avós. Saudamos os avós. Eles, os jovens, saúdam os seus avós com muito carinho e lhes agradecem pelo testemunho de sabedoria que nos oferecem continuamente.

E agora, nesta praça, nas ruas adjacentes, nas casas que acompanham conosco este momento de oração, sintamo-nos como uma única grande família e nos dirijamos a Maria para que guarde as nossas famílias, faça delas lares de fé e de amor, onde se sinta a presença do seu Filho Jesus.

Fonte: G1 / http://www.portalecclesia.com/





Nenhum comentário :

Postar um comentário

Irmãos e irmãs de fé. Paz e Bem!
Nosso único mestre e senhor é Jesus Cristo, nossa mãe no céu a Santíssima Virgem Maria, por isso, comentários desrespeitosos e orações que não condizem com a Igreja Católica Apostólica Romana não serão publicadas.

Que Deus vos abençoe, que Nosso Senhor Jesus Cristo lhes conceda a graça da cura, da resolução dos problemas, a paz e tudo que seu coração aflito suplicar. Tenha Fé e persevere na Oração, pois o Tempo de Deus é diferente do nosso. Deixe o amor de Nosso Senhor tocar sua vida.
Que Nossa Santíssima Mãe vos cubra com o manto de amor e proteção. Amém.

Adriana dos Anjos - Devoção e Fé Blog

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Para ajudar, tenho colocado as orações do programa de rádio Momento de Fé, porém muitos estão se confundindo e achando que meu blog é do Padre Marcelo Rossi. Irmãs(os), este blog não é do Padre Marcelo Rossi, para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele : 1) Padre Marcelo Rossi 2) Facebook Padre Marcelo Rossi

Obrigada - Adriana/Devoção e Fé