Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Papa telefonou para bispo que rezou pelo fim da violência racial após morte de George Floyd


Dom Mark Seitz, Bispo de El Paso, Texas, reza pelo fim da violência racial e segura um cartaz de "Black Lives Matter", em 1º de junho. Crédito: Diocese de El Paso.

Texas, 04 Jun. 20 / 03:52 pm (ACI).- O Papa Francisco telefonou para Dom Mark Seitz, bispo de El Paso, Texas, em 3 de junho e o parabenizou por sua resposta pastoral, depois que publicamente se uniu em oração aos pedidos pelo fim da violência racial nos Estados Unidos após a morte de George Floyd.

Em declarações ao site local El Paso Matters, Dom Seitz disse que falou em espanhol com o Papa Francisco por cerca de três minutos.

O Santo Padre, contou o Prelado norte-americano, "disse que queria me felicitar".

"Expressei ao Santo Padre que considerava importante mostrar nossa solidariedade àqueles que estão sofrendo", acrescentou o Bispo de El Paso.

Vários vídeos mostram que, em 25 de maio, um grupo de policiais de Minneapolis prendeu e agrediu Floyd, um afro-americano de 46 anos, acusando-o de ter usado uma nota falsa de 20 dólares em uma loja local e de resistir à autoridade.

Um dos agentes, que atualmente está preso e acusado de assassinato em terceiro grau e homicídio culposo (involuntário), manteve seus joelhos por vários minutos no pescoço de Floyd. O homem perdeu a consciência e foi levado por paramédicos a um hospital, onde foi declarado morto.

Em 26 de maio, os quatro policiais envolvidos foram demitidos e estão sob investigação do FBI. As autoridades apresentaram acusações contra os quatro agentes.

Dom Seitz foi o primeiro bispo católico dos Estados Unidos a participar dos protestos contra a injustiça racial e a brutalidade policial que se espalharam por todo o país após a morte de Floyd.

Em 1º de junho, junto com um grupo de sacerdotes de sua diocese, Dom Seitz se ajoelhou por nove minutos em oração silenciosa em memória de Floyd. O Bispo segurou um cartaz com a inscrição "Black Lives Matter" (As vidas de negros importam).

No mesmo dia em que o Papa Francisco telefonou para Dom Seitz, também ligou para o Arcebispo de Los Angeles, Dom José Gomez, presidente da Conferência dos Bispos Católicos dos Estados Unidos (USCCB).

O Santo Padre fez a ligação para Dom Gomez em 3 de junho para expressar suas orações e solidariedade com os norte-americanos.

O Santo Padre disse que estava rezando, especialmente pelo Arcebispo Bernard Hebda e pela igreja local em Minneapolis-St. Paul”, escreveu Dom Gómez, em 3 de junho, em uma carta aos bispos norte-americanos.

O Papa Francisco, acrescentou, "agradeceu aos bispos pelo tom pastoral da resposta da Igreja às manifestações em todo o país em nossas declarações e ações desde a morte de George Floyd. Assegurou-nos suas orações e proximidade nos dias e semanas seguintes".

Na manhã de quarta-feira, o Papa Francisco se comunicou com os católicos norte-americanos por meio de uma transmissão ao vivo durante sua audiência geral.

O Santo Padre disse que está rezando pela alma de George Floyd e por todas as vítimas do racismo. Ele também disse que nada se ganha com a violência.

"Rezemos pelo conforto das famílias e dos amigos que estão de coração partido, e rezemos pela reconciliação nacional e pela paz que ansiamos", disse.

Publicado originalmente em ACI Prensa. Traduzido e adaptado por Nathália Queiroz.

Fonte: ACI digital

Comentários

Postagens Mais Visitadas do Mês

Postagens mais visitadas

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Nas postagens antigas há diversas orações, do antigo programa de rádio Momento de Fé do Padre Marcelo Rossi.

Todas estão no Marcador "Orações-Momento de Fé".

Este Blog não é do Padre Marcelo Rossi; para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele :

1) Padre Marcelo Rossi


2) Facebook Padre Marcelo Rossi


Obrigada - Adriana dos Anjos/Devoção e Fé Blog