segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Papa Francisco a luteranos na Suécia: Começamos o caminho da reconciliação


Lund, 31 Out. 16 / 02:45 pm (ACI).- Um dos principais atos da viagem do Papa Francisco à Suécia foi a oração ecumênica conjunta na Catedral luterana de Lund. O Santo Padre e Martin Junge, Secretário Geral da Federação Mundial Luterana, falaram da unidade dos cristãos.

Ao chegar na catedral, o Pontífice foi acolhido pelo Primaz da Igreja da Suécia, o Arcebispo Antje Jackelèn, e pelo Bispo católico de Estocolmo, Dom Andres Arborelius, e junto com eles se dirigiu ao altar central.

Na procissão também participaram alguns membros da Federação Luterana Mundial. Depois de alguns cantos e leituras e do sermão do Secretário Geral da Federação, o Rvdo. Martin Junge, o Papa pronunciou a sua homilia.

“Neste encontro de oração, aqui em Lund, queremos manifestar o nosso desejo comum de permanecer unidos a Ele para termos vida. Pedimos-Lhe: ‘Senhor, com a vossa graça, ajudai-nos a estar mais unidos a Vós para darmos, juntos, um testemunho mais eficaz de fé, esperança e caridade’”, disseram no começo do evento.

Na oração, ambos os líderes assinalaram que este “é também um momento propício para dar graças a Deus pelo esforço de muitos irmãos nossos, de diferentes comunidades eclesiais, que não se resignaram com a divisão, mas mantiveram viva a esperança da reconciliação entre todos os que creem no único Senhor”.

Martin Junge disse em seu sermão que, “ao ver Jesus Cristo no meio de nós, começamos a ver-nos de maneira distinta”.

“Reconhecemos que aquilo que nos une é muito maior do que aquilo que nos separa. Somos ramos de uma mesma videira. Somos um só no Batismo. Por isso, estamos aqui nesta comemoração conjunta”, afirmou.

O luterano assinalou que a relação com a Igreja Católica “é um caminho prometedor, mas sem dúvida exigente. Acontece em meio a tempos de grande fragmentação e uma tendência marcada pelo conflito”. Entretanto, “o caminho ao qual estamos chamados deverá se sustentar em diálogos ainda mais profundos”.

Em sua homilia, o Papa Francisco ressaltou que “católicos e luteranos começamos a caminhar juntos pela senda da reconciliação”.

“Agora, no contexto da comemoração comum da Reforma de 1517, temos uma nova oportunidade para acolher um percurso comum, que se foi configurando ao longo dos últimos cinquenta anos no diálogo ecumênico entre a Federação Luterana Mundial e a Igreja Católica”.

O Santo Padre também afirmou que “não podemos resignar-nos com a divisão e o distanciamento que a separação gerou entre nós. Temos a possibilidade de reparar um momento crucial da nossa história, superando controvérsias e mal-entendidos que impediram frequentemente de nos compreendermos uns aos outros”.

“Também nós devemos olhar, com amor e honestidade, para o nosso passado e reconhecer o erro e pedir perdão, só Deus é o juiz. E, com a mesma honestidade e amor, temos de reconhecer que a nossa divisão se afastava da intuição originária do povo de Deus, cujo desejo é naturalmente estar unido, e, historicamente, foi perpetuada mais por homens de poder deste mundo do que por vontade do povo fiel, que sempre e em toda parte precisa de ser guiado, com segurança e ternura, pelo seu Bom Pastor”, disse na catedral luterana da Suécia.

Em seguida, o Papa afirmou que a separação entre católicos e luteranos “foi uma fonte imensa de sofrimentos e incompreensões; mas ao mesmo tempo levou-nos a tomar consciência sinceramente de que, sem Ele, nada podemos fazer, dando-nos a possibilidade de compreender melhor alguns aspetos da nossa fé”.

Por último, indicou que “nós, cristãos, seremos testemunhas credíveis da misericórdia, na medida em que o perdão, a renovação e a reconciliação forem uma experiência diária entre nós”.

“Juntos, podemos anunciar e manifestar, de forma concreta e com alegria, a misericórdia de Deus, defendendo e servindo a dignidade de cada pessoa. Sem este serviço ao mundo e no mundo, a fé cristã é incompleta”.

Enfim, “luteranos e católicos, rezamos juntos nesta Catedral e estamos conscientes de que, sem Deus, nada podemos fazer; pedimos o seu auxílio para sermos membros vivos unidos a Ele, sempre carecidos da sua graça para podermos levar, juntos, a sua Palavra ao mundo, que tem necessidade da sua ternura e misericórdia”.

Declaração conjunta

Ao final da oração ecumênica, o Papa Francisco e o Bispo Munib Yunan, presidente da Federação Mundial Luterana, assinada uma declaração conjunta, na qual apelaram “a todas as paróquias e comunidades luteranas e católicas para que sejam corajosas e criativas, alegres e cheias de esperança no seu compromisso de prosseguir na grande aventura que nos espera”.

“Mais do que os conflitos do passado, há de ser o dom divino da unidade entre nós a guiar a colaboração e a aprofundar a nossa solidariedade. Estreitando-nos a Cristo na fé, rezando juntos, ouvindo-nos mutuamente, vivendo o amor de Cristo nas nossas relações, nós, católicos e luteranos, abrimo-nos ao poder de Deus Uno e Trino. Radicados em Cristo e testemunhando-O, renovamos a nossa determinação de ser fiéis arautos do amor infinito de Deus por toda a humanidade”.

Ao concluir, todos saíram em procissão atrás de uma grande cruz carregada por quatro jovens e que representava também a logo da visita do Papa à Suécia. 

Fonte: ACI digital



Curar as feridas, para um futuro comum (Papa Francisco na Suécia)

Malmö (RV) 31/10/2016– O Papa Francisco inicia esta segunda-feira, 31 de outubro, uma visita histórica à Suécia, para participar do início das celebrações ecumênicas dos 500 anos da Reforma Protestante e dos festejos pelos 50 anos do diálogo entre as duas Confissões, que tem por lema "Do Conflito à Comunhão, juntos na esperança"

Uma "surpresa" ter aceito o convite, declarou em uma coletiva de imprensa este domingo Dom Anders Arborelius, Bispo de Estocolmo e, "uma decisão corajosa do Papa", afirmou em recente entrevista o Rev. Martin Junge, Secretário da Federação Luterana Mundial.

Gratidão, penitência, esperança, três palavras que bem ilustram este evento histórico. Gratidão pelo intenso diálogo registrado nos últimos 50 anos; penitência, arrependimento, pelas feridas, violências, mal-entendidos provocados por ambas as partes - recordemos que com a Reforma, guerras brutais de religião ensanguentaram a Europa nos séculos XVI e XVII; e por fim esperança, de que o trabalho rumo à unidade não pare e avance rumo a um futuro comum.

Francisco não vem à Suécia para celebrar a divisão, mas para demonstrar a vontade de união, que significa superar uma mentalidade baseada no confronto. Francisco vem à Suécia não para fazer memória a um acontecimento que trouxe tanto sofrimento ao corpo de Cristo, mas para, com o seu gesto, propor um futuro de alegria, de comunhão e união naquilo que é compartilhável.

O Papa insiste no ecumenismo de sangue, no ecumenismo da oração, no ecumenismo do encontro, no ecumenismo do trabalho em favor dos pobres, marginalizados, refugiados, pontos que oferecem uma base comum de encontro. As questões teológicas, como bem reconhece, por vezes são as mais difíceis de serem resolvidas, mas o encontro,  deve precedê-las. Por isto Francisco vem à Lund, para mostrar a sua proximidade, como declarou em recente entrevista: “a distância nos faz adoecer”, afirmou. “Precisamos aprender a transcender a nós mesmos para encontrar os outros”.

A presença do Papa nas celebrações adquire um significado especial não somente dentro do mundo luterano e católico, mas os transcende. O evento é um dos frutos visíveis dos 50 anos de diálogo entre católicos e luteranos, que tiveram como marco a Declaração Conjunta sobre a Doutrina da Justificação de 1999 e o Documento “Do Conflito à Comunhão” de 2013. Neste sentido, a presença do Papa em Lund é fruto deste diálogo iniciado oficialmente em 1967, com o Concílio Vaticano II, é fruto de um caminho já percorrido.

Se há alguns anos parecia impossível um consenso entre católicos e luteranos sobre a Justificação, este impossível aconteceu. Da mesma forma, celebrar conjuntamente a Reforma era algo impensável  até há poucos anos e este impossível acontece agora. O diálogo constante, com o aumento da confiança e a remoção de obstáculos doutrinais, tornou os tempos maduros para passos mais corajosos. Neste sentido, esta celebração conjunta lança um olhar para o futuro, com um testemunho cristão comum corajoso nos dias de hoje, tão dilacerado por conflitos e divisões.

De Malmö, na Suécia, Jackson Erpen

Fonte: Radio Vaticano
Foto: Organizadores preparam Catedral de Lund para receber o Papa - REUTERS



Vamos orar e nos unir em Cristo para lembrar Saudade Sim, Tristeza Não-Pe Marcelo Rossi


Boa noite irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!
Hoje (31
/outubro/2016), o Padre Marcelo Rossi iniciou a semana de orações com o lema: "Vamos orar e nos unir em Cristo para lembrar que Saudade Sim, Tristeza Não!"
Trouxe para vocês seis lindos cartões que o Padre Marcelo colocou no facebook.
Fiquem todos na paz de Deus, uma iluminada semana no Amor Ágape de Jesus e no Amor Materno de Nossa Senhora.
Adriana dos Anjos-Devoção e Fé

Mensagem do Padre Marcelo Rossi por E-mail:

domingo - AMADOS, DEUS ESTÁ SEMPRE A POSTOS PARA NOS LEVANTAR QUANDO ESTAMOS CAÍDOS E SÃO MUITOS OS QUE CAEM QUANDO PERDEM UM ENTE QUERIDO, POR ISSO MAIS UMA VEZ VAMOS NOS UNIR EM CRISTO E LEMBRAR QUE SAUDADE SIM, TRISTEZA NÃO!! 

Chegou aquela época do ano em que muitos corações ficam pequeninos. E inúmeras pessoas são dominadas pela tristeza da perda, mas como sempre vamos mudar esta visão, lembrando que só deixa saudade quem foi amor, por isso vamos nos alegrar lembrando que SAUDADE SEMPRE, TRISTEZA JAMAIS! 
Nesta semana vamos buscar lembranças alegres, reforçando a importância de nos sentirmos felizes nesta data. Que todos tenham em seus corações a certeza de que se você sente saudade, é por que viveu momentos felizes e marcantes em sua vida. Então não sofra, não questione Deus, pelo contrário, apenas agradeça por ter tido a chance de ter vivido instantes que nunca deixaram suas memórias e hoje compõem a sua história. O dia de Finados é lembrado desde os primeiros anos da nossa santa igreja e o foco da celebração nunca foi à morte, mas a fé na Ressurreição e a esperança de um dia estar com Deus em Sua morada, por isso hoje lembre-se com carinho e amor de tudo de bom que você viveu ao lado de quem está com Jesus e saiba que SÓ DEIXA SAUDADE QUEM PLANTOU AMOR, POR ISSO SAUDADE SIM, TRISTEZA NÃO! 

segunda - AMADOS, CONFORTO EM CRISTO JESUS, NADA PODE SER MELHOR PARA NOS PROTEGER EM UM MOMENTO QUE ESTAMOS FRAGILIZADOS, COMO GERALMENTE ACONTECE NESTA ÉPOCA DO ANO, POR ISSO VAMOS SEMPRE LEMBRAR:  SAUDADE SIM, TRISTEZA NÃO!! 

Vamos utilizar esta semana dedicada aos nossos entes que já se foram, não para alimentar tristezas, mas para celebrar a vida e os bons momentos, sabendo que SÓ DEIXA SAUDADE QUEM PLANTOU O AMOR, POR ISSO SAUDADE SEMPRE, TRISTEZA JAMAIS! 
A vida tem sempre dois sentidos, enquanto alguns já vão chegando à reta final, outros ainda estão entrando na pista. Durante todo este percurso, vamos encontrando pessoas que nos marcam de maneiras especiais. Porém nada é eterno e nossa memória procura meios de manter vivos ou próximos, os momentos que nos trouxeram alegria, prazer e satisfação. Se carregamos no peito  saudade de algo ou alguém, é por que este alguém, nos trouxe amor e conforto. Por isso não deixemos a tristeza tomar conta de nossa alma, agradeça por ter vivido estes momentos e leve no coração a certeza de que SÓ DEIXA SAUDADE QUEM PLANTOU AMOR, POR ISSO SAUDADE SIM, TRISTEZA NÃO!

