Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Imagem do Senhor do Bonfim percorrerá as ruas de Salvador frente ao coronavírus


Imagem do Senhor do Bonfim / Foto: Arquidiocese de Salvador

SALVADOR, 02 Abr. 20 / 03:00 pm (ACI).- Frente à pandemia do coronavírus, a imagem peregrina do Senhor do Bonfim percorrerá as ruas de Salvador (BA) nesta sexta-feira, repetindo um gesto que já ocorreu em outros momentos difíceis vividos pelos baianos, incluindo epidemias.

Segundo a Arquidiocese de Salvador, a Basílica Santuário Senhor Bom Jesus do Bonfim decidiu realizar esta iniciativa de sair com a imagem pelas ruas da cidade por estar “atenta ao avanço da pandemia do novo coronavírus por todo o Brasil e aos apelos do povo”.

A programação terá início às 7h30, com a Missa na Basílica, sem a presença dos fiéis, a qual será transmitida pelas redes sociais oficiais da Arquidiocese de Salvador (Facebook: @ArquidioceseSalvador e Instagram: @ArquiSalvador), pelas redes sociais do Santuário (Facebook: @basilicasantuariodosenhordobonfim e Instagram: @bonfimsantuario), pelo canal de YouTube da WebTv do Bonfim e pela Rádio Excelsior da Bahia (AM 840).

Logo após, Às 8h,no adro da Igreja, o reitor da Basílica, Padre Edson Menezes da Silva, conduzirá a oração ao Senhor do Bonfim pela contenção da pandemia do COVID-19 (que pode ser conferida ao final desta matéria) e a bênção solene para a cidade de Salvador, que no completou 471 anos de fundação no dia 29 de março.

Em seguida, a imagem peregrina sairá em carro aberto e percorrerá as ruas de diversos bairros de Salvador. Conforme reforça a Arquidiocese, não será permitido que outros veículos acompanhem a peregrinação. Além disso, convida os fiéis a rezarem a oração pela contenção da pandemia e acenarem com panos brancos de suas janelas.

Senhor do Bonfim sai às ruas em momentos difíceis

Esta não será a primeira vez que a imagem do Senhor do Bonfim sairá pelas ruas de Salvador frente a uma situação difícil. A Arquidiocese baiana recorda em seu site que este gesto foi promovido em alguns momentos especiais, “geralmente em situações de epidemias e guerras ou de gratidão por graças alcançadas”.

Em 1842, por exemplo, “quando uma seca atingiu Salvador e região, os fiéis pediram que a imagem do Senhor do Bonfim fosse conduzida em procissão, num gesto de devoção e penitência”.

Desse modo, a imagem foi conduzida da Basílica até a Igreja do Convento de São Francisco, no Centro Histórico e retornou novamente à Basílica após a calamidade ter cessado.

Já em 1855, o povo voltou a recorrer ao Senhor do Bonfim frente à epidemia de “Colera-Morbus” que assolou a Bahia. Assim, a imagem foi conduzida em grande procissão penitencial até a Catedral Basílica, em 6 de setembro daquele ano.

Por isso, explica a Arquidiocese de Salvador, “os soteropolitanos atribuem ao Senhor do Bonfim, por intercessão de São Francisco Xavier, o fim dessa epidemia que matou milhares de pessoas”.

Outra ocasião se deu em 1942, quando, os fiéis conduziram a imagem do Senhor do Bonfim em uma grande procissão até a Basílica de Nossa Senhora da Conceição da Praia, como um gesto de fé e esperança pelo fim da Segunda Guerra Mundial.

A Arquidiocese de Salvador ressalta que, “nessas ocasiões a imagem original é que foi retirada do altar-mor da Basílica”. Entretanto, agora, “para salvaguardar a imagem original de qualquer dano durante a procissão, a Devoção do Senhor do Bonfim, guardiã da sua imagem, conduzirá a imagem peregrina, que é uma réplica criada para ser transportada nas procissões e visitas do Senhor do Bonfim a outras cidades”.

A seguir, confira a oração ao Senhor Bom Jesus do Bonfim pela contenção do coronavírus:

Amado Jesus, Senhor do Bonfim, Filho unigênito de Deus Pai: Vós sois o nosso refúgio, o nosso amparo e a nossa fonte perene de misericórdia. Nestes 275 anos, tendes provado a vossa presença e proteção no meio de nós em todos os momentos, e principalmente nos momentos de aflição, de guerra, pestes e flagelos, quando, fragilizados pelo medo, reconhecendo a nossa impotência, aprendemos a recorrer a Vós.

Nos dias atuais, ameaçados pela ação de um vírus, sentindo-nos inseguros, mais uma vez, vos suplicamos: Não leveis em conta os nossos pecados, Senhor, mas dignai-vos vir em nosso auxílio, como já o fizestes em tantos momentos da história do nosso povo. Em 1842, quando a “grande seca” dizimava tantas vidas, Vossa imagem veneranda percorreu as ruas desta cidade; também em 1855, quando a terrível epidemia da “cólera mórbus” invadiu a Bahia, de forma violenta, ceifando milhares de vidas, fostes o fio condutor da fé e da vitória desse  povo;  e em 1942, quando a nação brasileira, fervorosamente rezava pelo fim da segunda guerra mundial, mais uma vez a  vossa vitoriosa imagem  afastou-nos do terrível inimigo.

Ó Senhor do Bonfim, vinde mais uma vez em nosso auxílio e volvei vossos olhos divinos para os nossos males. Livrai-nos dos ataques do coronavírus, que tem causado medo, dor e pânico à população.  Guardai-nos, protegei-nos em Vossos braços e salvai-nos, pelo sinal da vossa Cruz.  Nestes difíceis momentos, que Maria, Vossa Mãe, por Deus Pai escolhida e nossa mãe por Vós oferecida, esteja sempre ao nosso lado, orando conosco e intercedendo por nós, os seus filhos e filhas.  Amém!

Fonte: ACI digital

Comentários

Postagens Mais Visitadas do Mês

Postagens mais visitadas

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Nas postagens antigas há diversas orações, do antigo programa de rádio Momento de Fé do Padre Marcelo Rossi.

Todas estão no Marcador "Orações-Momento de Fé".

Este Blog não é do Padre Marcelo Rossi; para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele :

1) Padre Marcelo Rossi


2) Facebook Padre Marcelo Rossi


Obrigada - Adriana dos Anjos/Devoção e Fé Blog