Hoje Igreja celebra a Solenidade de Corpus Christi (30 de maio)

Solenidade de Corpus Christi

Por Redação central

30 de mai de 2024 às 00:01

Um milagre eucarístico do século XIII está relacionado à origem da Solenidade de Corpus Christi, que a Igreja celebra na quinta-feira após o domingo da Santíssima Trindade.

Com a solenidade de Corpus Christi, a Igreja presta à Eucaristia um culto público e solene de adoração, gratidão e amor. A procissão de Corpus Christi uma das mais importantes em toda a Igreja Universal.

A festa de Corpus Christi surgiu na diocese de Liège, na Bélgica, por iniciativa da freira Juliana de Mont Cornillon. Ela tinha visões nas quais o próprio Jesus lhe pedia uma festa litúrgica anual em honra da Sagrada Eucaristia.

Em meados do século XIII, o padre Pedro de Praga, que duvidava da presença de Cristo na Eucaristia, decidiu fazer uma peregrinação a Roma para rogar, sobre o túmulo de São Pedro, a graça da fé. Ao retornar, enquanto celebrava a Missa em Bolsena, na cripta de Santa Cristina, a Sagrada Hóstia sangrou, manchando o corporal.

A notícia chegou rapidamente ao papa Urbano IV, que se encontrava muito perto, em Orvieto. Ele tinha sido arcediago de Liège onde conheceu a beata Cornilon.

Urbano IV mandou que o corporal fosse levado até ele.  Isso foi feito em procissão e, quando o pontífice os encontrou na entrada da cidade, pronunciou diante da relíquia eucarística as palavras: “Corpus Christi”.

Mais tarde, em 1264, o papa publicou a bula Transiturus de hoc mundo, com a qual ordenou que a Solenidade de Corpus Christi fosse celebrada em toda a Igreja na quinta-feira após o domingo da Trindade.

O papa Clemente V, no Concílio Geral de Viena (1311), ordenou uma vez mais esta Solenidade e publicou um novo decreto no qual incorporou o de Urbano IV. Posteriormente, João XXII instou sua observância.

A celebração dessa solenidade consta de missa, procissão e adoração ao Santíssimo Sacramento.

No Brasil, uma tradição que se espalhou pelas cidades do país é a confecção de tapetes para a passagem da procissão. Os desenhos dão ênfase aos temas sobre a Eucaristia, mas a criatividade das comunidades dá um toque especial, com o uso dos mais diversos materiais, como serragem e pedras coloridas, borra de café, flores, areia, entre outros.

Fonte: ACI digital 
---

Comentários

Newsletter

Receba novos posts por e-mail: