Ser Jesus para os outros (Padre Fábio de Melo) - Devoção e Fé - Blog Católico

quinta-feira, 2 de maio de 2019

Ser Jesus para os outros (Padre Fábio de Melo)


domingo, 28 de abril de 2019, 18h10

Que maravilha seria se a nossa vida fosse o que cantamos: “Posso, tudo posso, n’Aquele que me fortalece, nada e ninguém no mundo vai me fazer desistir”.

Como somos complicados e melindrosos!
Melindre é uma coisa que todos nós temos.

Semana passada celebramos a Ressurreição, Cristo Jesus está entre nós. 
A nossa fé no Cristo Ressuscitado nos coloca, a cada dia, na obrigação de ser Jesus na vida do nosso irmão.

Ter os pensamentos de Cristo

Se queremos viver a dinâmica cristã, devemos assumir que Cristo está dentro de nós. A Palavra de Deus entra no nosso coração e muda o nosso jeito de pensar.Para Cristo Ressuscitado entrar na nossa vida, precisamos ter os pensamentos de Cristo; precisamos viver diariamente o desafio de nos transformar em Jesus, no falar, pensar e agir, isto é, nos transformar n’Aquele em que cremos.

Vamos comungar do Corpo e do Sangue de Jesus, e afirmar que Cristo está em nós e permanece conosco onde estivermos.

Precisamos ter um absoluto respeito pelo Corpo e Sangue de Jesus. Devemos mostrar para os nossos irmãos que Jesus habita em nós.

Deus deseja o nosso coração


Estamos todos atravessando o deserto. O nosso pecado não pode nos impedir de ser Jesus onde que que estejamos. Mas o diabo tenta a todo instante nos afastar de Deus.
Se Deus nos colocou em algum serviço na Igreja, não é porque Ele precisa do nosso serviço. Pois, o que Ele realmente precisa e deseja é o nosso coração.

Não podemos perder as oportunidades que são preparadas para a nossa salvação.
Deus está em nós, a paz do Senhor está conosco.

O que provocamos quando chegamos em um ambiente ?
Devemos despertar os sentimentos e pensamentos de Jesus por onde passarmos.
Se Deus não estiver em nós, não teremos nada para oferecer.

Se as nossas comunidades quiserem ser cristãs, é preciso pedir perdão a cada instante.
O diabo deseja nos pegar nas nossas fragilidades. Pode ser que Deus tenha nos trazido aqui, não para conceder um milagre, e sim para nos converter.

Assim como a Festa da Ressurreição nos mostra que devemos ser o Cristo Ressuscitado por onde passarmos, a Festa da Misericórdia nos mostra que devemos ser a Misericórdia para os nossos irmãos.

Posso, tudo posso, n’Aquele que me fortalece.
O dom de ser Jesus por onde passarmos, só é possível se estivermos juntos. Devemos ser amigos de quem nos faz amigos de Jesus. Sejamos amorosos por onde formos.

Transcrição e adaptação: Saulo Macena


Fonte: Canção Nova

Leia também:
Meu Domingo da Divina Misericórdia na Canção Nova




Nenhum comentário :

Postar um comentário

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Para ajudar, tenho colocado as orações do programa de rádio Momento de Fé, porém muitos estão se confundindo e achando que meu blog é do Padre Marcelo Rossi. Irmãs(os), este blog não é do Padre Marcelo Rossi, para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele : 1) Padre Marcelo Rossi 2) Facebook Padre Marcelo Rossi

Obrigada - Adriana dos Anjos/Devoção e Fé Blog