Torre e fachada de igreja desabam em Varre-Sai (RJ) - Devoção e Fé - Blog Católico

sábado, 15 de fevereiro de 2020

Torre e fachada de igreja desabam em Varre-Sai (RJ)

Desabamento na Igreja de São Sebastião, em Varre-Sai / Foto: Isabela Louvain Fabri Moraes

RIO DE JANEIRO, 14 Fev. 20 / 10:00 am (ACI).- A torre e a fachada da Igreja de São Sebastião, em Varre-Sai (RJ), desabaram na noite de quinta-feira, 13 de fevereiro, após chuvas que atingiram a região; no momento do desmoronamento, não havia ninguém no templo, portanto, não há vítimas.

Em nota publicada na página de Facebook da Paróquia São Sebastião de Varre-Sai, o pároco, Pe. Rogério Cabral, assinalou que a fachada estava “já deteriorada pelo tempo e tão exigente de intervenções” e que “não suportou as intempéries do tempo que sobreveio sobre nossa região”.

De acordo com o sacerdote, “graças a Deus, não havia qualquer pessoa no local e ninguém ficou ferido”.

ACI Digital@acidigital

Rezemos pelos nossos irmãos em Varre-Sai (RJ). Fotos: Isabela Louvain Fabri Moraes





10:11 AM - Feb 14, 2020

Twitter Ads info and privacy

See ACI Digital's other Tweets

“É hora de unirmos forças porque a Igreja de Cristo, que somos todos nós batizados, agora mais do que nunca, tomará para si a missão de reconstruir da Matriz que é a expressão de nosso amor eclesial nesta cidade”, acrescentou, ao convocar “todos a rezarem e implorarem a misericórdia de Deus”.

Por sua vez, a Diocese de Campos – à qual pertence a paróquia de Varre-Sai – explicou que “diante da chuva, aliado ao estado de conservação, a torre da fachada da Igreja Matriz de São Sebastião” cederam. A área foi logo interditada e isolada por equipes dos bombeiros e da defesa civil.

A Diocese, por meio de seu bispo Dom Roberto Ferrería Paz, afirma se unir “em oração a todos os fiéis da cidade de Varre-Sai, onde juntos reconstruiremos a Igreja Matriz de São Sebastião”.

Segundo a Diocese de Campos, em dezembro do ano passado, chegou a ser apresentado um projeto de reforma, ampliação e decoração do templo, porém, não deram início às obras porque o documento de autorização por parte dos órgãos ambientais ainda não havia sido liberado.

“A Igreja Matriz é a única da Diocese construída em área de preservação particular, pertencente à própria Paróquia, portanto, necessita de liberação ambiental, que ainda não tinha sido realizada, mesmo diante de todos os documentos já apresentados”, informa a nota, reforçando que “a Diocese de Campos acompanha o processo de reforma e reconstrução da Igreja”.

Além disso, assinala que, após esse desabamento, “os fiéis do município não estão desassistidos”, pois “todas as celebrações foram transferidas para a co-matriz de Santa Filomena, que foi reformada recentemente pelo pároco Pe. Rogério Cabral Caetano”.

Fonte: ACI digital



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Para ajudar, tenho colocado as orações do programa de rádio Momento de Fé, porém muitos estão se confundindo e achando que meu blog é do Padre Marcelo Rossi. Irmãs(os), este blog não é do Padre Marcelo Rossi, para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele : 1) Padre Marcelo Rossi 2) Facebook Padre Marcelo Rossi

Obrigada - Adriana dos Anjos/Devoção e Fé Blog