Amados, desça sobre todos vós a bênção de Deus Todo Poderoso em Nome: Do Pai †, e do Filho †, e do Espírito Santo †. Amém! 

"Adote o hábito de dizer algo amável ao pronunciar as primeiras palavras pela manhã. Isso estabelecerá sua disposição mental e emocional para todo o dia."








***********************

*Facebook Padre Marcelo Rossi:
**Programa Nosso Momento de Fé com Padre Marcelo Rossi: 
Rádio Globo Am/FM (ou internet) de segunda a sábado, das 9:05 às 10:05hs
**Se você não pode ouvir no horário, escute o programa gravado diariamente no site do Padre Marcelo Rossi; procure por Web Radio e clique escute (se for sua primeira vez, o site pedirá para você se cadastrar);
*Site Padre Marcelo Rossi: 




domingo, 30 de outubro de 2016

Túmulo de Jesus é aberto para ser estudado por pesquisadores

O túmulo na Basílica do Santo Sepulcro, em Jerusalém, passará por uma restauração, depois de ser investigado por arqueólogos

Por Da redação - 28 out 2016

O túmulo onde o corpo de Jesus Cristo foi sepultado, segundo a tradição cristã, foi aberto pela primeira vez desde 1555, no início desta semana. Pesquisadores da Universidade Nacional e Técnica de Atenas tiveram acesso ao local sagrado, que fica dentro da Basílica do Santo Sepulcro, em Jerusalém, para realizar uma pesquisa sobre a tumba e um projeto de restauração.

O lugar onde Jesus foi supostamente enterrado está coberto por uma edícula com placas de mármore há 461 anos, por isso não era possível ver o interior do túmulo. Depois de retirarem a primeira camada, os arqueólogos encontraram uma pilha de entulho e uma nova pedra de mármore, que será removida para que possam visualizar o que esperam: a caverna de pedra onde o corpo de Jesus teria sido colocado.

O pedido dos pesquisadores de investigarem o local foi aprovado em 2015 pelos seis grupos religiosos católicos, ortodoxos e coptas que regem a basílica, através de um acordo de 1852. Com o fim das investigações, em março de 2017, os arqueólogos devem conduzir a restauração do local.

Segundo a revista National Geographic, que acompanhou a abertura, a análise do túmulo deve permitir que os pesquisadores entendam a forma original da tumba e possam estudar como o ponto de veneração evoluiu ao longo dos anos. “A técnica que estamos usando neste monumento único permitirá que o mundo estude nossas descobertas como se eles mesmos estivessem na tumba de Cristo”, afirmou a pesquisadora Antonia Moropoulou.

A edícula onde fica o túmulo de Jesus é considerada um dos locais mais sagrados pelos cristãos do mundo todo. O lugar foi identificado pela mãe do imperador romano Constantino, Helena, em 326 d.C., que mandou construir a Basílica do Santo Sepulcro.


Fonte: Veja
Fotos:
1- Entrada do túmulo onde Jesus Cristo foi colocado, em Jerusalém - 28/10/2016 (Thomas Coex/AFP)
2- Santo Sepulcro onde Jesus Cristo foi colocado é restaurado em Jerusalém – 28/10/2016 (Thomas Coex/AFP)



Forte tremor atinge a Itália: a solidariedade do Papa Francisco

Núrsia (RV) - A terra voltou a tremer no centro da Itália. Às 7h41 deste domingo, foi registrado um terremoto de 6.5 graus na escala Richter, com 10 km de profundidade, entre as regiões das Marcas e a Úmbria – as mesmas do terremoto de 24 de agosto passado e dos tremores desta semana.

“Expresso a minha proximidade às populações da Itália central atingidas pelo terremoto. Esta manhã também houve um forte tremor. Rezo pelos feridos e pelas famílias que sofreram grandes danos, assim como também pelas pessoas que trabalham nos resgates e na assistência. Que o Senhor Ressuscitado lhes dê força e Nossa Senhora os proteja”, disse o Papa Francisco entre os aplausos da multidão reunida na Praça S. Pedro para a oração mariana do Angelus.

Tremor mais forte dos últimos 30 anos

A potência do sismo fez com que os moradores de norte ao sul do país sentissem o abalo, que chegou até a Áustria. Em Roma, as duas linhas do metrô foram fechadas. Fala-se de danos na Basílica de S. Paulo Fora dos Muros, uma das basílicas papais. Também a Basílica de S. Lourenço foi fechada ao público.

O epicentro foi entre as cidades de Castelsantangelo, Núrsia e Preci. A Basílica de S. Bento em Núrsia, com mais de seis séculos de história, ficou destruída, enquanto os beneditinos rezaram com os fiéis diante dos escombros da Basílica e as freiras abandonavam o convento.

Trata-se do sismo mais forte registrado no país desde 1980. A Defesa Civil Italiana ainda está avaliando os danos. Por enquanto, não foram registradas vítimas fatais. Dezenas de pessoas ficaram feridas.

Papa em Amatrice

Em 4 de outubro, o Papa Francisco visitou a cidade de Amatrice, devastada pelo terremoto de 24 de agosto passado. O tremor, de 6 graus na escala Richter, deixou centenas de mortos e ainda hoje, cerca de 4 mil pessoas vivem acampadas em tendas instaladas pela Defesa Civil.

"Pensei muito nos dias seguintes ao terremoto que uma minha visita seria mais um incômodo do que uma ajuda, e não queria incomodar. Por isso, deixei passar um pouco de tempo para que algumas coisas fossem arrumadas, como a escola. Mas desde o início senti que tinha que vir aqui! Simplesmente para dizer que estou com vocês, perto de vocês e nada mais. E que rezo, rezo por vocês. Proximidade e oração, esta é a minha oferta para vocês. Que o Senhor abençoe a todos, que Nossa Senhora os proteja neste momento de tristeza, de dor e provações", disse o Pontífice na ocasião.

Fonte: Radio Vaticano



O Rico Zaqueu-31° Domingo do Tempo Comum (Ano C)

O Rico Zaqueu

31° Domingo do Tempo Comum

Evangelho de Lucas 19,1-10
1.Jesus entrou em Jericó e ia atravessando a cidade.
2.Havia aí um homem muito rico chamado Zaqueu, chefe dos recebedores de impostos.
3.Ele procurava ver quem era Jesus, mas não o conseguia por causa da multidão, porque era de baixa estatura.
4.Ele correu adiante, subiu a um sicômoro para o ver, quando ele passasse por ali.
5.Chegando Jesus àquele lugar e levantando os olhos, viu-o e disse-lhe: Zaqueu, desce depressa, porque é preciso que eu fique hoje em tua casa.
6.Ele desceu a toda a pressa e recebeu-o alegremente.
7.Vendo isto, todos murmuravam e diziam: Ele vai hospedar-se em casa de um pecador...
8.Zaqueu, entretanto, de pé diante do Senhor, disse-lhe: Senhor, vou dar a metade dos meus bens aos pobres e, se tiver defraudado alguém, restituirei o quádruplo.
9.Disse-lhe Jesus: Hoje entrou a salvação nesta casa, porquanto também este é filho de Abraão.
10.Pois o Filho do Homem veio procurar e salvar o que estava perdido.

Reflexão

Um homem pecador, marginalizado, desprezado pelo povo, ao encontrar-se com Jesus e recebê-lo em sua casa, convidando-o a sentar-se à sua mesa e, assim, descobre nele o amor de Deus. Deste modo, esse homem egoísta e mal se deixa transformar pelo amor de Deus, distribuindo todos os seus bens aos pobres. A liturgia nos ensina que Deus despreza o pecado, mas ama o pecador, e este, precisa ser acolhido, não rejeitado. (1)

Oração

Senhor Jesus, a iniciativa é sempre vossa. Não esperais que me volte para vós e vos peça socorro. Quando ainda nem me dei conta de minha pobre fraqueza, vós já estais agindo em meu coração convidando, atraindo, dando-me fome e sede de vós. É imensa vossa misericórdia para comigo. Quero agradecer-vos tanto cuidado por mim. Abri, como podeis, minhas portas e tomai posse de minha vida. Mudai-me, transformai-me para que vos possa ter sempre comigo. Arrancai de mim todo orgulho e toda cobiça. Ensinai-me a amar, para que aprenda servir e não procure poder e força. Quero viver como viveis e me ensinais. Sei que preciso continuamente de vossa ajuda. Dai-me, então, a graça de rezar sempre pedindo para vos ser fiel. Amém. (2)

Fonte: Revista O Mílite (outubro/2016) [1]
Revista de Aparecida (outubro/2016) [2]



sábado, 29 de outubro de 2016

Oremos por São Judas Tadeu para que os jovens tenham fé, serenidade e clareza-Pe Marcelo Rossi


Boa noite irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!
Hoje (29
/outubro/2016), o Padre Marcelo Rossi terminou a semana de orações com o lema: "Vamos orar e juntos pedir que São Judas Tadeu abençoe e proteja todos os jovens"
Trouxe para vocês seis lindos cartões que o Padre Marcelo colocou no facebook.
Fiquem todos na paz de Deus, um abençoado fim de semana no Amor Ágape de Jesus e no Amor Materno de Nossa Senhora.
Adriana dos Anjos-Devoção e Fé

Mensagem do Padre Marcelo Rossi por E-mail:

QUE SEMANA LINDA AMADOS, COLOCAMOS NOSSOS JOVENS SOB A PROTEÇÃO DO MAIS FERVOROSO DOS APÓSTOLOS, MAS AINDA NÃO TERMINOU, PEÇAMOS COM TODA FÉ, QUE SÃO JUDAS TADEU ABENÇOE E PROTEJA TODOS OS JOVENS! 

São muitos os jovens que ficam indecisos e acabam saindo do caminho correto, o caminho de Jesus, o caminho do bem, por isso dedicamos esta semana para pedir: SÃO JUDAS TADEU ROGAI POR NÓS E ABENÇOAI TODOS OS JOVENS! Vamos juntos encerrar esta linda semana, colocando todos os jovens sob a proteção de um dos mais perseverantes seguidores de Jesus. Na certeza de que quando pedimos com Fé no coração seremos atendidos. Por isso oremos por São Judas Tadeu, para que os jovens jamais saiam do caminho certo e tenham acima de tudo força, Fé, serenidade e clareza, para poderem fazer sempre as melhores escolhas para sua vida e sua caminhada na Terra. Continuemos unidos em oração e pedindo: SÃO JUDAS TADEU, PROTEGEI OS NOSSOS JOVENS DAS INVESTIDAS DO INIMIGO!

Amados, desça sobre todos vós a bênção de Deus Todo Poderoso em Nome: Do Pai †, e do Filho †, e do Espírito Santo †. Amém! 

"O valor das coisas não está no tempo em que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis."








***********************

*Facebook Padre Marcelo Rossi:
**Programa Nosso Momento de Fé com Padre Marcelo Rossi: 
Rádio Globo Am/FM (ou internet) de segunda a sábado, das 9:05 às 10:05hs
**Se você não pode ouvir no horário, escute o programa gravado diariamente no site do Padre Marcelo Rossi; procure por Web Radio e clique escute (se for sua primeira vez, o site pedirá para você se cadastrar);
*Site Padre Marcelo Rossi: 




sexta-feira, 28 de outubro de 2016

VÍDEOS: O “Povo da Cruz” está recuperando o Iraque

ROMA, 28 Out. 16 / 01:00 pm (ACI).- A cruz de Jesus está voltando a ser erguida mais uma vez em muitas regiões do Iraque onde o Estado Islâmico (ISIS) foi deixando seu rastro de ódio e destruição desde 2014.

Desde que começou a ofensiva militar para recuperar a área onde está localizada a cidade de Mossul, o reduto do ISIS no Iraque, foram publicados diversos vídeos nos quais é possível ver o “Povo da Cruz” recuperando seus lares.

Em cada povoado libertado, construíram cruzes de madeira e colocaram-nas nos tetos das igrejas e das casas.

A expressão “o Povo da Cruz” foi utilizado pelo ISIS quando decapitou 21 cristãos egípcios, em fevereiro do 2015.

O Estado Islâmico um ódio particular pela cruz e isso, segundo várias pessoas, é a motivação religiosa dos seus atos.

Um jornalista da agência de notícias ‘Ankawa’ indicou que quando os terroristas do ISIS tomaram a cidade de Mossul, tiraram as cruzes das cúpulas das igrejas. Também destruíram os ícones e as cruzes das casas dos cristãos que viviam nesse local.

Muitos muçulmanos acreditam que quebrar uma cruz é símbolo do que acontecerá no final dos tempos. Assinalam que Maomé profetizou que quando Isa voltar (o “Jesus muçulmano”), ele “brigará pela causa do Islã. Ele quebrará a cruz, matará os porcos, abolirá a jizya (imposto que os não muçulmanos pagam)” e estabelecerá o reinado de Alá no mundo.

Mas, alguns anos depois que quebraram as cruzes em Mossul, o símbolo do triunfo de Jesus sobre a morte voltou.

Nesta semana, a página do Facebook “This is Christian Iraq” (Este é o Iraque cristão) publicou um vídeo no qual aparecem dois sacerdotes e dois soldados do exército iraquiano erguendo uma cruz construída com pedaços de madeira com arame de cobre no teto da Igreja de Al-Tahira, localizada na planície do Nínive.

A Igreja do Al Tahira (A Igreja da Imaculada Conceição) é de rito católico caldeu, que data do século VII. Em 2014, algumas fontes indicaram que membros do ISIS destruíram a imagem da Virgem Maria fora do templo. Desde então, muitos ícones e sacramentais que estavam dentro da igreja forma destruídos, colocaram fogo dentro da igreja e quebraram as suas janelas.

Mas, atualmente, há esperança de que 50 mil cristãos que foram obrigados a ir embora de Qaraqosh possam voltar.

“Estou muito feliz que possamos volta à nossa igreja”, comentou ao jornal ‘The Daily Beast’ o Pe. Amar, um dos sacerdotes que ajudou a construir a nova cruz.

Esta esperança se mistura com a dor de ver tantas igrejas e símbolos cristãos destruídos. “É muito difícil para nós ver a nossa cidade assim. Tudo está prejudicado, estão vendo que falta o sino da igreja? Por que eles o destruíram? Eu não sei”, disse o Pe. Amar.

Outro vídeo publicado por ‘France 24’ mostra imagens da libertação de Bartella, uma aldeia cristã localizada perto de Mossul. Como um gesto simbólico e emotivo, os soldados cristãos também construíram uma cruz e a colocaram no teto da igreja.

Nos muros da igreja, o Estado Islâmico escreveu: “Nosso Deus é maior do que a cruz”.

Um capitão do exército iraquiano disse ao ‘International Business Times’ que a luta por recuperar Bartella foi mais difícil do que as outras, provavelmente pelo sentido religioso da aldeia.

Há alguns dias, tocaram os sinos da igreja de Bartella pela primeira vez após dois anos de ocupação do Estado Islâmico.

Em outro vídeo, pode-se ver um sacerdote ortodoxo e um sacerdote sírio-católico rezando em aramaico na igreja de Bartella junto com soldados muçulmanos.

A perseguição cristã no Iraque começou com o terror islâmico e a invasão dos Estados Unidos em 2003. Foi intensificada depois com a aparição do Estado Islâmico em 2014.

Centenas de milhares de cristãos foram assassinados ou obrigados a abandonar seus lares. Inclusive, diminuiu o número de cristãos. Em 2003 havia 1 milhão e meio. Agora, há aproximadamente 500 mil.

Embora a batalha sobre Mossul tenha libertado muitas aldeias cristãs, isto teve um preço muito alto. A Organização das Nações Unidas advertiu que o ISIS está usando os civis como escudos humanos. A rede CNN indicou que aproximadamente 285 homens e crianças foram usados como escudos há alguns dias e seus corpos foram colocados em uma fossa comum.

Os militares conseguiram retirar apenas 550 famílias ao redor da cidade, a fim de que não fossem utilizadas como escudos.

Em um comunicado publicado nesta semana, o Supremo Cavaleiro dos Cavaleiros de Colombo, Carl Anderson, assinalou que não basta libertar Mossul e a planície de Nínive.

“As celebrações pela libertação das históricas aldeias cristãs em Nínive não devem obscurecer o fato de que os grupos minoritários que viveram neste local há algumas gerações estão deslocados e correm o risco de desaparecer”.

Os Cavaleiros de Colombo ajudam os cristãos do Oriente Médio. No começo deste ano, conseguiram que o Departamento de Estado dos Estados Unidos reconhecesse o genocídio das minorias religiosas nas mãos do ISIS.

Também criaram uma fundação para arrecadar dinheiro para conseguir alimentos, roupas, refúgio, educação e assistência médica aos cristãos da região. Até agora foram arrecadados 10,5 milhões de dólares.

Para ajudar as vítimas do genocídio cristão no Oriente Médio, acesse este link.

Fonte: ACI digital




Hoje é celebrado São Judas Tadeu, padroeiro das causas impossíveis (28 de outubro)


REDAÇÃO CENTRAL, 28 Out. 16 / 04:00 am (ACI).- “Rogamos-te patrono, a tua intercessão nas dores, no abandono, nas penas, na aflição”. Estas palavras são do hino de São Judas Tadeu, cuja memória litúrgica é celebrada neste 28 de outubro pela Igreja. Além de ressoar durante as Missas, este verso é repetido por vários fiéis que recorrem ao santo padroeiro das causas impossíveis, o qual possui muita devoção e é um dos mais populares no Brasil.

No Rio de Janeiro, por exemplo, a devoção ao santo tem um fator extra – que também já se espalhou pelo Brasil –, pois São Judas é considerado o padroeiro do Flamengo, um dos times do futebol carioca com mais torcedores no país.

Segundo relato do site oficial do Flamengo, a devoção ao santo das causas impossíveis começou na década de 1950, quando o time estava há muitos anos sem ganhar uma competição. O santo foi apontado como responsável pelo tricampeonato estadual de 1953, 1954 e 1955, após o pároco da Igreja de São Judas Tadeu, do Cosme Velho, ir até a Gávea,  local da sede do clube, e rezar uma Missa, pedir fé aos jogadores e aconselhar que fossem até a Igreja e acendessem uma vela ao santo. Nos três anos, o padre disse que o time levaria o troféu e o fato se concretizou.

“Em troca da ‘profecia concretizada’ do pároco, São Judas Tadeu, o santo das causas impossíveis, ganhou a devoção da Nação Rubro-Negra e virou um dos santos mais populares do Rio de Janeiro”, afirma o site.

Apóstolo e mártir

São Judas Tadeu é um dos doze apóstolos e não se trata de Judas Iscariotes. Ele era primo de Jesus e irmão de Tiago Menor. Foi ele quem, na Última Ceia, perguntou a Jesus: “Senhor, como é possível que tenhas de te manifestar a nós e não ao mundo?” (Jo 14,22).

É autor de uma epístola que leva o seu nome, na qual ataca os agnósticos e diz que os que têm fé, mas não fazem obras boas, são como nuvens que não têm água, árvores sem fruto e ondas só de espumas, e que os que se dedicam aos pecados de impureza e a fazer atos contrários à natureza sofrerão a pena de um fogo eterno.

Sua festa é celebrada juntamente com a de São Simão, com quem pregou na Pérsia. Ambos foram martirizados.

Santa Brígida conta em suas Revelações que Nosso Senhor lhe recomendou que quando desejasse conseguir certos favores os pedisse por meio de São Judas Tadeu.

São Judas Tadeu é representado com uma imagem de Cristo no peito, por causa do seu parentesco com o Senhor, de quem a tradição conta que era muito parecido. Também é representado segurando um machado, uma clava, uma espada ou uma alabarda, por sua morte ter ocorrido por uma dessas armas.

Neste dia dedicado ao santo mártir, trazemos a oração de São Judas Tadeu para recordá-lo:

São Judas Tadeu, apóstolo escolhido por Cristo, eu vos saúdo e louvo pela fidelidade e amor com que cumpristes vossa missão. Chamado e enviado por Jesus, sois uma das doze colunas que sustentam a verdadeira Igreja, fundada por Cristo. Inúmeras pessoas, imitando vosso exemplo e auxiliadas por vossa oração, encontram o caminho para o Pai, abrem o coração aos irmãos e descobrem forças para vencer o pecado e superar todo o mal. Quero imitar-vos, comprometendo-me com Cristo e com sua Igreja, por uma decidida conversão a Deus e ao próximo, especialmente o mais pobre. E, assim convertido, assumirei a missão de viver e anunciar o Evangelho, como membro ativo de minha comunidade.  Espero, então, alcançar de Deus a graça que imploro confiando na vossa poderosa intercessão. (Faça o pedido da graça a ser alcançada…)

São Judas Tadeu, rogai por nós!

Amém!

Fonte: ACI Digital


Oito coisas que talvez não sabia sobre o popular São Judas Tadeu

REDAÇÃO CENTRAL, 28 Out. 16 / 07:00 am (ACI).- São Judas Tadeu é um dos santos mais populares e queridos entre os católicos devido aos inúmeros “favores” que seus devotos asseguram ter conseguido por meio da sua intercessão. Confira a seguir, oito coisas que talvez não sabia sobre São Judas Tadeu, o conhecido patrono das causas impossíveis.

1. Tadeu significa “magnânimo”

A tradição na Igreja conhece este apóstolo como Judas Tadeu. Os Evangelistas São Mateus e São Marcos o nomeiam simplesmente “Tadeu” (Mt 10, 3; Mc 3, 18) e Lucas o denomina “Judas de Santiago” (Lc 6, 16; At 1, 13). Judas significa “Deus seja louvado”.

Não sabemos exatamente de onde provém o segundo nome Tadeu, provavelmente vem do aramaico “taddà'”, isto é “peito” e, portanto, significaria “magnânimo”. Ou talvez surgiu da abreviação de um nome grego como “Teodoro, Teódoto”.

2. Era primo de Jesus

Algumas pessoas afirmam que São Judas Tadeu era irmão do Apóstolo São Tiago, filho de Alfeu (Cleofas), o qual era irmão de São José. Segundo o documento publicado pela Congregação para o Clero, Cleofas se casou com Maria de Cleofas, depois de enviuvar de seu primeiro matrimônio do qual nasceu São Judas Tadeu.

Esta outra Maria era a “irmã” da Virgem Maria que estava ao pé da cruz (Jo 19,25). Portanto, São Tiago Menor e Judas seriam primos de Jesus e sobrinhos de São José e da Santíssima Virgem. Entretanto, não conseguiram comprovar se Maria de Cleofas era “irmã” de sangue da Virgem Maria ou somente sua cunhada porque nesse tempo se chamava “irmãos” os parentes em geral.

3. Parecia muito com Jesus

São Judas Tadeu normalmente é representado com uma medalha no peito, com o rosto de Cristo impresso. Isto acontece porque se parecia com Jesus fisicamente e também espiritualmente. Além disso, o santo carrega uma chama de fogo na cabeça a qual manifesta que recebeu o Espírito Santo em Pentecostes.

Outros escultores o mostram levando uma Bíblia em referência ao livro que leva seu nome. Em sua mão aparece uma machadinha, referente ao seu martírio, ou um cajado como símbolo das grandes distâncias que percorria enquanto pregava.

4. Morreu mártir junto com São Simão

São Judas Tadeu pregou primeiro na Judeia, em seguida foi para a Mesopotâmia e finalmente a Pérsia, lugar no qual se reuniu com o apóstolo São Simão e juntos combateram as heresias de Zaroes e Arfexat, dois sacerdotes pagãos que levantaram o povo contra as obras dos apóstolos. Ambos os apóstolos receberam juntos a coroa do martírio e, por isso, a Igreja os celebra no mesmo dia. As relíquias dos Santos estão em um altar da Basílica de São Pedro no Vaticano.

5. Teve uma visão de Jesus antes de morrer

Antes de morrer, São Judas olhou para São Simão e lhe disse que viu o Senhor que os chamava para Ele. Segundo a antiga tradição, mataram São Simão cortando seu corpo em dois e cortaram a cabeça de São Judas Tadeu com uma machadinha. A Igreja no ocidente celebra o seu dia em 28 de outubro.

6. É padroeiro das causas impossíveis

Santa Brígida da Suécia, mística e padroeira da Europa, escreveu que um dia Jesus lhe recomendou que quando quisesse obter certos favores, deveria pedir pela intercessão de São Judas Tadeu. Por esta razão, é considerado padroeiro das causas impossíveis, assim como Santa Rita de Cássia.

7. Tem uma epístola na Bíblia

A Epístola ou Carta de Judas faz parte do Novo Testamento e é atribuída a São Judas Tadeu. Foi escrita em grego entre os anos 62 e 65, antes da queda de Jerusalém. Foi escrita por Judas, irmão de São Tiago, e não está dirigida a ninguém, nem a alguma Igreja em particular.

Através dela, repreende os falsos mestres e convida todos a manterem a pureza da fé. A carta termina com uma bela oração (Jd 1, 25) que diz: “Ao Deus único, Salvador nosso, por Jesus Cristo, Senhor nosso, sejam dadas glória, magnificência, império e poder desde antes de todos os tempos, agora e para sempre. Amém”.

8. A Igreja não avaliza as polêmicas correntes de oração

Normalmente, circulam pela Internet e em papéis deixados nas casas ou nos templos, uma suposta “corrente ou Novena Milagrosa a São Judas Tadeu”, a qual exige que o conteúdo seja compartilhado a um número determinado de pessoas e dentro de um período de tempo para obter bênçãos e ameaça com maus aqueles que não o façam. A origem é desconhecida, mas a Igreja não avaliza estas iniciativas.

Fonte: ACI digital



Orando para que São Judas Tadeu abençoe e proteja nossos jovens-Pe Marcelo Rossi


Boa tarde irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!
Hoje (28
/outubro/2016), o Padre Marcelo Rossi continuou a semana de orações com o lema: "Vamos orar e juntos pedir que São Judas Tadeu abençoe e proteja todos os jovens"
Trouxe para vocês seis lindos cartões que o Padre Marcelo colocou no facebook.
Fiquem todos na paz de Deus, um abençoado fim de semana no Amor Ágape de Jesus e no Amor Materno de Nossa Senhora.
Adriana dos Anjos-Devoção e Fé

Mensagem do Padre Marcelo Rossi por E-mail:

AMADOS, HOJE É O DIA DE SÃO JUDAS TADEU, UM DOS MAIS FERVOROSOS DOS APÓSTOLOS DE CRISTO, POR ISSO VAMOS REDOBRAR NOSSAS ORAÇÕES E PEDIR COM TODA FÉ QUE SÃO JUDAS TADEU ABENÇOE E PROTEJA TODOS OS JOVENS! 

São Judas Tadeu saiu para desbravar outras regiões e evangelizar por todos os locais, hoje, no dia dedicado à ele, vamos pedir de todo o coração, SÃO JUDAS TADEU ROGAI POR NÓS HOJE E SEMPRE! São Judas Tadeu é tido como um dos mais fervorosos seguidores de Cristo. Quando foi capturado e forçado a negar Jesus pelas autoridades locais, chegou a dizer ao povo: "Para que fiqueis sabendo que estes ídolos que vós adorais são falsos, deles sairão os demônios e os hão de quebrar". No mesmo instante, dois demônios quebraram todo o templo e desapareceram. São Judas Tadeu foi trucidado por sacerdotes pagãos de modo cruel, violento e desumano. Ele é representado segurando um livro, que simboliza a palavra de Deus que ele tanto pregou com todo amor e um machado, que foi o instrumento utilizado em seu martírio. Suas relíquias atualmente são veneradas na Basílica de São Pedro, em Roma. Por isso oremos: SÃO JUDAS TADEU, ROGAI POR TODOS NÓS!

Amados, desça sobre todos vós a bênção de Deus Todo Poderoso em Nome: Do Pai †, e do Filho †, e do Espírito Santo †. Amém! 

"Aconteça o que acontecer, jamais deixe de acreditar no Amor, pois a razão da Vida se resume na capacidade que cada um tem de amar e de acreditar que sempre é tempo de ser Feliz..."








***********************

*Facebook Padre Marcelo Rossi:
**Programa Nosso Momento de Fé com Padre Marcelo Rossi: 
Rádio Globo Am/FM (ou internet) de segunda a sábado, das 9:05 às 10:05hs
**Se você não pode ouvir no horário, escute o programa gravado diariamente no site do Padre Marcelo Rossi; procure por Web Radio e clique escute (se for sua primeira vez, o site pedirá para você se cadastrar);
*Site Padre Marcelo Rossi: 




Shalom: Peregrinação rumo à Porta Santa na Catedral de Fortaleza (29/10/2016)


Peregrinação rumo à Porta Santa na Catedral de Fortaleza será realizada a pedido do Santo Padre

Atendendo a um pedido do Papa Francisco, em um ato de união à igreja, a Comunidade Católica Shalom, realizará uma Peregrinação rumo à Porta Santa, na Catedral de Fortaleza, dia 29 de outubro (sábado).

A concentração se dará no Shalom da Paz, a partir das 15h, iniciando as orações com o Terço da Misericórdia e um momento de Adoração ao Santíssimo. Logo após, os fiéis sairão pelas ruas, peregrinando até a Catedral Metropolitana de Fortaleza.

“Toda a Obra Shalom é convidada a passar pela Porta Santa, que de acordo com Papa Francisco significa experimentar a santidade da Igreja que participa m todos os benefícios da redenção de Cristo, para que o perdão se estenda até as últimas conseqüências aonde chega o amor de Deus. Neste momento, onde somos convidados a “Misericordiar”, a peregrinação é um exercício de humildade e sacrifício”, disse Padre Silvio Scopel, sacerdote da Comunidade.

Serviço:

Peregrinação rumo à Porta Santa

Dia: 29 de outubro

Concentração: Rua Maria Tomásia, 72 (Shalom da Paz)

Haverá Terço da Misericórdia e Adoração ao Santíssimo

Mais informações:

A Porta Santa foi aberta da Basílica do Vaticano, dia 8 de dezembro de 2015, marcando assim, o início do Ano Santo, o Ano da Misericórdia. Santuários e Catedrais do mundo inteiro, também deram inicio a abertura da Porta Santa.

