Papa Francisco propõe novo título mariano em Fátima: Nossa Senhora Apressada (JMJ 2023)

Papa Francisco no Santuário Mariano de Fátima em 5 de agosto de 2023. / Daniel Ibañez - ACI Prensa

Ary Waldir Ramos Díaz

FATIMA, 05 Ago. 23 / 09:25 am (ACI).- O papa Francisco propôs um novo título mariano: "Nossa Senhora Apressada", hoje (5) no Santuário de Fátima durante a Jornada Mundial da Juventude JMJ Lisboa 2023.

“Há tantas invocações de Maria, mas uma que também podemos dizer, pensando bem, é esta: a Virgem que vem correndo, sempre que há um problema, sempre que a invocamos, ela não se demora, vem, apressada", disse o papa Francisco em seu discurso na Capelinha das Aparições do Santuário de Nossa Senhora de Fátima.

"Nossa Senhora apressada. Gostam? Vamos dizê-lo todos juntos: Nossa Senhora apressada. Apressa-se para estar junto de nós, apressa-se porque é Mãe, apressada, em português chama-se apressada, diz Dom Ornelas. Nossa Senhora Apressada", acrescentou.

Durante o momento de oração acompanhado dos 200 mil fiéis e peregrinos, o papa Francisco confiou à Virgem Maria a guarda de "todos" os seus filhos. “Nossa Senhora Apressada e Nossa Senhora que acompanha, acompanha sempre. Ela nunca é a protagonista", disse.

Francisco convidou a olhar para a “imagem de Maria e que cada um de nós pensasse: o que é que Maria, como Mãe, me está a dizer, o que é que me está a apontar com o dedo? Ela aponta para Jesus, por vezes aponta também para alguma coisinha no nosso coração que não funciona bem, mas aponta sempre”.

“Façamos um pequeno momento de silêncio e cada um de nós, no seu coração, diga: Mãe, o que é que me apontas? O que é que há na minha vida que te preocupa? O que é que há na minha vida que te comove? O que é que há na minha vida que te interessa? E tu, tu apontas. E aí aponta-nos o coração para a vinda de Jesus. E tal como nos aponta para Jesus, aponta Jesus para o coração de cada um de nós”, acrescentou.

“Essa é Maria, essa é a nossa Mãe, Nossa Senhora que se apressou a estar perto de nós. Que ela nos abençoe a todos. Amém!"

Esta manhã, à chegada privada ao Heliporto de Fátima, o papa foi recebido pelo bispo de Leiria-Fátima e presidente da Conferência Episcopal de Portugal, dom José Ornelas Carvalho.

Ele foi de carro ao Santuário de Nossa Senhora de Fátima, onde, depois de passar de papamóvel entre os fiéis, conduziu a oração do santo terço com os jovens doentes na Capelinha das Aparições.

Depois de entrar na Capela das Aparições, o papa Francisco venerou a imagem de Nossa Senhora de Fátima e ficou rezando em silêncio.

Duas crianças deram flores ao papa, que ele colocou aos pés de Nossa Senhora e lhe deram de presente um terço de ouro.

No final da oração do terço e após a saudação do bispo de Leiria-Fátima, o papa Francisco fez o seu discurso.

Vários jovens doentes rezaram o terço junto com o papa, alguns portadores de deficiência. Os jovens recebem ajuda do Centro João Paulo II de Apoio à Deficiência (JPII), do Centro de Reabilitação e Integração de Fátima, da Casa do Bom Samaritano e dos Obreiros Silenciosos da Cruz.

É a segunda viagem do papa a Fátima. Em 2017 ele participou das cerimônias do centenário das aparições no Santuário de Fátima, quando foram canonizados os irmãos Jacinta e Francisco Marto, que, junto com a prima, venerável Lúcia dos Santos, viram a Virgem de Fátima em 1917.

A Basílica de Nossa Senhora do Rosário fica no local onde, em 13 de maio de 1917, os três pastorinhos, enquanto brincavam de "fazer uma construção", tiveram a visão.

---

Comentários

Newsletter

Receba novos posts por e-mail: