CNBB e ACN promovem jornada de oração pela Nicarágua.

Dom Rolando Álvarez vigiado pela polícia em 4 de agosto de 2022. Foto: Diocese de Matagalpa.

REDAÇÃO CENTRAL, 30 ago. 22 / 03:41 pm (ACI).- A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e a Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre (ACN) farão no dia 1º de setembro a Jornada de Oração e Missão pela Paz na Nicarágua.

A Igreja na Nicarágua vem sendo perseguida pelo governo do presidente Daniel Ortega, ex-líder guerrilheiro que soma 29 anos no poder. Há um bispo, padres, seminaristas e religiosos presos. Oito emissoras de rádios católicas foram fechadas por ordem do governo. Vários religiosos foram expulsos do país.

“A Organização dos Estados Americanos (OEA), e representantes do Vaticano pediram o fim da violência contra a Igreja e a perseguição aos católicos. Esta jornada de oração convida à oração por esta situação vivida neste país centro-americano”, diz vídeo postado pela CNBB.

Segundo padre Daniel Rochetti, assessor da Comissão Episcopal Pastoral para Ação Missionária e Cooperação Intereclesial da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), “a Jornada de Oração e Missão faz parte de uma série que coloca o valor da oração como agir missionário e propõe que cada cristão católico dedique um tempo do dia para rezar por determinado país”.

---

Comentários

Newsletter

Receba novos posts por e-mail: