Tem Compaixão De Nós-28° Domingo do Tempo Comum (Ano C) - Devoção e Fé - Blog Católico

domingo, 9 de outubro de 2016

Tem Compaixão De Nós-28° Domingo do Tempo Comum (Ano C)

Tem Compaixão De Nós

28° Domingo do Tempo Comum

Evangelho de Lucas 17,11-19
11.Sempre em caminho para Jerusalém, Jesus passava pelos confins da Samaria e da Galiléia.
12.Ao entrar numa aldeia, vieram-lhe ao encontro dez leprosos, que pararam ao longe e elevaram a voz, clamando:
13.Jesus, Mestre, tem compaixão de nós!
14.Jesus viu-os e disse-lhes: Ide, mostrai-vos ao sacerdote. E quando eles iam andando, ficaram curados.
15.Um deles, vendo-se curado, voltou, glorificando a Deus em alta voz.
16.Prostrou-se aos pés de Jesus e lhe agradecia. E era um samaritano.
17.Jesus lhe disse: Não ficaram curados todos os dez? Onde estão os outros nove?
18.Não se achou senão este estrangeiro que voltasse para agradecer a Deus?!
19.E acrescentou: Levanta-te e vai, tua fé te salvou.

Reflexão

O Reino de Deus é o anúncio de salvação proclamado com a palavra e com as ações. Os milagres realizados por Jesus inauguram o Reino, mostrando que Deus tem um projeto de salvação para todos, sem distinção. É o que encontramos no relato evangélico deste domingo, em que um grupo de 10 leprosos - homens com ferimentos na pele e que eram excluídos do convívio da sociedade - recorrem a Jesus implorando que os cure. Na linguagem bíblica, esses leprosos representam a humanidade envolvida em suas misérias e sofrimentos, e sobre quem Deus derrama a Sua bondade,  o Seu amor e a Sua salvação. Qual é a nossa resposta diante desse amor de Deus? É o reconhecimento da bondade do Senhor e a demonstração da nossa eterna gratidão por todos aqueles que experimentam a salvação. (1)

Oração

Senhor Jesus, foi muito grande o favor que fizestes àqueles homens, que sofriam sem esperança. Reclamastes que não voltaram para agradecer, mas, sabendo como é grande vosso amor, tenho certeza que lhes deixastes a saúde recuperada. Peço perdão, porque mais vezes eu também fui como eles. E, apesar disso, continuais a me ajudar e proteger. Bendita seja vossa misericórdia. Reconheço minha ingratidão, e peço que me façais lembrar continuamente de vossos favores, e que eu esteja mais atento às vossas delicadezas para comigo. Sei que, mais do que minhas palavras, quereis que eu viva como ensinais. Isso quero fazer, para corresponder a vosso amor e a vossa imensa misericórdia. Amém. (2)

Fonte: Revista O Mílite (outubro/2016) [1]
Revista de Aparecida (outubro/2016) [2]



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Para ajudar, tenho colocado as orações do programa de rádio Momento de Fé, porém muitos estão se confundindo e achando que meu blog é do Padre Marcelo Rossi. Irmãs(os), este blog não é do Padre Marcelo Rossi, para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele : 1) Padre Marcelo Rossi 2) Facebook Padre Marcelo Rossi

Obrigada - Adriana/Devoção e Fé