Diocese suspende sacerdote que abençoou união entre dois homens - Devoção e Fé - Blog Católico

sexta-feira, 13 de dezembro de 2019

Diocese suspende sacerdote que abençoou união entre dois homens


Brasão da Diocese de Assis / Crédito: Diocese de Assis

ASSIS, 13 Dez. 19 / 11:30 am (ACI).- A Diocese de Assis (SP) publicou na quinta-feira, 12 de dezembro, decreto de “suspensão de ordem ad cautelam” de Padre Vicente Paula Gomes, o qual abençoou a união entre dois homens.

O documento, assinado pelo Bispo de Assis, Dom Argemiro de Azevedo, considera “as acusações graves contra” o sacerdote “que celebrou uma união homoafetiva – Luiz Carlos dos Santos e Claudinei Batista de Almeida – ato celebrado em um salão de festa na cidade de Assis-SP”, e cita os cânones 1399 e 1321, parágrafo 1, do Código de Direito Canônico.

Segundo o numeral 1399, “além dos casos estabelecidos nesta ou em outras leis, a violação externa da lei divina ou canônica só pode ser punida com alguma pena justa, quando a especial gravidade da violação exigir a punição, e urgir a necessidade de prevenir ou de reparar o escândalo”.

Já o parágrafo 1 do numeral 1321 afirma que “ninguém é punido, a não ser que a violação externa da lei ou do preceito, por ele cometida, seja gravemente imputável por dolo ou por culpa”.

O decreto da Diocese de Assis considera ainda “a garantia da proteção da justiça; e para evitar escândalo e defender a liberdade dos acusadores e suas respectivas testemunhas”.

Estabelece também que, “quando cessar a investigação prévia e/ou Processo Penal a restrição à pessoa acusada com a medida cautelar, será revogada pelo próprio direito”.

No último dia 7 de dezembro, Padre Vicente Paula Gomes abençoou a união entre Luiz Carlos dos Santos e Claudinei Batista de Almeida, em Assis. Segundo vídeo divulgado pelo site local “Assis City”, na ocasião o sacerdote afirmou que “achamos que lar basta ter um homem e uma mulher. Família não é só isso”.

“Nuclear uma família significa criar condições para uma vida digna. Por isso, é com alegria que estou aqui”, acrescentou, dizendo que estava “tremendo um pouco” porque era a primeira vez que dava uma bênção à união entre dois homens.

“Já estou até pensando no que Dom Argemiro vai falar segunda-feira, mas, como disse inicialmente, a bênção não me diminui, nem vai diminuir a igreja, nem vocês”, afirmou.

Por fim, dirigindo-se aos dois homens, o sacerdote disse que, “diante de Deus”, eles declaram o amor de ambos “e tiveram a coragem de publicá-lo no meio dos amigos e diante da Santa Igreja”.

“Claro que eu não posso dar esse sacramento, mas eu derramo sobre vocês a bênção para que vocês tenham os deveres de companheiros até o fim de suas vidas e não se esqueçam que Deus abençoa o amor de vocês”, declarou o padre.

Fonte: ACI digital



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Para ajudar, tenho colocado as orações do programa de rádio Momento de Fé, porém muitos estão se confundindo e achando que meu blog é do Padre Marcelo Rossi. Irmãs(os), este blog não é do Padre Marcelo Rossi, para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele : 1) Padre Marcelo Rossi 2) Facebook Padre Marcelo Rossi

Obrigada - Adriana dos Anjos/Devoção e Fé Blog