A triste despedida do piloto que carregava a imagem de Cosme e Damião no capacete - Devoção e Fé - Blog Católico

terça-feira, 19 de novembro de 2019

A triste despedida do piloto que carregava a imagem de Cosme e Damião no capacete


Reprodução / Instagram

Beatriz Camargo | Nov 19, 2019

Nome conhecido no automobilismo, Tuka Rocha morreu em decorrência dos ferimentos que sofreu em acidente aéreo

Apaixonado por velocidade, o paulistano Christiano “Tuka” Rocha iniciou sua carreira como piloto de kart aos 14 anos e rapidamente despontou na modalidade após vencer vários campeonatos e, inclusive, ter conquistando o tricampeonato brasileiro da categoria.

Foi nessa época, após comemorar uma de suas primeiras grandes vitórias, que ele desenvolveu sua devoção a São Cosme e São Damião. Ao fim da corrida, o jovem piloto notou que havia uma imagem dos santos no box de sua equipe e, desde então, passou a carregar os padroeiros das crianças por onde ia.

Ao longo dos anos, o amadurecimento do piloto foi marcado por mudanças de categorias dentro do automobilismo: foi piloto na Fórmula 3 sul-americana e em categorias de monopostos na Europa, disputou a F-3000 italiana, onde alcançou quatro pódios na categoria, e também competiu nas extintas A1GP e Superleague Fórmula.

Em 2011 ingressou na Stock Car e sua fé passou por uma grande provação: durante uma prova no Rio de Janeiro seu carro pegou fogo e, para se salvar, Tuka teve de abrir a porta e pular com o carro em movimento, em plena reta com a prova em andamento. Ao vistoriar os danos sofridos pelo carro, o fervoroso piloto se deparou com a imagem de Cosme e Damião intacta. Comovido pelo acontecimento, decidiu pintar a imagem dos santos em seu capacete de competição.

Em 2018, quando já era reconhecido como um astro da categoria, Tuka deixou a Stock Car para alçar novos voos. Apaixonado por crianças, ele fundou a Tuka Racing School, escola de pilotagem de kart voltada à formação de pequenos pilotos. A iniciativa contava com o apoio Instituto Ayrton Senna e, inclusive, era identificada com a imagem do Senninha, personagem inspirado no tricampeão mundial, Ayrton Senna.

Desde então, fotos ao lado de crianças passou a ser algo comum em suas postagens nas redes sociais. E foi por um notável gesto com uma delas que o ex-piloto será eternamente lembrado por amigos e familiares após a sua morte: em meio à tragédia aérea que sofreu com um grupo de amigos, Tuka – mesmo ferido – ajudou a salvar Eduardo Brandão, de 6 anos, o mais jovem entre os passageiros do jato bimotor modelo Cessna C550 que caiu Barra Grande, no distrito de Maraú (BA), no dia 14 de novembro de 2019

Com boa parte do corpo queimado e uma intoxicação pulmonar severa por conta do incêndio causado pelo acidente, o ex-piloto não resistiu. Ele foi a terceira vítima fatal do acidente – entre as outras 7 vítimas sobreviventes está “Duduzinho”, que segue internado em estado grave.

Em meio à comoção pela sua morte e as inúmeras mensagens de despedida registradas por colegas do automobilismo nas redes sociais está a homenagem escrita pelo piloto brasileiro Felipe Massa:

“Descanse em paz, Tukinha. Estou muito triste com a perda de um irmão como você e de outras pessoas que estavam juntos nesse trágico acidente. Você foi um herói em voltar para salvar a vida de uma criança que estava no avião. Que Deus te receba de braços abertos. Do fundo do meu coração. Muita força para seus familiares, para os que estão machucados e todos que estão sofrendo. Descanse em Paz, maninho.”

Fonte: Aleteia



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Para ajudar, tenho colocado as orações do programa de rádio Momento de Fé, porém muitos estão se confundindo e achando que meu blog é do Padre Marcelo Rossi. Irmãs(os), este blog não é do Padre Marcelo Rossi, para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele : 1) Padre Marcelo Rossi 2) Facebook Padre Marcelo Rossi

Obrigada - Adriana dos Anjos/Devoção e Fé Blog