Orações do Motorista à São Cristovão - Devoção e Fé - Blog Católico

quinta-feira, 25 de julho de 2019

Orações do Motorista à São Cristovão


São Cristóvão de Licia é um mártir importante na história do cristianismo do Oriente e do Ocidente, que viveu durante o governo de Décio, terceiro imperador romano, por volta do ano 250 d.C. Ele é considerado padroeiro dos peregrinos, viajantes, motoristas e transportadores em geral.

1 - Oração do Motorista à São Cristovão

São Cristóvão, que uma vez pudestes carregar o fardo preciosíssimo do Menino Jesus, e por isso, com razão, sois venerado e invocado como celeste protetor e ministro do trânsito, abençoai o meu carro.

Dirigi minhas mãos, meus pés, meus olhos. Zelai pelos meus freios e pneumáticos, guiai minhas rodas. Preservai-me das ocasiões de perigo e de pneus que estouram, protegei-me em curvas perigosas, defendei-me contra cachorros soltos e pedestres imprudentes.

Fazei-me cortês para com os outros motoristas, atencioso(a) com a polícia, cuidadoso(a) nas vias públicas, atento(a) nas encruzilhadas e sempre sóbrio(a), para um dia com toda a segurança, porém não antes do dia por Deus marcado, possa chegar à garagem celeste, onde, depois de ter parado meu carro entre as estrelas, louvarei para sempre o nome do Senhor e a mão guiadora do meu Deus. Assim seja.

São Cristóvão, protegei a nós e nossos carros, nas ruas e nas estradas. Acompanhai-nos nas nossas viagens e excursões.

2 - Prece a São Cristovão 
(Bênção ao motorista e ao veículo)

Tiveste a graça de ter o Menino Jesus no colo, meu glorioso São Cristóvão, e assim pudestes transportar com alegria e dedicação aquele que soube morrer na cruz e nos dar a vida pela Ressurreição.

Dignai-vos, pelos poderes concedidos por Deus a vós, de abençoar e santificar nosso veículo. Fazei que o usemos de um modo consciente e que não causemos nenhum dano ao próximo por meio do volante.

Se viajarmos, acompanhai-nos com vossa poderosa proteção. Falai a Deus por nós para que ele mande todos os anjos, potestades e milícias celestes para nos guiar e proteger. Na rua, transformai o nosso olhar como o da águia para que vejamos tudo com o máximo de cuidado e atenção.

São Cristóvão protetor, seja nosso companheiro na direção, dai-nos paciência no trânsito e que consigamos servir sempre a Deus e aos irmãos, por intermédio do benefício de nosso veículo.

Tudo isso vos pedimos por Cristo, Nosso Senhor. Amém.

3 - Oração a São Cristovão 
(Para Não Sofrer Acidentes)

Acolhei o nosso pedido, São Cristóvão querido. Não permitais que nossa visão se desvie quando estivermos dirigindo, colocando em risco a nossa vida e a de nossos entes queridos, de amigos ou familiares.
Evitai, São Cristóvão, que tomemos alguma bebida alcoólica e soframos algum acidente, leve ou fatal; enfim, protegei todos os viajantes que caminham por essas estradas movimentadas e cheias de perigo, cuidando deles com vosso amor celestial e a vossa plena fé.
Sede nosso guia, São Cristóvão, e propagaremos com alegria as vossas orientações. Amém!

4 - Oração a São Cristovão 
(Contra perigos e acidentes nas viagens)

Ó glorioso mártir São Cristóvão, alma generosa que caminhaste como gigante nos caminhos da virtude, até o extremo de confessar o vosso Batismo misturando o vosso sangue ao precioso Sangue de Jesus Cristo, divino Redentor nosso. Confiados na eficácia de vossa intercessão, nós vos rogamos nos livreis de todos os perigos e acidentes nas viagens que empreenderemos durante esta vida e sobretudo na última jornada para a casa de nossa eternidade.

Amém.

5 - São Cristóvão (Protetor dos motoristas e viajantes)

Ó São Cristóvão, que atravessastes a correnteza furiosa de um rio com toda a firmeza e segurança, porque carregáveis nos ombros o Menino Jesus, fazei que Deus se sinta sempre bem em meu coração, porque então eu terei sempre firmeza e segurança no guidão do meu carro e enfrentarei corajosamente todas as correntezas que eu encontrar, venham elas dos homens ou do espírito infernal.

São Cristóvão, rogai por nós. Amém.

