Papa visita embaixada da Rússia preocupado com guerra na Ucrânia


Almudena Martínez-Bordiú

Papa Francisco e a embaixada da Rússia no Vaticano. Crédito: Daniel Ibañez (esq.) e Almudena Martínez-Bordiú (dir.) (ACI)

Vaticano, 25 fev. 22 / 11:50 am (ACI).- Na manhã de hoje, 25 de fevereiro, o papa Francisco visitou a Embaixada da Rússia na Via della Conciliazione número 10, no Vaticano, para se encontrar com o embaixador Alexander Avdeev e tentar mediar o conflito entre a Ucrânia e a Rússia. A reunião durou cerca de meia hora, como confirmou o diretor da sala de imprensa da Santa Sé, Matteo Bruni.  

A Santa Sé informa que o papa quis expressar sua preocupação com a guerra que eclodiu oficialmente na madrugada de ontem, 24 de fevereiro.

A Santa Sé não deu mais informações sobre este encontro, no qual aconteceu uma conversa privada entre o papa e o embaixador russo Aleksandr Avdeev. 

Esta visita é um acontecimento único, pois normalmente são os embaixadores que são oficialmente convocados ao Vaticano para encontros com o papa. Esta iniciativa do papa mostra a sua preocupação e envolvimento no conflito.

Segundo informou Andrea Gagliarducci em ACI Stampa, publicação em italiano do grupo ACI, Francisco teve seu último contato direto com o presidente russo Vladimir Putin por ocasião do aniversário do papa.

De acordo com várias fontes, foi o presidente russo Vladimir Putin quem enviou um telegrama e depois fez um telefonema para o papa.

O Kremlin deu grande importância ao contato entre Putin e o papa Francisco, onde Putin "destacou a alta autoridade do papa Francisco no mundo, bem como sua grande contribuição pessoal para o desenvolvimento das relações entre a Rússia e o Vaticano", relações que - observou o serviço de imprensa do Kremlin - "se caracterizam por um alto nível de compreensão mútua e semelhança de posições sobre muitas questões do nosso tempo".

Nessa ocasião, informou-se que o papa e Putin “acordaram continuar os esforços conjuntos para defender os valores morais e humanitários fundamentais”.

---

Comentários

Newsletter

Receba novos posts por e-mail: