Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

No túmulo de São Francisco, o Papa assina a Encíclica “Fratelli tutti”


Na tarde deste sábado, em Assis, Francisco celebrou a missa e assinou a sua terceira Encíclica, agradecendo a Primeira Seção da Secretaria de Estado pelo trabalho realizado na preparação do documento.

Debora Donnini/Mariangela Jaguraba – Vatican News

É um lugar pequeno, um lugar de recolhimento, mas visitado todos os anos por milhares de pessoas dos quatro cantos da terra. Na cripta da Basílica inferior, o Papa Francisco celebrou a missa e no final, no túmulo do Pobrezinho de Assis, assinou a sua terceira Encíclica, “Fratelli tutti”, dedicada à fraternidade e à amizade social, valores imprescindíveis para restaurar a esperança e o impulso a uma humanidade ferida também pela pandemia da Covid-19. Uma encíclica que extrai o seu nome das palavras escritas por São Francisco e que será apresentada neste domingo (04/10).

Gratidão à Primeira Seção da Secretaria de Estado

O Papa Francisco não fez a homilia. A oração, o silêncio e a simplicidade marcaram esta visita que, por vontade do Papa devido à situação de saúde, se realizou sem nenhuma participação dos fiéis, seguindo as palavras da liturgia dedicada a São Francisco, na véspera da Festa do Pobrezinho de Assis. Pouco antes da assinatura, o Papa agradeceu à Primeira Seção da Secretaria de Estado que trabalhou na redação e tradução da Encíclica.
Agora, assinarei a Encíclica que o monsenhor Paolo Braida, encarregado das traduções e também dos discursos do Papa, na Primeira Seção, traz ao altar. Ele supervisiona tudo e por isso que eu quis que ele estivesse presente aqui hoje e me trouxesse a Encíclica. Vieram com ele dois tradutores: pe. Antônio, tradutor da língua portuguesa, que traduziu do espanhol para o português; e o pe. Cruz que é espanhol e supervisionou um pouco as outras traduções do original em espanhol. Faço isso como um sinal de gratidão a toda a Primeira Seção da Secretaria de Estado que trabalhou nesta redação e tradução.

Esta é a quarta vez que o Papa vai a Assis

O Papa Francisco chegou no início da tarde ao Sagrado Convento, adjacente à Basílica que desde 1230 abriga os restos mortais do santo da Úmbria e leva o seu nome. O Pontífice foi recebido pelo custódio do Sagrado Convento de Assis, pe. Mauro Gambetti. A celebração eucarística contou com a participação de cerca de vinte frades, alguns religiosos, junto com o bispo da diocese, Domenico Sorrentino, e o cardeal Agostino Vallini, legado pontifício para as basílicas de São Francisco e Santa Maria dos Anjos, em Assis. Esta é a quarta vez que o Papa Francisco vai a Assis.





O Papa assina a encíclica "Fratelli tutti" em Assis


03 outubro 2020



Papa Francisco vai a Assis e assina sua nova carta encíclica Fratelli Tutti

O Papa Francisco assina em Assis a Encíclica Fratelli tutti. Foto: Captura do Youtube

ASSIS, 03 out. 20 / 12:48 pm (ACI).- O Papa Francisco assinou, este sábado 3 de outubro no Convento de São Francisco de Assis, sua Encíclica “Fratelli tutti”, sobre a fraternidade e a amizade social.
O Pontífice se transladou na véspera da festividade de São Francisco de Assis até a localidade natal do santo italiano, onde também se encontra sua tumba, para celebrar ali a Santa Missa e assinar a Encíclica.
Antes disto, o Papa se deteve na cidade de Spello, no mosteiro das Clarissas, para realizar uma visita privada às religiosas. Ao finalizar, prosseguiu viagem até a cidade em que viveu São Francisco, chegando às 14:30h, hora da Itália.

Ali, visitou o convento das Clarissas de Assis e o convento de São Francisco, em cuja cripta, está a tumba do santo. Foi ali que presidiu a Santa Missa e assinou a sua nova Carta Encíclica.
“Fratelli tutti” (Irmãos todos) é a terceira Encíclica do pontificado de Francisco após “Lumen fidei”, publicada em 29 de junho de 2013, e “Laudato Sì”, publicada em 24 de maio de 2015. Esta é a segunda vez que o Papa Francisco assina um documento magisterial fora do Vaticano. Anteriormente, no dia 25 de março de 2019, ele foi à cidade de Loreto (Itália) para assinar a Exortação Apostólica Pós-sinodal “Christus vivit”.
Por outro lado, desde sua chegada ao papado, esta é a quarta ocasião em que o Santo Padre visita a terra natal de São Francisco, cujo nome ele adotou ao ser eleito Sumo Pontífice. Anteriormente, o Papa viajou a Assis no dia 04 de outubro de 2013, em 04 de agosto de 2016 para celebrar os 800 anos da “Festa do Perdão”, e em 20 de setembro de 2016 para a Jornada Mundial de Oração pela Paz, com a presença de representantes de diferentes religiões.
O texto da Encíclica Fratelli tutti será publicado amanhã, 04 de outubro de 2020, após a oração do Ângelus que tem início ao meio-dia, hora de Roma.

Comentários

Postagens Mais Visitadas do Mês

Postagens mais visitadas

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Nas postagens antigas há diversas orações, do antigo programa de rádio Momento de Fé do Padre Marcelo Rossi.

Este Blog não é do Padre Marcelo Rossi; para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele :

1) Padre Marcelo Rossi


2) Facebook Padre Marcelo Rossi


Obrigada - Adriana dos Anjos/Devoção e Fé Blog