Começou a Quaresma, tempo de profunda reflexão - Devoção e Fé - Blog Católico

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2020

Começou a Quaresma, tempo de profunda reflexão

Exe Lobaiza | Cathopic

Mário Scandiuzzi | Fev 26, 2020

A Igreja orienta que todas as ações praticadas durante a Quaresma devem ter como finalidade a busca pela vivência dos ensinamentos que Jesus nos deixou

A Quarta-feira de Cinzas marca, no calendário litúrgico, o início da Quaresma. Um período de preparação para a Semana Santa. Nestes 40 dias, a Igreja convida a todos a renovar a fé, a promover uma verdadeira conversão na vida, buscando a prática da Palavra de Deus.

O número 40 tem um significado especial, afinal foram 40 anos de peregrinação do povo de Deus no deserto, desde a saída no Egito até a chegada à terra prometida. E o próprio Jesus, antes de iniciar a vida pública, ficou 40 dias no deserto, em jejum e oração.

A própria liturgia da Quarta-feira de Cinzas chama a atenção para o sentido da Quaresma. Na 1ª Leitura, o profeta Joel (Joel 2,12-18) faz um apelo à penitência e à necessidade de conversão. “Voltai a mim de todo o vosso coração com jejuns, lágrimas e gemidos de luto. Rasgai vossos corações e não vossas vestes; voltai ao Senhor vosso Deus, porque Ele é bom e compassivo”.

Na 2ª Leitura, tirada da Segunda Carta aos Coríntios (I ICoríntios 5,20-6,2) , Paulo nos exorta a buscar a reconciliação com Deus.

E no Evangelho (Mateus 6,1-1,16-18) Jesus fala sobre a esmola, a oração e o jejum. “Quando deres esmola, que tua mão esquerda não saiba o que fez a direita; assim a tua esmola se fará em segredo, e o teu Pai, que vê o escondido, recompensar-te-á”

Da mesma forma, Jesus nos alerta que para orar não precisamos usar muitas palavras, e nem buscar a projeção para nossa atitude diante dos homens. “Quando orardes, entra no teu quarto, fecha a porta e ora ao teu Pai em segredo; e teu Pai, que vê num lugar oculto, recompensar-te-á”.

E o jejum também é tratado por Jesus como uma forma de buscar a aproximação de Deus, e não de mostrar isso à nossa comunidade. “Quando jejuardes, perfuma a tua cabeça e lava o teu rosto; assim não parecerá aos homens que jejuas, mas somente a teu Pai que está presente ao oculto; e teu Pai, que vê num lugar oculto, recompensar-te-á”.

A esmola mostra o desapego aos bens materiais e a confiança na providência Divina, que nós dá o pão de cada dia. Ela também é o gesto concreto de que estamos solidários ao sofrimento dos irmãos menos favorecidos. É uma forma de amor ao próximo.

A oração é o diálogo com Deus. Nesta hora, temos a oportunidade de falar e, principalmente, de ouvir o que Deus está preparando para nossa vida.

E o jejum é uma forma de quebrar o orgulho e a vaidade humana.

A Igreja recomenda o jejum de carne na Quarta-feira de Cinzas e na Sexta-feira da Paixão e orienta que todas as ações praticadas durante a Quaresma devem ter como finalidade a conversão, a busca pela vivência dos ensinamentos que Jesus nos deixou.

Fonte: Aleteia



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Para ajudar, tenho colocado as orações do programa de rádio Momento de Fé, porém muitos estão se confundindo e achando que meu blog é do Padre Marcelo Rossi. Irmãs(os), este blog não é do Padre Marcelo Rossi, para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele : 1) Padre Marcelo Rossi 2) Facebook Padre Marcelo Rossi

Obrigada - Adriana dos Anjos/Devoção e Fé Blog