Papa Francisco poderia ter alta nos próximos dias: significativo melhoramento

Policlinico Gemelli 

Novo boletim do diretor da Sala de Imprensa, Matteo Bruni: "Francisco transcorreu a tarde dedicando-se ao repouso, à oração e às obrigações de trabalho". O pessoal médico que acompanha o Pontífice informa que lhe foi diagnosticado bronquite infecciosa que exigiu a administração de uma terapia antibiótica com base em infusões.

Vatican News

Descanso, oração e algumas obrigações de trabalho. Foi assim que o Papa Francisco transcorreu a tarde no Hospital Policlínico Gemelli, onde está hospitalizado desde a tarde de quarta-feira. Foi o que informou o diretor da Sala de Imprensa vaticana, Matteo Bruni, em uma comunicação aos jornalistas a respeito das condições de saúde do Pontífice.

As informações dos médicos

Bruni relata as informações do pessoal médico que acompanha o Papa no hospital:

"No âmbito dos controles clínicos programados para o Santo Padre – lê-se - foi detectada uma bronquite infecciosa que exigiu a administração de uma terapia antibiótica com base em infusões que produziu os efeitos esperados com uma melhora acentuada em seu estado de saúde.

Segundo os especialistas, com base no decurso esperado, o Santo Padre poderia ter alta nos próximos dias".

As notícias da manhã

No final da manhã, o porta-voz Bruni havia relatado que o Papa Francisco tinha descansado bem durante a noite e que o quadro clínico "está melhorando progressivamente". O Pontífice, dizia a nota divulgada, tomou o café da manhã, leu alguns jornais e retomou o trabalho. Antes do almoço, ele também foi à capelinha de seu apartamento particular, onde se recolheu em oração e recebeu a Eucaristia.

30 março 2023

---

Comentários

Newsletter

Receba novos posts por e-mail: