Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Santa Sé colocou “freio de emergência” no Caminho Sinodal da Alemanha, diz líder leigo

Vaticano / Pixabay

BERLIM, 22 jul. 22 / 10:53 am (ACI).- O publicitário e cofundador da iniciativa Novo Começo, Bernhard Meuser, disse que com o comunicado de ontem (21), a Santa Sé colocou um "freio de emergência" no Caminho Sinodal Alemão.
"O perigo de um cisma acabou", disse Meuser sobre o texto publicado pela Santa Sé ontem (21).
O Caminho Sinodal Alemão se descreve como um processo que reúne os bispos da Alemanha e leigos selecionados para debater e aprovar resoluções sobre o  como o poder é exercido na Igreja, moral sexual, o sacerdócio, e o papel das mulheres, temas sobre os quais manifestaram várias vezes e publicamente opiniões contrárias à doutrina da Igreja.
No comunicado de ontem (21), a Santa Sé disse que o Caminho Sinodal poderia representar “uma ameaça à unidade da Igreja”.
“Para proteger a liberdade do Povo de Deus e o exercício do ministério episcopal, parece necessário especificar que o 'Caminho sinodal' na Alemanha não tem poder para obrigar bispos e fiéis a assumirem novas formas de governo e novas abordagens de doutrina e moral”, diz o comunicado publicado ontem (21).

O comunicado diz que "não seria lícito iniciar nas dioceses, antes de um acordo no âmbito de toda a Igreja, novas estruturas oficiais ou doutrinas, que seriam uma ferida à comunhão eclesial e uma ameaça à unidade da Igreja".
O publicitário alemão agradeceu à Igreja pelo Sínodo sobre a Sinodalidade, que acontecerá em 2023, e no qual um "equilíbrio realista" pode ser alcançado para reformar a Igreja corretamente.

Críticas ao Caminho Sinodal Alemão

Meuser também falou sobre três pontos de crítica ao polêmico Caminho Sinodal baseado no comunicado da Santa Sé.
A primeira é que “o fato de um grupo arbitrariamente constituído de pessoas dispostas a reformar uma igreja local tomar o direito de decidir por si como a Igreja funciona e o que ela tem a ensinar é flagrante violação da unidade. O papa teve que intervir!”
A segunda é que a “tentativa sinodal de submeter os bispos a uma espécie de 'soviet supremo' (como o chamou o cardeal Walter Kasper) teve que desencadear a oposição decisiva da Santa Sé”.
A terceira crítica, disse Meuser, é que ficou claro que o Caminho Sinodal busca, "com perícia teológica unilateral e decisões da maioria, redefinir os ensinamentos e as obrigações morais da Igreja universal".
A publicitária Birgit Kelle disse que, com o seu comunicado, a Santa Sé “realmente acabou com o Caminho Sinodal. E para colocar de outra forma: isso é uma coisa boa".
"Este caminho não tem nada a ver com a demanda original para lidar com a crise de abusos, mas tratava clara e abertamente de trabalhar nesta crise para tirar poder dos bispos e para fazer cumprir as velhas demandas”, tuitou Kelle.
Nem o Caminho Sinodal nem seus dois organizadores, a Conferência Episcopal Alemã (DBK) e o Comitê Central de Católicos Alemães (ZdK), comentaram até agora o comunicado da Santa Sé.

---

Comentários

Receba Notícias do Blog em seu E-mail

Receba novos posts por e-mail:

Postagens Mais Visitadas do Mês

Beato Carlo Acutis

Clique na imagem para visualizar a oração


***
»Do prefácio de S. Ex.ª Rev.ma Card. Angelo Comastri

"Estar sempre com Jesus, este é o meu projeto de vida".
Com estas poucas palavras, Carlo Acutis esboça a distinta característica de sua breve existência:
viver com Jesus, por Jesus, em Jesus».


Pedidos de Oração no Site Oficial

Postagens mais visitadas

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Nas postagens antigas há diversas orações, do antigo programa de rádio Momento de Fé do Padre Marcelo Rossi.

Todas estão no Marcador "Orações-Momento de Fé".

Este Blog não é do Padre Marcelo Rossi; para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele :

1) Padre Marcelo Rossi


2) Facebook Padre Marcelo Rossi


Obrigada - Adriana dos Anjos/Devoção e Fé Blog