Pular para o conteúdo principal

Nova tradução do missal romano deverá ser usada até o início do Advento

Foto: Gustavo-Cabral/Portal A12.

Segundo Dom Edmar Peron, presidente da Comissão para a Liturgia, “o uso dos textos da terceira edição serão facultativos até o primeiro domingo do Advento e depois será obrigatório”.

Redação (26/04/2023 15:41, Gaudium Press) Durante a 60ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) a Comissão Episcopal para a Liturgia da entidade tratou sobre o processo de adaptação da Igreja do Brasil à tradução brasileira da terceira edição do Missal Romano. Os prelados, inclusive, já utilizaram os textos da tradução brasileira na Missa celebrada no primeiro dia de assembleia, 19, na Basílica Nacional de Aparecida.

Não se trata de um novo missal, mas a tradução da terceira edição

Conforme estabelecido na última reunião do Conselho Permanente da CNBB, as comunidades terão até o início do Advento para começar a usar os novos textos nas celebrações da Santa Missa. Segundo Dom Edmar Peron, Bispo de Paranaguá (PR) e presidente da Comissão para a Liturgia, “o uso dos textos da terceira edição serão facultativos até o primeiro domingo do Advento e depois será obrigatório”.

O processo de tradução e aprovação da terceira edição do Missal Romano no Brasil levou 19 anos, entretanto é importante ressaltar que não se trata de um novo missal, mas a tradução da terceira edição típica do Missal Romano, promulgada em 2002 por São João Paulo II e revisada em 2008, com o objetivo de incorporar as disposições litúrgicas e canônicas desde a segunda edição típica, de 1975.

Três aspectos fundamentais para a recepção do missal

De acordo com Dom Edmar, existem três aspectos fundamentais para a recepção do missal nas comunidades. O primeiro é ter ciência de que é preciso passar do livro à celebração, tendo o Bispo o papel fundamental de promover uma educação litúrgica.

O segundo é rever o modo de bem celebrar a liturgia. “Não celebramos para observar rubricas, celebramos com elas o evento de salvação. Rito não é rubrica a ser observada, mas uma ação de Cristo e da Igreja a ser celebrada”, ressaltou.

O terceiro e último é se tornar fonte da vida espiritual, com a participação plena e ativa das comunidades, possibilitando que a Liturgia seja, de fato, a primeira fonte onde os fiéis poderão beber do espírito genuinamente cristão. (EPC)

---

Comentários

Receba Notícias do Blog em seu E-mail

Receba novos posts por e-mail:

Postagens Mais Visitadas do Mês

Beato Carlo Acutis

»Do prefácio de S. Ex.ª Rev.ma Card. Angelo Comastri

"Estar sempre com Jesus, este é o meu projeto de vida".
Com estas poucas palavras, Carlo Acutis esboça a distinta característica de sua breve existência:
viver com Jesus, por Jesus, em Jesus».


Pedidos de Oração no Site Oficial

Postagens mais visitadas

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Nas postagens antigas há diversas orações, do antigo programa de rádio Momento de Fé do Padre Marcelo Rossi.

Todas estão no Marcador "Orações-Momento de Fé".

Este Blog não é do Padre Marcelo Rossi; para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele :

1) Padre Marcelo Rossi


2) Facebook Padre Marcelo Rossi


Obrigada - Adriana dos Anjos/Devoção e Fé Blog