quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Bispo responde à decisão do STF de que aborto até terceiro mês de gestação não é crime


BRASILIA, 30 Nov. 16 / 04:30 pm (ACI).- Após a maioria da primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) declarar, na terça-feira, 29, que o aborto até o terceiro mês de gestação não é crime, o Bispo de Frederico Westphalen, Dom Antonio Carlos Rossi Keller, afirmou que tal prática decreta a pena de morte aos não nascidos.

A decisão se deu quando os ministros analisavam o pedido de habeas corpus cinco funcionários de uma clínica clandestina de aborto de Duque de Caxias (RJ). Votaram no sentido de não considerar o aborto um crime os ministros Luís Roberto Barroso, Rosa Weber e Edson Fachin. Com isso, abriram um precedente para decisões de outros juízes no Brasil.

Em sua página no Facebook, Dom Antonio Keller ressaltou que “o Supremo Tribunal Federal existe para garantir o cumprimento da Constituição” e acrescentou que “a Constituição brasileira determina que, no Brasil, não há pena de morte”.

“Contrariando este princípio, por meio do aborto, decreta-se a pena de morte àqueles que tem uma única culpa: a de existir. O aborto é uma barbárie”, afirmou o Bispo.

Diante dessa realidade, Dom Antonio pontuou que “uma Sociedade que defende, justificadamente, os ovos das tartarugas, mas admite o aborto, é no mínimo uma Sociedade na qual predomina a hipocrisia”.

Por sua vez, Padre José Eduardo de Oliveira e Silva, da Diocese de Osasco (SP), observou que “justo no Advento, quando celebramos a gravidez de Nossa Senhora, satanás vem atacar os bebês”. O sacerdote lembrou ainda que na próxima semana, dia 7 de dezembro, “julgarão o aborto em caso de zika”.

Decisão do STF

Em 2014, o relator, ministro Marco Aurélio, já havia concedido liminar para soltar os cinco envolvidos no caso da clínica clandestina de aborto de Duque de Caxias, considerando que não existiam requisitos legais para a prisão preventiva.

No voto desta terça-feira, o ministro Luís Roberto Barroso concordou com os motivos do relator e declarou que os artigos do Código Penal que criminalizam o aborto nos três primeiros meses de gestação violam os direitos fundamentais da mulher, entre os quais listou: autonomia da mulher, integridade física e psíquica, direitos sexuais e reprodutivos e igualdade de gênero.

Para o ministro, “na medida em que é a mulher que suporta o ônus integral da gravidez, e que o homem não engravida, somente haverá igualdade plena se a ela for reconhecido o direito de decidir acerca da sua manutenção ou não”.

Além disso, considerou que “o direito à integridade psicofísica protege os indivíduos contra interferências indevidas e lesões aos seus corpos e mentes, relacionando-se, ainda, ao direito, à saúde e à segurança”.

O ministro afirmou ainda que “países democráticos e desenvolvidos” não criminalizam o aborto no início da gravidez e citou exemplos como Estados Unidos, Alemanha, França, entre outros.

O voto de Barroso foi seguido por Rosa Weber e Edson Fachin. Os ministros Marco Aurélio e Luiz Fux também votaram pela revogação das prisões preventivas, mas não se manifestaram sobre a descriminalização do aborto no primeiro trimestre da gestação.

A decisão da primeira Turma do STF foi considerada “extraordinária” pela secretária de Direitos Humanos, Flávia Piovesan, conhecida por sua postura a favor da descriminalização do aborto.

Em entrevista ao ‘Estado de S. Paulo’, Piovesan assumiu que no governo há uma divergência entre ela e a secretária das Mulheres, Fátima Pelaes, que é contra o aborto. “No terreno de direitos sexuais e reprodutivos, o Congresso é um ambiente desafiador. O Supremo realiza sua missão ‘contramajoritária’, preservando direitos”, acrescentou.

Comissão especial quer rever a decisão

Na madrugada desta quarta-feira, o presidente da Câmara, Rodrigo Maria (DEM-RJ), anunciou em plenário que irá instalar uma comissão especial a fim de rever a decisão do STF sobre o aborto.

“Informo ao plenário que eu já tinha conversado desse assunto com alguns líderes que, do meu ponto de vista e vou exercer o poder da presidência, toda vez que nós entendermos que o Supremo legisla no lugar da Câmara dos Deputados ou do Congresso Nacional, nós deveríamos responder ou ratificando ou retificando a decisão do Supremo, como a de hoje”, disse.

A comissão irá discutir a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 58/2011que trata de licença-maternidade no caso de bebês prematuros, mas a intenção é deixar claro no texto que o aborto deve ser considerado crime a qualquer tempo da gestação.

Em plenário, o deputado Evandro Gussi (PV-SP) declarou que a decisão do STF “trata-se de uma calorosa afronta à Constituição, que prevê a separação de poderes, que prevê que deliberações dessa ordem hão de ser feitas no âmbito do poder legislativo”.

Ressaltou ainda que “é o Código Penal que regulamente o aborto como crime contra a vida”. “O Código Penal jamais falou de aborto legal”, acrescentou, explicando que a punição é excluída apenas em casos específicos, que são: gravidez resultante de estupro, quando há risco para a vida da mãe ou de fetos com microcefalia.

Para o deputado, se “nem as penas podem passar da pessoa do condenado, quanto mais alguém decidir sobre a vida do outro, especialmente sobre a vida de um inocente, que nada fez de mal e que pagará com a pena capital”.

Fonte: ACI digital



Papa Francisco se emociona com a tragédia da Chapecoense e oferece orações


VATICANO, 30 Nov. 16 / 03:30 pm (ACI).- Ao final da Audiência Geral, o Papa Francisco dirigiu emotivas palavras de consolo aos familiares e amigos do time de futebol brasileiro Chapecoense, vítima do acidente aéreo ocorrido na madrugada de ontem na Colômbia, no qual morreram 71 pessoas e 6 sobreviveram.

O Santo Padre improvisou algumas palavras após ver na Sala Paulo VI um torcedor brasileiro levantando a camisa da Chapecoense, equipe que viajava para a Colômbia para disputar a final da Copa Sul-Americana com o Atlético Nacional de Medellín nesta quarta-feira, 30 de novembro.

“Eu também gostaria de recordar hoje a dor do povo brasileiro pela tragédia do time de futebol e rezar pelos jogadores mortos, pelas suas famílias. Na Itália, sabemos bem o que isso significa, pois lembramos o acidente aéreo de Superga, em 1949. São tragédias duras. Rezemos por eles”, expressou Francisco.

O Santo Padre se referiu ao acidente aéreo de 4 de maio de 1949, no qual a Itália perdeu 18 jogadores de futebol do Torino.

A Chapecoense tinha chegado à final da Copa Sul-Americana depois de eliminar o San Lorenzo de Almargo, time do Papa Francisco. Dos seis sobreviventes, três são jogadores da equipe brasileira, dois tripulantes e um jornalista.

Além dos membros da equipe e comissão técnica, também faleceram 20 jornalistas e sete tripulantes.

O avião caiu perto da cidade de La Unión, em Antioquia, quando se registrava um clima complicado, segundo a Aeronáutica Civil da Colômbia.


Fonte: ACI digital



Catequese do Papa Francisco sobre rezar pelos vivos e pelos mortos


VATICANO, 30 Nov. 16 / 01:00 pm (ACI).- “Rezar pelos vivos e pelos mortos” foi a última catequese do Papa Francisco no ciclo sobre a misericórdia. Na Audiência Geral desta quarta-feira, o Pontífice explicou que “rezar pelos defuntos é, antes de tudo, um sinal de reconhecimento pelo testemunho que deixaram e o bem que fizeram”.

“As catequeses, como disse no início, terminam aqui. Fizemos o percurso das 14 obras de misericórdia, mas a misericórdia continua e devemos exercitá-la destes 14 modos”, disse o Papa.

A seguir, o texto completo da catequese:

Queridos irmãos e irmãs, bom dia!

Com a catequese de hoje concluímos o ciclo dedicado à misericórdia. Mas as catequeses terminam, a misericórdia deve continuar! Agradeço ao Senhor por tudo isso e conservemos no coração como consolo e conforto.

A última obra de misericórdia espiritual pede para rezar pelos vivos e pelos defuntos. A essa podemos acrescentar também a última obra de misericórdia corporal, que convida a enterrar os mortos. Este último pode parecer um pedido estranho; e, em vez disso, em algumas partes do mundo que vivem sob o flagelo da guerra, com bombardeios que dia e noite semeiam medo e vítimas inocentes, esta obra é tristemente atual. A Bíblia tem um belo exemplo a propósito: aquele do velho Tobit que, arriscando a própria vida, enterrava os mortos apesar da proibição do rei (cfr Tb 1, 17-19; 2, 2-4). Também hoje há quem arrisca a vida para dar sepultura às pobres vítimas das guerras. Portanto, esta obra de misericórdia corporal não está distante da nossa exigência cotidiana. E nos faz pensar naquilo que acontece na Sexta-Feira Santa, quando a Virgem Maria, com João e algumas mulheres, estavam junto à cruz de Jesus. Depois da sua morte, vem José de Arimateia, um homem rico, membro do Sinédrio, mas que se tornou discípulo de Jesus, e oferece para ele o seu sepulcro novo, escavado na rocha. Foi pessoalmente a Pilatos e pediu o corpo de Jesus: uma verdadeira obra de misericórdia feita com grande coragem (cfr Mt 27, 57-60)! Para os cristãos, a sepultura é um ato de piedade, mas também um ato de grande fé. Colocamos no túmulo o corpo dos nossos entes queridos, com a esperança de sua ressurreição (cfr 1 Cor 15, 1-34). Este é um rito que permanece muito forte e sentido no nosso povo, e que encontra ressonâncias especiais neste mês de novembro dedicado em particular à recordação e à oração pelos defuntos.

Rezar pelos defuntos é, antes de tudo, um sinal de reconhecimento pelo testemunho que deixaram e o bem que fizeram. É um agradecimento ao Senhor por tê-los dado e pelo seu amor e sua amizade. A Igreja reza pelos defuntos de modo especial durante a Santa Missa. Diz o sacerdote: “Lembrai-vos, Senhor, dos vossos filhos que nos precederam com o sinal da fé e dormem o sono da paz. Dai a eles, Senhor, e a todos que repousam em Cristo, a beatitude, a luz e a paz” (Cânon romano). Uma recordação simples, eficaz, cheia de significado, porque confia os nossos entes queridos à misericórdia de Deus. Rezemos com esperança cristã que estejam com Ele no paraíso, à espera de nos encontrarmos juntos naquele mistério de amor que não compreendemos, mas que sabemos ser verdadeiro porque é uma promessa que Jesus fez. Todos ressuscitaremos e todos permaneceremos para sempre com Jesus, com Ele.

A recordação dos fiéis defuntos nunca deve nos fazer esquecer também de rezar pelos vivos que junto conosco todos os dias enfrentam as provações da vida. A necessidade desta oração é ainda mais evidente se colocamos à luz da profissão de fé que diz: “Creio na comunhão dos santos”. É o mistério que exprime a beleza da misericórdia que Jesus nos revelou. A comunhão dos santos, de fato, indica que somos todos imersos na vida de Deus e vivemos no seu amor. Todos, vivos e mortos, estamos na mesma comunhão, isso é, como uma união; unidos na comunidade de quantos receberam o Batismo e daqueles que se alimentaram do Corpo de Cristo e fazem parte da grande família de Deus. Todos somos a mesma família, unidos. E por isso rezemos uns pelos outros.

Quantos modos diferentes existem para rezar pelo nosso próximo! São todos válidos e aceitáveis a Deus se feitos com o coração. Penso de modo particular nas mães e nos pais que abençoam os seus filhos de manhã e à noite. Ainda há este hábito em algumas famílias: abençoar o filho é uma oração; penso na oração pelas pessoas doentes, quando vamos encontrá-las e rezamos por elas; na intercessão silenciosa, às vezes com lágrimas, em tantas situações difíceis pelas quais rezar. Ontem veio à Missa na Santa Marta um bravo homem, um empreendedor. Aquele homem jovem precisa fechar a sua fábrica porque não dá mais e chorava dizendo: “Eu não consigo deixar sem trabalho mais de 50 famílias. Eu poderia declarar falência da empresa: vou embora com o meu dinheiro, mas o meu coração vai chorar toda a vida por essas 50 famílias”. Eis um bravo cristão que reza com as obras: veio à Missa para rezar para que o Senhor lhe dê uma saída, não somente para ele, mas para as 50 famílias. Este é um homem que sabe rezar, com o coração e com os fatos, sabe rezar pelo próximo. Está em uma situação difícil. E não busca a saída mais fácil: “Que se arranjem eles”. Este é um cristão. Fez tão bem a mim ouvi-lo! E talvez há tantos assim hoje, neste momento em que tanta gente sofre pela falta de trabalho; penso também no agradecimento por uma bela notícia que diz respeito a um amigo, um parente, um colega…: “Obrigado, Senhor, por esta coisa bela!”, também isso é rezar pelos outros! Agradecer ao Senhor quando as coisas vão bem. Às vezes, como diz São Paulo, “não sabemos como rezar de modo conveniente, mas o próprio Espírito intercede com gemidos inexprimíveis” (Rm 8, 26). É o Espírito que reza dentro de nós. Abramos, portanto, o nosso coração, de modo que o Espírito Santo, examinando os desejos que estão no mais profundo, possa purificá-los e levar a cumprimento. No entanto, para nós e para os outros, peçamos sempre que se faça a vontade de Deus, como Pai Nosso, porque a sua vontade é, seguramente, o bem maior, o bem de um Pai que não nos abandona jamais: rezar e deixar que o Espírito Santo reze em nós. E isto é belo na vida: reze agradecendo, louvando a Deus, pedindo algo, chorando quando há qualquer dificuldade, como aquele homem. Mas o coração esteja sempre aberto ao Espírito para que reze em nós, conosco e por nós.

Concluindo estas catequeses sobre misericórdia, nos empenhemos em rezar uns pelos outros para que as obras de misericórdia corporais e espirituais se tornem sempre mais o estilo da nossa vida. As catequeses, como disse no início, terminam aqui. Fizemos o percurso das 14 obras de misericórdia, mas a misericórdia continua e devemos exercitá-la destes 14 modos. Obrigado.

Com tradução de Canção Nova

Fonte: ACI digital



Hoje Igreja celebra Santo André Apóstolo, a “ponte do Salvador” (30 de novembro)


REDAÇÃO CENTRAL, 30 Nov. 16 / 04:00 am (ACI).- Neste dia 30 de novembro, é celebrada a festa de Santo André Apóstolo, irmão de Pedro e patrono da Igreja Ortodoxa. As passagens dos Evangelhos que mostram como André aproximou algumas pessoas de Jesus lhe renderam o título de “ponte do Salvador”.

Santo André nasceu na Betsaida. De início, foi discípulo de João Batista e logo começou a seguir Jesus. Foi por intermédio dele que Pedro conheceu o Senhor. “Encontramos o Messias”, disse ao seu irmão.

Aparece ainda no episódio da multiplicação dos pães e dos peixes, quando indica a Jesus um jovem que tinha apenas cinco pães e dois peixes.

Além disso, ao lado de Filipe, dirige-se a alguns gregos e os leva a conhecer o Salvador.

A tradição assinala que, depois do Pentecostes, o apóstolo André pregou em muitas regiões e foi crucificado na Acaia, Grécia. Diz-se que a cruz em que morreu tinha forma de “X”, a qual ficou conhecida popularmente como “cruz de Santo André”.

Esta cruz recebeu as seguintes palavras do apóstolo: “Salve Santa Cruz, tão desejada, tão amada. Tira-me do meio dos homens e entrega-me ao meu Mestre e Senhor, para que eu de ti receba o que por ti me salvou!”.

Santo André é também fundador da Igreja em Constantinopla, nome antigo da atual cidade do Istambul, na Turquia.

Em um dia como este em 2014, o Papa Francisco, sucessor do Pedro, e o Patriarca Bartolomeu, herdeiro de Santo André, renovaram na Turquia os laços de irmandade entre ambas as Igrejas.

Naquela ocasião, durante a homilia, Francisco dirigiu estas palavras ao Patriarca: “Amado irmão, caríssimo irmão, estamos já a caminho, a caminho para a plena comunhão e já podemos viver sinais eloquentes de uma unidade real, embora ainda parcial. Isso nos conforta e sustenta na prossecução deste caminho”.

Por fim, declarou: “Temos a certeza de que, ao longo desta estrada, somos apoiados pela intercessão do Apóstolo André e do seu irmão Pedro, considerados pela tradição os fundadores das Igrejas de Constantinopla e de Roma. Imploramos de Deus o grande dom da unidade plena e a capacidade de o acolher nas nossas vidas. E não nos esqueçamos jamais de rezar uns pelos outros”.

