Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Oração e Perdão - Chave para a Cura

Assim como Jesus perdoou, devemos também estar prontos a perdoar. 

Disse Jesus: "Mas, quando vos puserdes de pé para orar, perdoai, se tiverdes algum ressentimento contra alguém, para que também vosso Pai, que está nos céus, vos perdoe os vosso pecados" (Mc 11,25).

O perdão é um ato da vontade, não de uma emoção. À medida que escolhemos perdoar  a nós mesmos e àqueles que nos fizeram mal ou àqueles que amamos, Deus vai fortalecer nossa escolha e transferi-la de nossa mente para nosso coração. O perdão a nós mesmos ou aos outros não é a admissão de que somos maus ou errados, ou de que os outros estão certos e nós errados. Não é a expressão de um julgamento, mas a avaliação honesta de que precisamos amar e ser amados, aceitar e ser aceitos incondicionalmente. Não estamos negando a responsabilidade ou a culpabilidade do pecado e do erro. Estamos apenas decidindo obedecer a Deus. "Que o Senhor, nosso Deus, esteja convosco como esteve com nossos pais; não nos deixe, nem nos abandone, mas incline os nossos corações para ele, afim de que andemos em todos os seus caminhos, e guardemos as leis, os mandamentos e os preceitos que ele prescreveu a nossos pais" (I Rs 8,57-58). 

Perdoar é amar

Ao perdoarmos, estamos amando. Isso não quer dizer que nos sentimos emocionalmente bem em relação à pessoa a quem estamos perdoando, mas que, num ato de verdadeiro amor cristão, nós perdoamos e estamos dispostos a orar por aquela pessoa. Assim Jesus, pendurado na cruz do Calvário, não se sentia bem em relação aos que O perseguiam e crucificavam, mas a eles estendeu o Seu amor através do perdão: "Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem" (Lc 23,34). 

Lista de perdão 

Amor e oração caminham juntos. Um emana do outro. Quando oramos por alguém, estamos agindo por amor. Quando oramos por aqueles que nos prejudicam, estamos nos abrindo para também perdoar-lhes. Uma forma efetiva de orar por aqueles que nos têm prejudicado é manter uma "Lista de perdão" que consiste simplesmente em uma lista que contém os nomes das pessoas a quem precisamos perdoar. Todas as vezes que rezar, ofereça essa lista ao Senhor. Talvez possa usar a imaginação e ver o Senhor atrás de cada pessoa. Diga: Senhor, eu perdôo a essas pessoas porque Tu perdoaste a todos e tens me perdoado. Tu os amas e Tu me amas. Agora eu também quero amar e perdoar a todos. Ao usar a imaginação desse modo, você estará orando diretamente ao Senhor. Traga ao Senhor, através de sua imaginação criadora, todos aqueles a quem você deseja estender o seu perdão.

Perdão - Chave para a cura 

O perdão é a chave para a cura. Em todas as missas podemos experimentar uma enorme cura através do perdão. No rito penitencial, nós nos abrimos para receber o perdão do Senhor e alcançar o perdão a nós mesmos e aos outros. Quando confessar a Deus suas fraquezas e falhas, peça que Ele lhe dê a revelação do porquê você faz as coisas que faz. Submeta-se humildemente ao poder do Espírito Santo de modo que, pela graça, você possa  ser levado ao verdadeiro arrependimento e estar pronto a aceitar o perdão do Senhor. Quando aceitar o perdão do Senhor, esteja preparado para estender esse perdão aos outros. "Suportai-vos uns aos outros e perdoai-vos mutuamente, toda vez que tiverdes queixa contra outrem. Como o Senhor vos perdoou, assim perdoai também vós" (Cl 3,13).  

Fonte: Caminhando na Luz ( Ann Ross Fitch e Pe. Paul Robert DeGrandis, S.S.J.)

Comentários

Postagens Mais Visitadas do Mês

Postagens mais visitadas

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Nas postagens antigas há diversas orações, do antigo programa de rádio Momento de Fé do Padre Marcelo Rossi.

Todas estão no Marcador "Orações-Momento de Fé".

Este Blog não é do Padre Marcelo Rossi; para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele :

1) Padre Marcelo Rossi


2) Facebook Padre Marcelo Rossi


Obrigada - Adriana dos Anjos/Devoção e Fé Blog