Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Ministério Público denuncia Padre Robson por organização criminosa


Pe. Robson de Oliveira / Foto: Facebook Padre Robson de Oliveira

Trindade, 09 dez. 20 / 12:43 pm (ACI).- O Ministério Público de Goiás (MP-GO) ofereceu novamente denúncia contra Padre Robson de Oliveira por supostos crimes cometido com doações feitas à Associação dos Filhos do Pai Eterno (Afipe).

A denúncia foi feita na segunda-feira, 7 de dezembro, e inclui outras 17 pessoas. Entre as acusações estão organização criminosa, apropriação indébita e lavagem de dinheiro.

De acordo com o Ministério Público, o sacerdote seria o comandante de uma “organização criminosa empresarial que se utilizava de associações e empresas para realizar apropriações indébitas, falsidades ideológicas e lavagem de capitais em benefício próprio”.

A denúncia fala em desvio de “recursos recolhidos em nome das associações de caráter religioso e com a finalidade declarada de construção de uma basílica e de realização de atos de caridade”.

Agora, cabe à Justiça decidir se aceita a denúncia por esses crimes.

Esta denúncia é resultado de investigações da Operação Vendilhões, deflagrada em agosto. Após as primeiras denúncias, Padre Robson de Oliveira, que até então era presidente da Afipe e reitor do Santuário do Divino Pai Eterno, se afastou das duas funções.

Em outubro, a 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Goiás determinou o arquivamento das denúncias contra Pe. Robson, em decisão unânime. Na ocasião, o desembargador Nicomedes Domingos Borges afirmou que as provas obtidas pelo MP não comprovavam que o sacerdote desviava dinheiro para benefício próprio por meio da Afipe.

“Por se tratar de uma entidade privada, com os membros não tendo questionado qualquer ato, ou alegado lesão aos seus interesses, não há que se falar em qualquer fato típico a ser investigado”, indicou.

Entretanto, na última sexta-feira, 4 de dezembro, foi expedida nova decisão, assinada pelo presidente do Tribunal de Justiça, Walter Carlos Lemes, permitindo a retomada das investigações.

Após essa nova denúncia, a defesa de Pe. Robson de Oliveira declarou que não há nada de novo e reafirmou sua inocência. Em declarações ao Bom Dia Goiás, da TV Globo, o advogado do sacerdote, Pedro Paulo de Medeiros, indicou que “não houve qualquer irregularidade praticada por padre Robson”.

“Ele é e continua sendo inocente. Apenas se aguardará pela confirmação [da inocência] no Superior Tribunal de Justiça. Enquanto isso, o Ministério Público, se quiser, continuará investigando, mas não há necessidade para isso. Afinal, assunto da associação Afipe é da Afipe e não é do Ministério Público”, disse.

Por sua vez, a Afipe assinalou por meio de nota que a entidade “não é investigada e nem denunciada”.

Afirmou ainda que confia na Justiça e espera que “ao final do processo todas as dúvidas sejam esclarecidas”. Além disso, reforçou que está “à disposição para todos os esclarecimentos que se fizerem necessários para a elucidação dos fatos”.

“É importante salientar que a Associação Filhos do Pai Eterno é uma entidade civil sem fins lucrativos e com a missão de evangelizar”, declarou em nota, ressaltando que continuará essa “sua missão evangelizadora”.

Por fim, garantiu que “a nova diretoria da entidade prossegue com ações e medidas concretas para bem cumprir as obrigações estatutárias”.

Comentários

Postagens Mais Visitadas do Mês

Beato Carlo Acutis

Clique na imagem para visualizar a oração


***
»Do prefácio de S. Ex.ª Rev.ma Card. Angelo Comastri

"Estar sempre com Jesus, este é o meu projeto de vida".
Com estas poucas palavras, Carlo Acutis esboça a distinta característica de sua breve existência:
viver com Jesus, por Jesus, em Jesus».


Pedidos de Oração no Site Oficial

Postagens mais visitadas

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Nas postagens antigas há diversas orações, do antigo programa de rádio Momento de Fé do Padre Marcelo Rossi.

Todas estão no Marcador "Orações-Momento de Fé".

Este Blog não é do Padre Marcelo Rossi; para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele :

1) Padre Marcelo Rossi


2) Facebook Padre Marcelo Rossi


Obrigada - Adriana dos Anjos/Devoção e Fé Blog