Halloween é uma brincadeira inofensiva? De forma alguma, responde exorcista - Devoção e Fé - Blog Católico

quinta-feira, 31 de outubro de 2019

Halloween é uma brincadeira inofensiva? De forma alguma, responde exorcista


Por Abel Camasca

Foto referencial de Halloween / Pixabay (Domínio Público)

REDAÇÃO CENTRAL, 31 Out. 19 / 05:00 am (ACI).- “É a grande festa do mundo do oculto, o ano novo dos satanistas, conhecido como a festa deste deus das trevas”, declarou ao canal de televisão italiano TV 2000 o Pe. Aldo Buonaiuto, sacerdote exorcista e autor do livro “Halloween. O truque do diabo”.

O presbítero expressou diante das câmaras que é importante compreender a instituição da festa de Todos os Santos no dia 1º de novembro, já que foi o Papa Gregório IV, por volta do ano 834, que a transferiu do dia 13 de maio para esta data, justamente a fim de deter a tradição que chegava da Irlanda e que adora o mundo das trevas e dos mortos.

Deste modo, destacou que atualmente tudo está relativizado, unido ao tétrico, à violência, ao horror, ao sangue e em forma de brincadeira.

“Nas escolas, eu escuto diferentes pais que nos falam de crianças que estão horrorizadas, têm pesadelos à noite e outras crianças que não entendem mais a diferença entre a vida e a morte”, lamentou Pe. Buonaiuto.

Em declarações a Interris.it, Pe. Buonaiuto disse que o livro procura “informar, educar e prevenir os perigos, um subsídio para os pais e educadores, para os catequistas e para os sacerdotes, assim como para as crianças, de maneira que exista consciência a respeito dos significados dos símbolos ocultos e satânicos deste carnaval do horror, que não deve ser trivializado”.

Sobre a tradição do “doce ou travessura” que as crianças dizem ao pediram caramelos de casa em casa no Halloween, advertiu que “esconde algo muito mais sério e preocupante do que podemos ver. No antigo culto pagão dos druidas, ‘trick or treat’, significava a ‘maldição ou sacrifício’: a obrigação de oferecer presentes aos sacerdotes do deus da morte, a fim de evitar vinganças do além”.

“Através desta conhecida moda festiva, difundem o prazer pelo horror como algo normal, a sedução de algo macabro, sentir mais atração pela morte do que pela vida. Está profanando o significado da morte. Como escrevi no livro, o truque do diabo é um doce mortal para a alma”.

Por outro lado, o sacerdote também criticou o aspecto comercial deste evento, muito seguido pelos jovens. “Na Europa, o lucro econômico com a ‘noite de bruxas’ supera os 400 milhões de euros”, assinalou.

“Trata-se de um fenômeno daninho, no plano social, antropológico e cultural: uma proposta de valores negativos, vinculados a uma visão materialista e utilitarista da vida e do prazer. E é uma profanação da verdadeira festa, cristã, do culto aos Santos, da devoção por homens e mulheres que trataram de imitar o exemplo perfeito de Jesus no amor ao próximo e no respeito aos mandamentos divinos”.

O sacerdote exorcista Aldo Buonaiuto é antropólogo, demonólogo e coordenador do Serviço Anti-Seitas da Comunidade Papa João XXIII. Estudou filosofia e teologia no Pontifício Ateneu “São Anselmo” (Roma) e antropologia teológica no Pontifício Ateneu Teresianum (Roma).

Fonte: ACI digital



Halloween pode ser porta aberta ao mal e ao diabo, adverte exorcista

Demônio. Crédito: Flickr-EstitxuCartonCC-BY-SA-2.0 / Abóbora de Halloween. Crédito: Pixabay

LONDRES, 31 Out. 19 / 10:00 am (ACI).- Pe. Jeremy Davie, um exorcista octogenário que desde o final da década de 1970 se dedica ao ministério do exorcismo na Arquidiocese de Westminster (Inglaterra), disse que o Halloween pode ser uma porta aberta ao mal e ao diabo.

"Eles (aqueles que celebram o Halloween) começam com brincadeiras, mas isso pode levar as pessoas a não acreditarem no diabo e nos espíritos malignos e isso, por sua vez, pode levar à perda da fé cristã", disse o sacerdote em uma entrevista recente concedida à KV Turley de National Catholic Register.

"A leviandade nesses assuntos é fatal, pois brincar com o mal sob o pretexto de que não é real é permitir que o mal entre", indicou o sacerdote que realiza algum tipo de exorcismo toda semana na zona central de Londres. Além disso, indicou, o mal também pode entrar onde há um interesse doentio pelo oculto, o que pode levar "a uma intrusão da influência demoníaca".

O sacerdote destacou que flertar com o oculto "não precisa ser algo profundo para ser mortal". Qualquer "tolerância das práticas ocultas faz parte de um terrível engano" nascido do diabo. Não existe, continuou, uma “gradação” nestes assuntos.

Isso pode acontecer através de "qualquer pecado, mas com os pecados particularmente relacionados com o sobrenatural e com o pecado grave – como o aborto e a pornografia – e qualquer coisa contra nossa natureza criada, incluindo o campo da moral sexual”.

O exorcista, ordenado sacerdote em 1974, também assinalou que "Halloween é uma boa oportunidade para ensinar a fé e nos ajudar – especialmente às crianças – a entender a realidade do mal e a verdade de Cristo e de sua Igreja". É também uma ocasião para "ensinar contra" o feriado usando a Palavra de Deus e "o claro ensinamento da Igreja".

Essa data, continuou, também é uma ocasião para "advertir o mundo não apenas para evitar o Halloween, mas também uma oportunidade para falar às pessoas de Cristo”.

Sobre aqueles que não acreditam no diabo, o sacerdote afirmou que “é fatal para a fé e a salvação não acreditar em uma parte da Revelação. Todas as suas partes são importantes e essenciais. Acreditar que Satanás é um anjo caído – de fato, o líder dos anjos caídos – é uma parte essencial da revelação divina”.

"Se Deus nos pede para fazer um trabalho, então Ele nos protegerá", concluiu.

Fonte: ACI digital



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Para ajudar, tenho colocado as orações do programa de rádio Momento de Fé, porém muitos estão se confundindo e achando que meu blog é do Padre Marcelo Rossi. Irmãs(os), este blog não é do Padre Marcelo Rossi, para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele : 1) Padre Marcelo Rossi 2) Facebook Padre Marcelo Rossi

Obrigada - Adriana dos Anjos/Devoção e Fé Blog