Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Manter tradições mortas é perigoso para a Igreja, diz o papa Francisco

O papa Francisco participa de conferência sobre Pacto Global pela Educação / Vatican Media

Vaticano, 02 jun. 22 / 02:00 pm (ACI).- O papa Francisco criticou na quarta-feira (1º) as pessoas que “se dizem guardiãs de tradições, mas de tradições mortas”, dizendo que não avançar é perigoso para a Igreja hoje. Francisco falava aos organizadores de uma conferência sobre educação. Para Francisco é vital progredir “extraindo das raízes”.

A conferência foi organizada para avaliar o trabalho realizado até agora em relação ao Pacto Global pela Educação proposto por Francisco.

“Agradeço-vos por tudo o que fazeis a serviço da educação, que é também a contribuição específica que estais a oferecer ao processo sinodal da Igreja. Continuem caminhando nessa direção, do passado para o futuro, crescimento contínuo”, disse.

“E esteja atento ao ‘retrocesso’ tão em voga hoje, que nos faz pensar que, dando um passo atrás, podemos preservar o humanismo”, acrescentou o papa.

Francisco disse que “há a moda – em todas as épocas, mas nesta época da vida da Igreja eu considero perigosa – que em vez de buscar nas raízes para avançar – o que significa boas tradições – nós 'recuamos', não subindo ou descendo, mas para trás”.

“Esse ‘retrocesso’ nos torna uma seita; faz você "fechar" e corta seus horizontes. Essas pessoas se autodenominam guardiãs de tradições, mas de tradições mortas.”

O Papa Francisco sublinhou que “a verdadeira tradição católica cristã e humana … cresce, progride”.

Guardiães da tradição, Traditionis custodes, em latim, é o título e as duas primeiras palavras do motu proprio com o qual o papa restringiu drasticamente o uso da liturgia tradicional, em julho do ano passado. “Guardiães da tradição, os bispos, em comunhão com o bispo de Roma, constituem o princípio visível e o fundamento da unidade nas suas Igrejas particulares”, começa o documento.

Na conferência de quarta-feira, o papa disse que a verdadeira tradição é “o que aquele teólogo do século V descreveu como um crescimento constante: ao longo da história, a tradição cresce, progride: ut annis consolidetur, dilatetur tempore, sublimetur aetate”.

Francisco se referia a são Vicente de Lerins, que escreveu sobre o desenvolvimento do ensinamento da Igreja, dizendo que ele “se solidificou ao longo dos anos, se estendeu com o tempo e refinou com a idade”. O papa já fez essa citação várias vezes desde sua eleição em 2013, inclusive em uma carta sobre a encíclica Amoris laetitia em 2018.

O papa não mencionou a liturgia ou a doutrina católica em seu discurso de 1º de junho, mas concentrou seu discurso na educação. “A educação, por sua vez, está sempre enraizada no passado, mas não para por aí: é direcionada para ‘iniciativas voltadas para o futuro’, onde o velho e o novo convergem para criar um novo humanismo”, disse.

Francisco disse que a Eneida, de Virgílio, um dos maiores poetas da língua latina, contém uma imagem que “pode servir para ilustrar a missão dos educadores, que são chamados a preservar o passado … e guiar os passos dos jovens para o futuro”.

“Um exemplo eloquente de como enfrentar a crise pode ser encontrado na figura épica de Enéias, que em meio às chamas de sua cidade em chamas, carrega nos ombros seu pai idoso Anquises e pega o jovem filho Ascânio pela mão, levando os dois para a segurança”, disse Francisco.

“Enéias se salva, mas não sozinho. Ele traz consigo seu pai, que representa seu passado, e seu filho, que representa o futuro. E assim ele segue em frente”, acrescentou.

Segundo o papa, essa representação da tradição sendo respeitada e preservada o lembrou o que o compositor austríaco Gustav Mahler (1860-1911) disse: ‘A tradição é a garantia do futuro’, não uma peça de museu.

---

Comentários

Receba Notícias do Blog em seu E-mail

Receba novos posts por e-mail:

Postagens Mais Visitadas do Mês

Beato Carlo Acutis

Clique na imagem para visualizar a oração


***
»Do prefácio de S. Ex.ª Rev.ma Card. Angelo Comastri

"Estar sempre com Jesus, este é o meu projeto de vida".
Com estas poucas palavras, Carlo Acutis esboça a distinta característica de sua breve existência:
viver com Jesus, por Jesus, em Jesus».


Pedidos de Oração no Site Oficial

Postagens mais visitadas

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Nas postagens antigas há diversas orações, do antigo programa de rádio Momento de Fé do Padre Marcelo Rossi.

Todas estão no Marcador "Orações-Momento de Fé".

Este Blog não é do Padre Marcelo Rossi; para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele :

1) Padre Marcelo Rossi


2) Facebook Padre Marcelo Rossi


Obrigada - Adriana dos Anjos/Devoção e Fé Blog