Fonte: ACI digital



Vamos orar para que o amor e o poder de Jesus nos livrem da inveja-Pe Marcelo Rossi

Boa noite irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!
Hoje (30
/novembro/2016), o Padre Marcelo Rossi continuou a semana de orações com o lema: "Vamos orar para que o amor e o poder de Jesus nos afastem de toda a inveja!".
Trouxe para vocês cinco lindos cartões que o Padre Marcelo colocou no facebook.
Fiquem todos na paz de Deus, uma abençoada semana no Amor Ágape de Jesus e no Amor Materno de Nossa Senhora.
Adriana dos Anjos-Devoção e Fé

Mensagem do Padre Marcelo Rossi por E-mail:

AMADOS, INVEJA: SENTIMENTO DE COBIÇA AO VER A FELICIDADE OU A SUPERIORIDADE DE OUTRA PESSOA. SENSAÇÃO OU VONTADE INDOMÁVEL DE POSSUIR O QUE PERTENCE AO OUTRO, POR ISSO VAMOS ORAR, PARA QUE O AMOR E O PODER DE JESUS, NOS AFASTEM DE TODA A INVEJA! 
Ser alvo de inveja é muito ruim, atrapalha e incomoda. Quando somos invejados, as armas mais utilizadas contra nós são a fofoca e a intriga. Mas é importante lembrar que o invejoso também sofre, pois este sentimento o tortura o tempo todo. Por isso oremos, QUE JESUS CRISTO, NOSSO SENHOR NOS AFASTE DE TODA A INVEJA! 
Vamos lá, juntos, com a união de nossa Fé e nossa força, conseguiremos tanto nos livrar da inveja, quanto mostrar ao invejoso que ele precisa com urgência, modificar seu modo de ver o mundo a sua volta. Desejar desesperadamente ter a vida de outra pessoa é algo muito triste, quase digno de pena. Por isso nós cristãos, devemos sempre nos espelhar em Jesus e amar sem limites, pois o amor tem poder, poder de transformar o que não gostamos em nós, abrindo nosso coração para a verdadeira felicidade. Se a inveja não for rapidamente contida e controlada, só tende a piorar, pois o invejoso primeiro quer o que não tem, depois quer o que é do outro e por último quer que o outro perca o que possui. Assim vamos continuar unidos em oração e QUE O AMOR E O PODER DE JESUS, NOS AFASTEM DE TODA A INVEJA!

Amados, desça sobre todos vós a bênção de Deus Todo Poderoso em Nome: Do Pai †, e do Filho †, e do Espírito Santo †. Amém! 

"Vidas interrompidas...Vamos orar pelas famílias, por toda torcida da Chapecoense. O esporte está de luto! Espero que no dia de hoje, o único time seja o da solidariedade."







***********************

*Facebook Padre Marcelo Rossi:
**Programa Nosso Momento de Fé com Padre Marcelo Rossi: 
Rádio Globo Am/FM (ou internet) de segunda a sábado, das 9:05 às 10:05hs
**Se você não pode ouvir no horário, escute o programa gravado diariamente no site do Padre Marcelo Rossi; procure por Web Radio e clique escute (se for sua primeira vez, o site pedirá para você se cadastrar);
*Site Padre Marcelo Rossi: 




terça-feira, 29 de novembro de 2016

Evento gratuito para católicos: bate-papo com o jornalista Rodrigo Alvarez em livraria de São Paulo


Correspondente Rodrigo Alvarez conversa com devotos de Nossa Senhora Aparecida em livraria de São Paulo

No próximo dia 2 de dezembro (sexta-feira), o jornalista e correspondente Rodrigo Alvarez marcará presença na Livraria Santuário (SP) para conversar com o público sobre sua devoção e anos de pesquisas sobre Nossa Senhora Aparecida. O evento que começará às 16hs terá duração de uma hora e é gratuito. Após o bate-papo – mediado pelo Padre Evaldo de Souza – haverá uma sessão de autógrafos dos livros de sua autoria.

O jornalista e escritor já escreveu as obras: “Maria”, “Aparecida” e “Humano demais, Biografia do Padre Fábio de Melo”. Pela Editora Santuário, Alvarez colaborou com o prefácio do livro “Maria, Uma novela sobre a história da imagem antes de ter sido encontrada no Rio Paraíba em 1717”.

Em sua trajetória de pesquisa sobre a Santa, Rodrigo já viajou oito países diferentes como Israel e Turquia, onde ouviu muitos relatos e colheu materiais e documentos que foram essenciais para escrever suas obras. Atualmente ele é correspondente da Rede Globo de Televisão, na Alemanha, mas antes ele viveu alguns anos em Israel, também como correspondente, relatando os conflitos do Oriente Médio para a emissora.

A Livraria Santuário fica à Rua Barão Itapetininga, nº274 (50 metros da Estação da República), em São Paulo / SP. O evento é gratuito e não há necessidade de inscrição prévia.


Aline Brito
Jornalista
(21) 99390-4004 / 96569-5493




Padre Marcelo Rossi faz oração por vítimas da tragédia com avião que levava equipe da Chapecoense

Boa noite irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!
Hoje (29
/novembro/2016), o Padre Marcelo Rossi fez oração por vítimas da tragédia com avião que levava o time de futebol da Chapecoense. 
O avião caiu na madrugada desta terça-feira na Colômbia, para onde a equipe viajava para disputar a primeira partida da final da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional de Medellín.
Setenta e sete pessoas estavam a bordo, entre jogadores, jornalistas e tripulantes. Entre elas, 71 morreram e seis sobreviveram ao acidente. Um dia de luto para todos nós.(Fonte: BBC)

Trouxe para vocês dois cartões que o Padre Marcelo colocou no facebook.
Fiquem todos na paz de Deus, que o Amor Ágape de Jesus e o Amor Materno de Nossa Senhora console os familiares e amigos de todas vítimas nesta tragédia.
Adriana dos Anjos-Devoção e Fé

Mensagem do Padre Marcelo Rossi por E-mail:

AMADOS, COLOCANDO EM ORAÇÃO NESTA SEMANA TODOS OS MALES CAUSADOS PELA INVEJA. VAMOS ORAR PARA QUE TODOS SINTAM O AMOR DE CRISTO EM SEUS CORAÇÕES, POIS O AMOR É A PRINCIPAL MANEIRA DE CONFRONTAR ESTE MAL: QUE O AMOR E O PODER DE JESUS, NOS AFASTEM DE TODA A INVEJA! 

Coríntios, capítulo 13, versículos 4 e 5: “O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece. Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal”, por isso vamos pedir com Fé QUE JESUS CRISTO, NOSSO SENHOR NOS AFASTE DE TODA A INVEJA! Ontem colocamos neste espaço, que ter inveja do próximo é um problema pessoal de auto estima. Quem sente inveja, é por que não está satisfeito com si mesmo e deve trabalhar este problema em suas mentes. Ontem frisamos a importância de amar o simples, por que quem ama as coisas mais simples da vida, não sente inveja do próximo. Encontramos em Provérbios, capítulo 27, versículo 4: “O rancor é cruel e a fúria é destruidora, mas quem consegue suportar a inveja?” Por isso oremos: QUE O AMOR E O PODER DE JESUS, NOS AFASTEM DE TODA A INVEJA!

Amados, desça sobre todos vós a bênção de Deus Todo Poderoso em Nome: Do Pai †, e do Filho †, e do Espírito Santo †. Amém! 

"QUEM TEM DEUS NO CORAÇÃO NÃO SENTE MEDO DE NADA, POIS NÃO HÁ INVEJA E NEM MAL QUE CONSIGA SOBREVIVER SOB A LUZ DOS OLHOS DELE."


#forcachape



***********************

*Facebook Padre Marcelo Rossi:
**Programa Nosso Momento de Fé com Padre Marcelo Rossi: 
Rádio Globo Am/FM (ou internet) de segunda a sábado, das 9:05 às 10:05hs
**Se você não pode ouvir no horário, escute o programa gravado diariamente no site do Padre Marcelo Rossi; procure por Web Radio e clique escute (se for sua primeira vez, o site pedirá para você se cadastrar);
*Site Padre Marcelo Rossi: 




segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Vamos orar para que o amor e o poder de Jesus nos afastem de toda a inveja-Pe Marcelo Rossi

Boa noite irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!
Hoje (28
/novembro/2016), o Padre Marcelo Rossi iniciou a semana de orações com o lema: "Vamos orar para que o amor e o poder de Jesus nos afastem de toda a inveja!".
Trouxe para vocês dois lindos cartões que o Padre Marcelo colocou no facebook.
Fiquem todos na paz de Deus, uma abençoada semana no Amor Ágape de Jesus e no Amor Materno de Nossa Senhora.
Adriana dos Anjos-Devoção e Fé

Mensagem do Padre Marcelo Rossi por E-mail:

AMADOS, ATRAVÉS DOS INÚMEROS TESTEMUNHOS, RELATOS E CONVERSAS, NOTAMOS QUE SÃO MUITAS AS PESSOAS QUE SOFREM COM O MAL DA INVEJA, POR ISSO VAMOS ORAR PARA QUE O AMOR E O PODER DE JESUS, NOS AFASTEM DE TODA A INVEJA! 
São inúmeras as pessoas que sofrem com a inveja. Alguns sofrem por serem constantemente invejados, outros sofrem por terem a consciência de que é algo muito ruim sentir inveja, mas mesmo assim não tem controle, por isso vamos pedir QUE JESUS CRISTO, NOSSO SENHOR NOS AFASTE DE TODA A INVEJA! 
Amor-Ágape amigos. Amor à vida, amor ao mundo, amor ao próximo, amor às coisas simples do dia a dia. Esse é o segredo, essa é o caminho para combater a inveja. Quando se ama o simples, não se tem inveja de outras coisas. Sentir inveja é um problema de autoestima, gerado de um descontentamento pessoal profundo. Encontramos na Bíblia Sagrada inúmeras passagens que mostram o quanto a inveja é negativa e prejudicial. Em Gálatas, capítulo 5, versículo 26, esta escrito: “Não sejamos presunçosos provocando uns aos outros e tendo inveja uns dos outros”: QUE O AMOR E O PODER DE JESUS, NOS AFASTEM DE TODA A INVEJA!

Amados, desça sobre todos vós a bênção de Deus Todo Poderoso em Nome: Do Pai †, e do Filho †, e do Espírito Santo †. Amém! 

"Quando a presença de Deus for tudo que você tem, perceberá que tem tudo que precisa."




***********************

*Facebook Padre Marcelo Rossi:
**Programa Nosso Momento de Fé com Padre Marcelo Rossi: 
Rádio Globo Am/FM (ou internet) de segunda a sábado, das 9:05 às 10:05hs
**Se você não pode ouvir no horário, escute o programa gravado diariamente no site do Padre Marcelo Rossi; procure por Web Radio e clique escute (se for sua primeira vez, o site pedirá para você se cadastrar);
*Site Padre Marcelo Rossi: 




domingo, 27 de novembro de 2016

“Silêncio”, filme de Scorsese sobre jesuítas missionários no Japão, terá estreia no Vaticano

Estrelada por Andrew Garfield e Liam Neeson, a superprodução fala sobre a perseguição aos cristãos no Japão do século XVII.

24 de novembro de 2016
Equipe Sempre Família

O diretor Martin Scorsese – famoso por filmes como Os Infiltrados, A Ilha do Medo e O Lobo de Wall Street – fará a estreia de seu novo filme, Silêncio (Silence), no Vaticano, na próxima terça-feira (29/11), com um grupo de jesuítas.

A produção, baseada no livro de mesmo nome do escritor japonês Shusaku Endo, publicado em 1966, conta a história de padres jesuítas enviados em missão ao Japão no século XVII, num contexto de perseguição à fé cristã.

Andrew Garfield – o intérprete do Homem-Aranha nos últimos filmes do herói – interpreta o padre Sebastião Rodrigues, Adam Driver – de Lincoln e Star Wars: O Despertar da Força – faz o papel do padre Francisco Garrpe e Liam Neeson – famoso pelo papel de protagonista em A Lista de Schindler e pela voz do leão Aslan na trilogia As Crônicas de Nárnia – interpreta o padre Cristóvão Ferreira.

O filme é um velho sonho de Scorsese, que o desenvolve há 28 anos. A produção começou de fato em 2009. A história é ficcional, mas se inspira na vida real de Cristóvão Ferreira, um padre jesuíta que viveu entre 1580 e 1650 e negou a fé cristã depois de ser torturado durante a perseguição aos cristãos no Japão. O cristianismo chegou ao Japão em 1549, através do missionário jesuíta São Francisco Xavier.

Em entrevista recente ao The New York Times, Garfield contou que fez direção espiritual com um padre jesuíta e retiro de silêncio para viver o personagem. Saiba mais sobre essa preparação.

A produção estreia em 23 de dezembro nos Estados Unidos. No Brasil, a estreia está prevista para 26 de janeiro de 2017. Confira o trailer e o cartaz, lançados nesta semana:

Com informações de Vatican Insider.

Fonte: Sempre Familia







Com o Primeiro Domingo do Advento inicia o novo Ano Litúrgico


REDAÇÃO CENTRAL, 27 Nov. 16 / 04:00 am (ACI).- O primeiro domingo do Advento é o primeiro dia do novo Ano Litúrgica para a Igreja Católica e, nesta ocasião, no Evangelho (Mt 24,37-44), Jesus encoraja os fiéis a ficar “preparados. Porque, na hora em que menos pensais, o Filho do Homem virá”.

Além disso, as leituras bíblicas desta primeira semana e pregação são um convite a estar vigilantes para quando o Senhor vier. Por isso, é importante que as famílias façam um propósito que lhes permita avançar no caminho para o Natal.

Em um momento propício ou talvez depois de acender a primeira vela da Coroa do Advento, os membros da família poderiam começar revisando as relações familiares e terminar pedindo perdão a quem tenham ofendido, assim como perdoando os outros.

Este deve ser o princípio de um ano renovado que buscará seguir crescendo em um ambiente de harmonia e amor familiar, o qual também deverá se estender aos demais grupos com os quais se relaciona cotidianamente, seja na escola, no trabalho, na vizinhança etc.

Por fim, é importante recordar que o Ano Litúrgico é o conjunto das celebrações com as quais a Igreja comemora anualmente o mistério de Cristo.

O tempo do Advento, que é o primeiro período do Ano Litúrgico, tem a duração de quatro semanas, começando neste domingo, 27 de novembro, e se estende até o dia 24 de dezembro. As leituras as correspondentes ao Ano A. (Fonte: ACI digital)

O que é o Advento e como podemos vivê-lo?

REDAÇÃO CENTRAL, 23 Nov. 16 / 04:00 pm (ACI).- O Advento é o tempo de preparação para celebrar o Natal e começa quatro domingos antes desta festa. Além disso, marca o início do novo Ano Litúrgico católico e em 2016 começará no domingo, 27 de novembro.

Advento vem do latim “ad-venio”, que quer dizer “vir, chegar”. Começa com o domingo mais próximo da festa de Santo André (30 de novembro) e dura quatro semanas.

O Advento está dividido em duas partes: as primeiras duas semanas servem para meditar sobre a vinda do Senhor quando ocorrer o fim do mundo; enquanto as duas seguintes servem para refletir concretamente sobre o nascimento de Jesus e sua irrupção na história do homem no Natal.

Nos templos e casas são colocadas as coras do Advento e se acende uma vela a cada domingo. Do mesmo modo, os paramentos do sacerdote e as toalhas do altar são roxos, como símbolo de preparação e penitência. A exceção é o terceiro domingo, o Domingo Gaudete (da alegria), no qual pode se usar a cor rósea.

A fim de fazer sensível esta dupla preparação de espera, durante o Advento, a Liturgia suprime alguns elementos festivos. Na Missa, não é proclamado o hino do Glória.

O objetivo desses simbolismos é expressar de maneira tangível que, enquanto dura a peregrinação do homem, falta-lhe algo para seu gozo completo. Quando o Senhor se fizer presente no meio do seu povo, a Igreja terá chegado à sua festa completa, representada pela Solenidade do Natal.

Muitos católicos sabem do Advento, mas talvez as preocupações no trabalho, as provas na escola, os ensaios com o coral ou teatro de Natal, a arrumação do presépio e a compra dos presentes fazem com que se esqueçam do verdadeiro sentido deste tempo. Por isso, é preciso recordar que a principal preparação neste período deve ser interior, na espera da vinda de Jesus.

No tempo do Advento, faz-se um apelo aos cristãos, a fim de que vivam de maneira mais profunda algumas práticas específicas, como: a vigilância na fé, na oração, na busca de reconhecer o Cristo que vem nos acontecimentos e nos irmãos; a conversão, procurando consertar os próprios caminhos e andar nos caminhos do Senhor, para seguir Jesus em direção Reino do Pai; o testemunho da alegria que Jesus traz, através de uma caridade paciente e carinhosa para com os outros; a pobreza interior, de um coração disponível para Deus, como Maria, José, João Batista, Zacarias, Isabel; a alegria, na feliz expectativa do Cristo que vem e na invencível certeza de que Ele não falhará.

Fonte: ACI digital



Hoje é celebrada Nossa Senhora das Graças, a Virgem da Medalha Milagrosa (27 de novembro)


REDAÇÃO CENTRAL, 27 Nov. 16 / 05:00 am (ACI).- “Fazei cunhar uma medalha conforme este modelo. Todos os que a usarem, trazendo-a ao pescoço, receberão grandes graças. Estas serão abundantes para aqueles que a usarem com confiança”, disse Nossa Senhora a Santa Catarina Labouré, no dia 27 de novembro de 1830.

Foi neste ano de 1830 que a Virgem Maria apareceu para a Irmã Catarina Labouré, da Congregação das Filhas da Caridade, primeiramente na noite de 18 de junho. Um anjo despertou a religiosa e a conduziu até a capela, onde encontrou a Mãe de Deus e conversou com ela por mais de duas horas, ao final da qual Maria lhe disse: “Voltarei, minha filha, porque tenho uma missão para te confiar”.

No dia 27 de novembro do mesmo ano, a Santíssima Virgem voltou a aparecer para Catarina. A Mãe de Deus estava com uma veste branca e manto azul. Conforme relatou a religiosa, era de uma “beleza indizível”. Os pés estavam sobre um globo branco e esmagavam uma serpente.

Suas mãos, à altura do coração, seguravam um pequeno globo de ouro, coroado com uma pequena cruz. Levava nos dedos anéis com pedras preciosas que brilhavam e iluminavam em toda direção.

A Virgem olhou para Santa Catarina e lhe disse: “O globo que vês representa o mundo inteiro, especialmente a França e cada alma em particular. Estes raios são o símbolo das graças que Eu derramo sobre as pessoas que me pedem. As pérolas que não emitem raios são as graças das almas que não pedem”.

O globo de ouro que a Virgem Maria estava segurando se desvaneceu e seus braços se estenderam abertos, enquanto os raios de luz continuavam caindo sobre o globo branco dos pés.

Nesse momento, formou-se um quadro oval em torno de Nossa Senhora, com as seguintes palavras em letras douradas: “Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a Vós”.

Então, Maria pediu que Catarina mandasse cunhar a medalha, segundo o que estava vendo.

A aparição girou e no reverso estava a letra “M” encimada por uma cruz que tinha uma barra em sua base, a qual atravessava a letra. Embaixo figurava o coração de Jesus, circuncidado com uma coroa de espinhos, e o coração de Nossa Senhora, transpassado por uma espada. Ao redor havia doze estrelas.

A manifestação voltou a acontecer por volta do final de dezembro de 1830 e princípio de janeiro de 1831.

Em 1832, o Bispo de Paris autorizou a cunhagem da medalha e assim se espalhou pelo mundo inteiro. Inicialmente a medalha era chamada “da Imaculada Conceição”, mas quando a devoção se expandiu e se produziram muitos milagres, foi chamada “Medalha Milagrosa”, como é conhecida até nossos dias.

Para celebrar este dia em que recordamos Nossa Senhora das Graças, confira a seguir a oração para pedir o auxílio da Virgem:

Lembrai-vos, ó puríssima Virgem Maria, do poder ilimitado que vos deu o vosso divino Filho sobre o seu coração adorável. Cheio de confiança na vossa intercessão, venho implorar o vosso auxílio. Tendes em vossas mãos a fonte de todas as graças que brotam do Coração amantíssimo de Jesus Cristo; abri-a em meu favor, concedendo-me a graça que ardentemente vos peço. Não quero ser o único por vós rejeitado; sois minha Mãe, sois a soberana do coração de vosso divino Filho.

Sim, ó virgem santa, não esqueçais as tristezas desta terra; lançai um olhar de vontade aos que estão no sofrimento, aos que não cessam de provar o cálice das amarguras da vida. Tende piedade dos que se amam e que estão separados pela discórdia, pela doença, pelo cárcere, pelo exílio ou pela morte. Tende piedade dos que choram dos que suplicam e dai a todos o conforto, a esperança e a paz! Atendei, pois, à minha humilde súplica e alcançai-me as graças que agora fervorosamente vos peço por intermédio de vossa santa Medalha Milagrosa!

Amém.

Fonte: ACI digital



Vigilância-1° Domingo do Advento (Ano A)

Vigilância

1º Domingo do Advento

Evangelho de Mateus 24,37-44
37. Assim como foi nos tempos de Noé, assim acontecerá na vinda do Filho do Homem.
38. Nos dias que precederam o dilúvio, comiam, bebiam, casavam-se e davam-se em casamento, até o dia em que Noé entrou na arca.
39. E os homens de nada sabiam, até o momento em que veio o dilúvio e os levou a todos. Assim será também na volta do Filho do Homem.
40. Dois homens estarão no campo: um será tomado, o outro será deixado.
41. Duas mulheres estarão moendo no mesmo moinho: uma será tomada a outra será deixada.
42. Vigiai, pois, porque não sabeis a hora em que virá o Senhor.
43. Sabei que se o pai de família soubesse em que hora da noite viria o ladrão, vigiaria e não deixaria arrombar a sua casa.
44. Por isso, estai também vós preparados porque o Filho do Homem virá numa hora em que menos pensardes.

Reflexão

Estamos iniciando mais um ano litúrgico, com o Tempo do Advento: período de espera, de preparação, de vigilância, aguardando a vinda do Senhor. Neste caminho, somos convidados a imitar Maria, a Mãe do Senhor, sempre com o olhar dirigido para o alto e os pés no chão, em atitude ativa de espera, na vivência da solidariedade e da fraternidade. Assim, o Evangelho de hoje nos fala dos tempos finais e Jesus exorta a viver em atitude de alerta, de vigilância, como um vigia que aguarda atento o amanhecer, que espera ansioso e sempre pronto, com os olhos e o coração abertos, iluminados pela fé. Fortificados e alimentados pela Palavra e pela Eucaristia, somos chamados a iniciar este novo tempo na nossa vida, vigilantes, não temerosos, mas conscientes da missão de sermos anunciadores da Boa-Nova.(1)

Oração

Senhor, muitas vezes insistis na necessidade da vigilância. Hoje eu vos quero pedir ajuda para essa vigilância. Preciso estar atento, para não ser seduzido pelas minhas paixões e inclinações, para saber fugir de tantas coisas que me atraem e arrastam. Preciso prestar atenção, para não me deixar levar por belas palavras e falsas ideias. Preciso cuidar de não me deixar dominar por amores e amizades enganosas, por conveniências ou facilidades. Na verdade, Senhor, estou sempre em perigo, e só vós me podeis guardar. Quanto mais preciso de vossa ajuda para viver de tal modo que esteja sempre pronto a ir para o encontro definitivo convosco. Dai-me a graça de viver procurando o bem, sem precisar ter medo ou da morte ou da prestação final de contas. Amém. (2)

Fonte: Revista O Mílite (novembro/2016) [1]
Revista de Aparecida (novembro/2016) [2]



sábado, 26 de novembro de 2016

Vamos colocar nossos pedidos no colo de Nossa Senhora das Graças-Pe Marcelo Rossi

Boa noite irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!
Hoje (26
/novembro/2016), o Padre Marcelo Rossi continuou a semana de orações com o lema: "Vamos orar para que Nossa Senhora das Graças derrame suas bênçãos sobre nós!".
Trouxe para vocês cinco lindos cartões que o Padre Marcelo colocou no facebook.
Fiquem todos na paz de Deus, um abençoado fim de semana no Amor Ágape de Jesus e no Amor Materno de Nossa Senhora.
Adriana dos Anjos-Devoção e Fé

Mensagem do Padre Marcelo Rossi por E-mail:

AMADOS, É AMANHÃ, DIA DE NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS! VAMOS COLOCAR TODOS OS NOSSOS PEDIDOS NO COLINHO DA MÃEZINHA DO CÉU. NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS, DERRAME SUAS BÊNÇÃOS SOBRE NÓS! 

Vamos nos prostrar diante de Deus e nos aconchegar no colinho de Nossa Senhora, para que as graças que tanto necessitamos aconteçam de maneira natural e rápida. QUE NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS NOS ABENÇOE HOJE E SEMPRE! 
Após as aparições de Nossa Senhora à Santa Catarina, a medalha milagrosa rapidamente se popularizou em todas as partes do mundo. Foi tudo tão impressionante que, em 1834, já tinha mais de 500 mil Medalhas oficialmente cunhadas. No ano seguinte, elas já eram mais de um milhão. Em 1839, o número passou de dez milhões! Em 1876, quando Catarina Labouré faleceu, mais de um bilhão de medalhas haviam sido cunhadas pelo mundo! Amanhã é o dia Dela, por isso oremos para que NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS DERRAME SUAS BÊNÇÃOS SOBRE NÓS!

Amados, desça sobre todos vós a bênção de Deus Todo Poderoso em Nome: Do Pai †, e do Filho †, e do Espírito Santo †. Amém! 

"De que serve ao homem conquistar o mundo inteiro se perder a alma?"







***********************

*Facebook Padre Marcelo Rossi:
**Programa Nosso Momento de Fé com Padre Marcelo Rossi: 
Rádio Globo Am/FM (ou internet) de segunda a sábado, das 9:05 às 10:05hs
**Se você não pode ouvir no horário, escute o programa gravado diariamente no site do Padre Marcelo Rossi; procure por Web Radio e clique escute (se for sua primeira vez, o site pedirá para você se cadastrar);
*Site Padre Marcelo Rossi: 




sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Orando para que Nossa Senhora das Graças nos abençoe-Pe Marcelo Rossi

Boa noite irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!
Hoje (25
/novembro/2016), o Padre Marcelo Rossi continuou a semana de orações com o lema: "Vamos orar para que Nossa Senhora das Graças derrame suas bênçãos sobre nós!".
Trouxe para vocês sete lindos cartões que o Padre Marcelo colocou no facebook.
Fiquem todos na paz de Deus, um abençoado fim de semana no Amor Ágape de Jesus e no Amor Materno de Nossa Senhora.
Adriana dos Anjos-Devoção e Fé

Mensagem do Padre Marcelo Rossi por E-mail:

AMADOS, QUE SEMANA! QUE MISSA! QUANTAS GRAÇAS! OBRIGADO NOSSA SENHORA! E A SEMANA AINDA NÃO ACABOU, TEMOS PELA FRENTE MAIS DIAS PARA COLOCARMOS NOSSAS GRAÇAS MAIS URGENTES NAS MÃOS DE NOSSA MÃEZINHA. NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS, DERRAME SUAS BÊNÇÃOS SOBRE NÓS! 

Vamos continuar orando e estudando mais sobre a medalha milagrosa. Ontem observamos a frase que existe em seu entorno, sobre as iniciais que podemos ver e sobre as estrelas. QUE NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS NOS ABENÇOE HOJE E SEMPRE! Continuando nosso estudo sobre a linda medalha milagrosa de Nossa Senhora das Graças, além da cruz, da inicial de Maria, das estrelas e das chamas, podemos também observar na medalha, o Coração de Jesus, envolto em uma coroa de espinhos com uma chaga aberta, representando nossos pecados. A direita encontramos o coração de Maria atravessado por uma espada, representando toda a dor que Maria sentiu ao ver o sofrimento de seu filho. Por tudo isso vamos continuar orando, para que NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS DERRAME SUAS BÊNÇÃOS SOBRE NÓS!

Amados, desça sobre todos vós a bênção de Deus Todo Poderoso em Nome: Do Pai †, e do Filho †, e do Espírito Santo †. Amém! 

"A GENTE LUTA DE PÉ, MAS É DE JOELHOS QUE TEMOS A CERTEZA DA VITÓRIA."








***********************

*Facebook Padre Marcelo Rossi:
**Programa Nosso Momento de Fé com Padre Marcelo Rossi: 
Rádio Globo Am/FM (ou internet) de segunda a sábado, das 9:05 às 10:05hs
**Se você não pode ouvir no horário, escute o programa gravado diariamente no site do Padre Marcelo Rossi; procure por Web Radio e clique escute (se for sua primeira vez, o site pedirá para você se cadastrar);
*Site Padre Marcelo Rossi: 




Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Para ajudar, tenho colocado as orações do programa de rádio Momento de Fé, porém muitos estão se confundindo e achando que meu blog é do Padre Marcelo Rossi. Irmãs(os), este blog não é do Padre Marcelo Rossi, para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele : 1) Padre Marcelo Rossi 2) Facebook Padre Marcelo Rossi

Obrigada - Adriana/Devoção e Fé

Pesquisar neste blog e na web

Carregando...