domingo, 27 de novembro de 2016

Vigilância-1° Domingo do Advento (Ano A)

Vigilância

1º Domingo do Advento

Evangelho de Mateus 24,37-44
37. Assim como foi nos tempos de Noé, assim acontecerá na vinda do Filho do Homem.
38. Nos dias que precederam o dilúvio, comiam, bebiam, casavam-se e davam-se em casamento, até o dia em que Noé entrou na arca.
39. E os homens de nada sabiam, até o momento em que veio o dilúvio e os levou a todos. Assim será também na volta do Filho do Homem.
40. Dois homens estarão no campo: um será tomado, o outro será deixado.
41. Duas mulheres estarão moendo no mesmo moinho: uma será tomada a outra será deixada.
42. Vigiai, pois, porque não sabeis a hora em que virá o Senhor.
43. Sabei que se o pai de família soubesse em que hora da noite viria o ladrão, vigiaria e não deixaria arrombar a sua casa.
44. Por isso, estai também vós preparados porque o Filho do Homem virá numa hora em que menos pensardes.

Reflexão

Estamos iniciando mais um ano litúrgico, com o Tempo do Advento: período de espera, de preparação, de vigilância, aguardando a vinda do Senhor. Neste caminho, somos convidados a imitar Maria, a Mãe do Senhor, sempre com o olhar dirigido para o alto e os pés no chão, em atitude ativa de espera, na vivência da solidariedade e da fraternidade. Assim, o Evangelho de hoje nos fala dos tempos finais e Jesus exorta a viver em atitude de alerta, de vigilância, como um vigia que aguarda atento o amanhecer, que espera ansioso e sempre pronto, com os olhos e o coração abertos, iluminados pela fé. Fortificados e alimentados pela Palavra e pela Eucaristia, somos chamados a iniciar este novo tempo na nossa vida, vigilantes, não temerosos, mas conscientes da missão de sermos anunciadores da Boa-Nova.(1)

Oração

Senhor, muitas vezes insistis na necessidade da vigilância. Hoje eu vos quero pedir ajuda para essa vigilância. Preciso estar atento, para não ser seduzido pelas minhas paixões e inclinações, para saber fugir de tantas coisas que me atraem e arrastam. Preciso prestar atenção, para não me deixar levar por belas palavras e falsas ideias. Preciso cuidar de não me deixar dominar por amores e amizades enganosas, por conveniências ou facilidades. Na verdade, Senhor, estou sempre em perigo, e só vós me podeis guardar. Quanto mais preciso de vossa ajuda para viver de tal modo que esteja sempre pronto a ir para o encontro definitivo convosco. Dai-me a graça de viver procurando o bem, sem precisar ter medo ou da morte ou da prestação final de contas. Amém. (2)

Fonte: Revista O Mílite (novembro/2016) [1]
Revista de Aparecida (novembro/2016) [2]



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Irmãos e irmãs de fé. Paz e Bem!
Nosso único mestre e senhor é Jesus Cristo, nossa mãe no céu a Santíssima Virgem Maria, por isso, comentários desrespeitosos e orações que não condizem com a Igreja Católica Apostólica Romana não serão publicadas.

Que Deus vos abençoe, que Nosso Senhor Jesus Cristo lhes conceda a graça da cura, da resolução dos problemas, a paz e tudo que seu coração aflito suplicar. Tenha Fé e persevere na Oração, pois o Tempo de Deus é diferente do nosso. Deixe o amor de Nosso Senhor tocar sua vida.
Que Nossa Santíssima Mãe vos cubra com o manto de amor e proteção. Amém.

Adriana dos Anjos - Devoção e Fé Blog

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Para ajudar, tenho colocado as orações do programa de rádio Momento de Fé, porém muitos estão se confundindo e achando que meu blog é do Padre Marcelo Rossi. Irmãs(os), este blog não é do Padre Marcelo Rossi, para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele : 1) Padre Marcelo Rossi 2) Facebook Padre Marcelo Rossi

Obrigada - Adriana/Devoção e Fé

Pesquisar neste blog e na web

Carregando...