Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

3 dicas para fazer o sinal da cruz


Marko Vombergar | ALETEIA

Philip Kosloski - publicado em 14/09/20

O sinal da cruz deve ser parte de nossa rotina diária, não apenas quando reservamos um tempo para a oração

Fazer o sinal da cruz é uma devoção antiga, que começou com os primeiros cristãos e continua até hoje. No entanto, é relativamente fácil perder de vista seu propósito e fazer o sinal da cruz sem cuidado, como se ele não fosse uma importante oração.
Aqui estão três dicas básicas do The Catholic prayer book and manual of meditations (“O livro católico de oração e manual de meditações”), que podem nos ajudar a avaliar nosso uso da tradição e permitir que tenha um efeito maior em nossa vida espiritual.

1 - FAÇA O SINAL DA CRUZ COM DEVOÇÃO

“Você deve fazê-lo com devoção, isto é, com gratidão pelas bênçãos que você desfruta por meio dessa Paixão, e com sincera tristeza pelos seus pecados…”

Quantos de nós fazemos o sinal da cruz rapidamente e sem pensar? Tente desacelerar e fazer o sinal da cruz de maneira mais deliberada, lembrando-se do sacrifício de Jesus na cruz.

2 - FAÇA O SINAL DA CRUZ COM FREQUÊNCIA

“Você deve fazer o sinal da Cruz com frequência. Siga o exemplo dos cristãos primitivos, que por este sinal sagrado se consagravam a Deus e imploravam sua bênção em cada ação. Também é fortemente recomendado por todos os grandes santos e padres da Igreja; entre eles, Santo Efraim, que diz: ‘Cubra-se com o sinal da cruz, como com um escudo, sinalizando com ele seus membros e seu coração. Arme-se com este sinal em seus estudos e em todos os momentos, pois ele é o conquistador da morte – o que abre as portas do paraíso – o grande guarda da Igreja. Carregue esta armadura com você em todos os lugares, todos os dias e todas as noites, todas as horas e situações. Esteja você no trabalho, comendo, bebendo, viajando ou fazendo qualquer outra coisa, arme-se com o sinal salvador da cruz”.

O sinal da cruz deve se tornar parte de nossa rotina diária, não apenas quando reservamos um tempo para a oração, mas também quando realizamos nossas tarefas diárias. Isso pode nos ajudar a santificar cada momento do dia e oferecê-lo a Deus.

3 - FAÇA O SINAL DA CRUZ ABERTAMENTE

“Por fim, você deve fazer o sinal da Cruz abertamente, porque é por este sinal que você se mostra um cristão e prova que não se envergonha da cruz e das humilhações de seu Deus e Salvador crucificado. ‘Enquanto outros’, diz um piedoso autor, ‘se gabam de fitas e estrelas que são usadas e contempladas porque são insígnias de honra mundana conferidas pelos grandes da terra, você deve pensar que é a maior felicidade, a maior honra, levar aquela sagrada insígnia do Rei dos reis, que é a expressão de seus maiores mistérios’. Portanto, longe de se abster deste sinal sagrado, que o apontaria como um cristão para estranhos na parte mais distante do globo , você deve sempre fazer isso abertamente e sem hesitação.”

Fazer o sinal da cruz pode chamar a atenção de outras pessoas e podemos hesitar em fazê-lo, especialmente em um restaurante. No entanto, devemos ser ousados ​​e não ter medo de professar nosso cristianismo, não importa onde estejamos.

Fonte: Aleteia

Comentários

Postagens Mais Visitadas do Mês

Postagens mais visitadas

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Nas postagens antigas há diversas orações, do antigo programa de rádio Momento de Fé do Padre Marcelo Rossi.

Todas estão no Marcador "Orações-Momento de Fé".

Este Blog não é do Padre Marcelo Rossi; para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele :

1) Padre Marcelo Rossi


2) Facebook Padre Marcelo Rossi


Obrigada - Adriana dos Anjos/Devoção e Fé Blog