Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Perdi minha aliança de casamento. E agora?


Pexels | CC0

Marzena Wilkanowicz-Devoud - publicado em 24/09/20

5 dicas para te ajudar a encontrar esse objeto que tem o poder de livrar os relacionamentos da ação de Satanás

As histórias que terminam com final feliz são comoventes. É o caso da saga de Francine e Émile, um casal belga que vive junto há 59 anos. Alguns meses depois do casamento, Émile, que é agricultor, perdeu sua aliança no campo e não conseguiu mais encontrá-la. Porém, um pesquisador de metais da região achou o objeto recentemente.
A alegria do agricultor, que tem 81 anos, foi ainda maior quando ele notou que os nomes e a data do matrimônio gravados no anel estavam perfeitamente legíveis.

Embora Francine e Émile tenham esperado quase 60 anos para reencontrar a aliança, há muitos outros exemplos que mostram que não é preciso ficar revirando bravamente o sofá para achar o objeto; mais importante é manter a calma para procurar.
Separamos alguns conselhos para colocar todas as probabilidades a seu favor na hora de recuperar a aliança perdida.

1 - CONFIE NA SUA MEMÓRIA

Segundo os cientistas, nosso cérebro tem um “modo busca”, ou seja, ele é capaz de concentrar-se na tarefa de encontrar um objeto perdido. Na prática, é preciso recorrer mentalmente o caminho feito no seu dia, lembrando dos momentos em que o objeto agora perdido aparecia.

A primeira causa de perda de uma aliança é o fato de ela se deslizar do dedo pelo efeito da água. Neste caso, tente desenroscar o sifão da pia onde você costuma lavar as mãos e veja se o anel está enroscado por lá.
Perder a aliança em piscinas, lagos e no mar também é comum. Neste caos, procure o setor de achados e perdidos de clubes ou veja os anúncios em sites da sua região. Geralmente quem acha uma aliança costuma postar a foto para tentar encontrar o dono.

Também é importante verificar bolsos, mangas e forros. As alianças podem se enroscar nos tecidos. Não se esqueça dos sapatos, de arrastar móveis, levantar cobertas. Nunca pense: “é impossível ela estar aqui”. A experiência mostra que a aliança pode ir parar nos lugares mais improváveis.

2 - PROCURE NO ACHADOS E PERDIDOS

Depois de lembrar todo os caminho que você fez com sua aliança e não a reencontrar, entre em contato com todos os lugares por onde você passou. Uma simples ligação telefônica pode ajudar a encontrar o objeto perdido. A maioria dos restaurantes, escritórios executivos, shoppings e lojas têm um departamento de achados e perdidos. Se um funcionário achou, a probabilidade de ele guardar a sua aliança é grande. 

3 - PUBLIQUE NAS REDES SOCIAIS

As redes sociais, nos últimos anos, se tornaram grandes aliados na busca de objetos valiosos perdidos. Há, inclusive, grupos no Facebook dedicados a alianças de casamento perdidas e encontradas.
Os pequenos anúncios podem dar a volta ao mundo em poucas horas. As comunidades de ajuda mútua permitem transmitir a informação muito mais rapidamente e colocam em contato os desafortunados proprietários com seus salvadores inesperados.

4 - INFORME SUA PARÓQUIA

Como a aliança é um símbolo religioso, algumas pessoas têm o hábito de entregar a aliança na paróquia mais próxima. Por isso, vale a pena passar na igreja que fica perto dos lugares que você percorreu no dia em que perdeu o objeto.

5 - FAÇA UMA ORAÇÃO A SANTO ANTÔNIO

Santo Antônio é muito procurado por quem perdeu algum objeto. Aqui está uma oração conhecida por sua grande eficácia:
“Glorioso Santo Antônio, tu exerceste o divido poder de encontrar coisas pedidas. Ajuda-me a encontrar a graça de Deus e a me tornar Seu devoto. Permite-me encontrar o que perdi e, desta maneira, ensina-me a graça da tua bondade. Amém.”

Fonte: Aleteia

Comentários

Postagens Mais Visitadas do Mês

Postagens mais visitadas

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Nas postagens antigas há diversas orações, do antigo programa de rádio Momento de Fé do Padre Marcelo Rossi.

Todas estão no Marcador "Orações-Momento de Fé".

Este Blog não é do Padre Marcelo Rossi; para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele :

1) Padre Marcelo Rossi


2) Facebook Padre Marcelo Rossi


Obrigada - Adriana dos Anjos/Devoção e Fé Blog