Estas são as diretrizes para que os exorcistas possam enfrentar os perigos do diabo


Representação de São Miguel lutando contra o diabo. Foto: Edizioni Messaggero Padova

Roma, 30 Jul. 20 / 09:11 am (ACI).- "O ministério do exorcista está exposto a numerosos perigos e isso exige uma prudência especial e também uma preparação específica".

Quem afirma isso é o Cardeal Angelo De Donatis, vigário da Diocese de Roma, no prefácio do livro "Diretrizes para o Ministério do Exorcismo", preparado pela Associação Internacional de Exorcistas (AIE) e editado por Edizioni Messaggero Padova, para o momento apenas em italiano.

Essas “Diretrizes para o Ministério do Exorcismo” têm a aprovação do Vaticano, após uma revisão na qual três congregações da Cúria Romana participaram.

É o texto de referência oficial para mais de 800 exorcistas que a AIE possui em todo o mundo. A Congregação para o Clero o examinou e corrigiu com a contribuição da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos e a Congregação para a Doutrina da Fé.

As Diretrizes não substituem nenhum dos instrumentos oficiais aprovados pela Igreja, mas são colocadas no caminho dos ensinamentos da Tradição.

No prefácio, o Cardeal De Donatis lembra que "o exorcista não pode proceder segundo o seu próprio arbítrio desde o momento em que age no marco de uma missão oficial que de certa maneira o converte em representante de Cristo e da Igreja”.

O exorcista está obrigado a receber uma preparação específica "para desempenhar adequadamente seu ofício". A Igreja é consciente dessa necessidade de uma formação específica e profunda dos sacerdotes exorcistas e, por esse motivo, tem como ponto de referência o curso organizado pelo Pontifício Athenaeum Regina Apostolorum, em Roma.

Em muitas dioceses ao redor do mundo cresceu o interesse em ter sacerdotes exorcistas bem preparados, devido ao aumento do número de jovens que entram em contato com ritos satânicos, muitas vezes sem ser conscientes do perigo que enfrentam e pensando que é somente um jogo.

A Associação Internacional de Exorcistas está reconhecida juridicamente desde 13 de junho de 2014 através de um decreto da Congregação para o Clero.

A iniciativa surgiu de um pequeno grupo de exorcistas, incluindo Pe. Gabriele Amorth e Pe. Candido Amantini, Servo de Deus, duas das principais figuras dos exorcistas a serviço da Diocese de Roma durante muitos anos.

Além do prefácio do Cardeal De Donatis, as Diretrizes têm uma introdução de Pe. Francesco Bamonte, Presidente da AIE.

Destaca que "os Evangelhos nos dizem, sem sombra de dúvida, que Jesus, em sua vida terrena, enfrentou e lutou contra duas formas de ação do mundo demoníaco: a ordinária e a extraordinária".

Além disso, recorda as palavras do Cardeal Bassetti no congresso de 2018: "Existem no mundo, em qualquer país e em todas as latitudes, periferias existenciais onde é sempre inverno".

“Nesses lugares espirituais, o ar gelado está impregnado pelo medo; e o medo, unido ao sentimento de abandono que frequentemente atormenta quem mora lá, torna o inverno ainda mais cruel”, destacou o Cardeal Bassetti.

O chefe dessas periferias onde é sempre inverno "é o maligno que, como o Papa Francisco lembra, não é um mito, uma representação, um símbolo, uma figura ou uma ideia, mas é um ser pessoal que nos atormenta, frente a isso Jesus nos ensinou a pedir a cada dia que sejamos libertados para que seu poder não nos domine”.

Os exorcistas, dizia o Cardeal Basseti, "são como a andorinha, porque, nas periferias, chegam para anunciar a primavera e, de fato, de certa forma a levam".

Este livro apresenta-se como um instrumento para os sacerdotes exorcistas usarem no exercício de suas funções, detalhando as práticas e os métodos correspondentes às normas com as quais a Igreja regula o ministério do exorcista.

Por outro lado, é também um manual para a formação inicial de candidatos ao ministério exorcista e de seus colaboradores - os auxiliares - e pode auxiliar no discernimento das Conferências Episcopais, Dioceses e outras realidades eclesiais nos casos de fiéis que precisam de um exorcista, considerando que esses tipos de pedidos estão em ascensão.

Publicado originalmente em  ACI Stampa. Traduzido e adaptado por Nathália Queiroz.

Fonte: ACI digital

Comentários

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Para ajudar, tenho colocado as orações do programa de rádio Momento de Fé, porém muitos estão se confundindo e achando que meu blog é do Padre Marcelo Rossi. Irmãs(os), este blog não é do Padre Marcelo Rossi, para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele : 1) Padre Marcelo Rossi 2) Facebook Padre Marcelo Rossi

Obrigada - Adriana dos Anjos/Devoção e Fé Blog