História

São Cristóvão é o protetor e anjo guardião dos motoristas

Todos precisamos de proteção. Dependemos de Deus. Para as situações de risco, como é o caso de quem está na direção de um veículo, não elevar o pensamento para o alto ao ocupar seu posto de pilotagem será sempre uma temeridade. Em velocidade, os motorizados ajudam a encurtar distâncias, mas ao mesmo tempo nos colocam em estado de menor segurança e adiantam situações inesperadas. A fé vem em nosso socorro: Deus é Pai. Os santos, na glória, unem nossa pobre condição humana à santidade divina e diante do trono do Altíssimo, oram por nós, imersos na intercessão de Cristo. Costume antigo entre os cristãos é solicitar a companhia orante destes irmãos que nos precederam na fé e viveram situações semelhantes às nossas. Nós os chamamos de Padroeiros.

São Cristóvão é o anjo protetor dos motoristas. Mas, além da intercessão, o fiel deve olhar para os santos procurando exemplo de vida. Cristóvão, antes de se tornar cristão, se chamava Réprobo. Era um cananeu rude, alto de estatura. Inculto, mas inteligente, desejava conhecer e servir ao rei mais poderoso da terra.

Certo dia lhe apresentaram um. Foi com ele a uma peça de teatro na qual o nome do diabo era repetido com frequência. A cada vez que o ouvia, o rei fazia o sinal da cruz. – “Por que fazes este sinal?”, perguntou Rébrobo. –Para me livrar das artimanhas do demônio”, respondeu o rei. O escravo não se conformou. “Se há alguém de quem tens medo, então não és mais poderoso que ele”. Começou então a procurar o diabo para servi-lo, admitindo ser ele o maioral da terra. Um ser bem apessoado, atraente e forte iniciou por encantar o servo gigante.

Porém, um dia andando com ele pela estrada, viu que em certo sítio, o demônio desviou caminho. Perguntou: “por que desvias?” – “Porque neste trecho há cruz igual à de um tal Jesus de quem tremo de medo”. Constatou Réprobo: “então este é maior do que ti”. Abandonou-o de imediato e andou a procura do novo rei. Encontrou-o através de um eremita que lhe falou sobre o Salvador. O cristão lhe explicou que para encontrar a Cristo era necessária a oração. O convertido entristeceu-se e disse: “não sei rezar ainda”. “Então, podes jejuar”. – “Para mim esta prática é ainda muito difícil, pois preciso de muito alimento para manter meu pesado corpo”. – “Então”, disse-lhe o catequista, “comece pela caridade e chegarás ao encontro com Cristo”. Como era alto, pôs-se misericordiosamente a transportar nos ombros pessoas que precisavam atravessar um rio sem pontes.

Certo dia, chegou à margem uma criança que com caridade pôs em travessia. Pesava muito; peso descomunal. Correu risco de não suportar e se afogar nas águas caudalosas. Ao chegar do outro lado, reclamou: “você me causou perigo e quase me levou à morte. Porque pesa tanto? Parecia-me ter o mundo inteiro sobre os ombros”. O menino então esclarece: “tranquiliza-te; sou o Cristo a quem serves. Transportastes o rei da terra, o criador do mundo”. Por isso, terminada a catequese, o santo eremita o batizou com o nome de Cristóvão, que significa Transportador de Cristo.

São Cristóvão a partir de então se tornou um cristão tão fiel e exemplar que a muitos outros converteu para Deus. Certa vez, o imperador mandou soldados para prendê-lo obrigando-o a adorar deuses pagãos. Ele, ao encontrá-los impressionou-os tão bem com sua bondade e fé que eles desistiram de prendê-lo. Cristóvão não aceitou. “Levem-me”, disse-lhes. No caminho os soldados se transformaram e se fizeram cristãos. Para levar Cristóvão a pecar, o rei mandou duas belas moças o tentarem. Uma chamava-se Nicéia outra Aquilina. Antes que elas iniciassem seus afagostatura, que alguns o achavam quase um gigante, Cristóvão lhes falou sobre a fé e a moral cristã e elas se arrependeram e pediram o batismo, deixando a vida de prostituição. Tão forte foi a conversão delas que nem diante das torturas voltaram atrás, mas enfrentaram corajosamente o martírio. Cristóvão foi perseguido, torturado, açoitado e por fim decapitado, mas nunca deixou de amar e servir ao maior e único Rei do mundo que em sua estrada teve a graça de encontrar.

Eis aí, motorista, seu patrono e seu exemplo.

São Cristóvão, rogai por nós!

Dom Gil Antônio Moreira

Fonte: Orações de Poder II / Canção Nova



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Para ajudar, tenho colocado as orações do programa de rádio Momento de Fé, porém muitos estão se confundindo e achando que meu blog é do Padre Marcelo Rossi. Irmãs(os), este blog não é do Padre Marcelo Rossi, para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele : 1) Padre Marcelo Rossi 2) Facebook Padre Marcelo Rossi

Obrigada - Adriana dos Anjos/Devoção e Fé Blog