A Porta Santa representa Cristo simbolicamente, pois Ele mesmo disse “Eu sou a porta. Se alguém entra por Mim será salvo” (Jo 10,9). O papa Francisco a chamou de “uma Porta de Misericórdia, onde qualquer pessoa que entre poderá experimentar o amor e a misericórdia de Deus”. (Fonte: Arquidiocese de Fortaleza)


Kamila Lopes
Assessora de Imprensa
MTB 2290/CE
imprensa@comshalom.org
Comunidade Católica Shalom
(85) 9.8194.0096
(85) 9.8877.6690
www.comshalom.org





quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Shalom: “Eu Creio na Vida Eterna” propõe um dia de graça e esperança aos fiéis (02/11/2016)


No dia do feriado brasileiro (02 de novembro), celebrado pela igreja católica como o “Dia dos Fiéis Defuntos”, a Comunidade Católica Shalom realizará o “Eu Creio na Vida Eterna”. A iniciativa se dará no Centro de Evangelização Shalom da Paz, proclamará a ressurreição de Jesus e promoverá esperança aos fiéis que sofrem pela dor da perda de um ente querido.

É esperado um público de 5.000 (cinco mil) pessoas, que rezarão pelos finados, que buscam a plenitude da vida diante da face de Deus. O “Eu Creio na Vida Eterna” iniciará às 15h com o Terço da Misericórdia, prosseguindo com o Ofício e Terço das Almas e encerra com o momento mais esperado, a Missa da Esperança, com o Padre Antônio Furtado.

“Todos os anos promovemos este evento a fim de confortar os corações que choram pela perda de parentes e amigos falecidos, transformando por meio da oração, a dor em esperança. Neste dia celebramos a ressurreição que Cristo nos conquistou com sua morte”, afirmou Padre Antônio Furtado, celebrante e organizador do evento.

Mais informações:

É uma antiga tradição da Igreja Católica rezar por todos os fiéis falecidos no dia 2 de novembro. A todos os que morreram “no sinal da fé” a Igreja reserva um lugar importante na Liturgia: há uma lembrança diária na Missa, com o Memento (= lembrança) dos mortos, e no Ofício divino.
Catecismo da Igreja lembra que: “Reconhecendo cabalmente esta comunhão de todo o corpo místico de Jesus Cristo, a Igreja terrestre, desde os tempos primevos da religião cristã, venerou com grande piedade a memória dos defuntos…”
“A nossa oração por eles [no Purgatório] pode não somente ajudá-los, mas também torna eficaz a sua intercessão por nós”.  (Fonte: Blog Canção Nova)

Serviço:
Eu Creio na Vida Eterna 2016
Dia: 02/11/2016
Local: Shalom da Paz (Rua Maria Tomásia, 72)

Programação:
15h - Terço da Misericórdia
17h - Ofício e Terço das Almas
18h - Santa Missa da Esperança com Padre Antonio Furtado.


Kamila Lopes
Assessora de Imprensa
MTB 2290/CE
Comunidade Católica Shalom
(85) 9.8194.0096
(85) 9.8877.6690
www.comshalom.org





Livro: "Meu Irmão, Meu Amigo" de Francisco Paiva de Carvalho


Boa noite irmãos e irmãos de fé. Paz e Bem!
Hoje vim divulgar o e-book "Meu Irmão, Meu Amigo" do autor Francisco Paiva de Carvalho, editora Selo Off Flip. Este é um livro infanto-juvenil com temática relativa à morte que ajudará crianças a compreenderem a partida de entes queridos.
Estamos próximos ao Dia de Finados e este livro será de grande ajuda para as famílias com crianças que passaram por esta dolorosa experiência.
Leia abaixo a sinopse e sobre o autor.
Adriana dos Anjos-Devoção e Fé
----------------------------------------
Sinopse

Dois irmãos. Dois grandes amigos. José Maria e Joaquim têm uma ligação muito forte de amor, admiração e cuidado um com o outro. Fazem as tarefas da escola juntos, brincam juntos, assistem à televisão juntos, dormem juntos, sonham juntos. Joaquim, o mais novo, queria até que José Maria levasse bomba na escola. Assim, poderiam estudar na mesma turma. Dois irmãos inseparáveis, que não deixariam de estar lado a lado nem mesmo se o acaso ou o destino tentassem impor o seu afastamento.

Uma semana antes das férias escolares de julho, devido a um trágico acidente, eles são obrigados a se separar para sempre. Mas José Maria acaba criando uma estratégia e, assim, consegue preservar o irmão do sofrimento incontido que parecia inevitável.

Uma história comovente, de amor e lealdade, que vai emocionar os leitores que acompanharem as aventuras desses dois meninos irmãos.

Sobre o autor

Nasceu em 1955 em Pará de Minas (MG), é bacharel em Direito, casado e pai de dois filhos. Tem poemas, contos adultos e infantis publicados em livros e jornais e venceu concursos promovidos pela Prefeitura de Pará de Minas, pelo Movimento Pitanguiense de Ação Cultural e pela Universidade de Itaúna. Recebeu menção honrosa em concursos literários das Academias de Letras de Divinópolis (MG), Araguari (MG) e Cachoeiro do Itapemirim (ES), além de outros. Publicou o livro Lua crescente (http://migre.me/twplt), em coautoria com o ilustrador Fernando Reis (Editora Novaterra, 2010).
A vontade de escrever o livro “Meu Irmão, Meu Amigo” surgiu há bastante tempo,  quando Francisco Paiva Carvalho percebeu que havia escassez de textos infanto-juvenis com temática relativa à morte. A partir daí nasceu a ideia de escrever uma história de ficção que pudesse entreter e, também, ajudar as crianças a compreenderem um pouco do que seja essa partida, muitas vezes inesperada, pois muitas delas passam pela experiência de perder um ente querido, sem jamais terem lido algo sobre o assunto, o que torna o choque muito grande, deixando às vezes profundas sequelas. O público alvo desse trabalho é dirigido à faixa etária de 7 a 12 anos de idade. 


Onde encontrar

Books Google
Amazon
Google Play
iTunes



Fonte: dados de Vírus da Arte





Papa Francisco: desconcertante cancelar diferenças sexuais

Cidade do Vaticano (RV) 27/10/2016 - A beleza do plano de Deus para o casamento e a misericórdia para com as famílias feridas, os desafios das novas tecnologias e a desconcertante ideologia de gênero: estes os temas abordados pelo Papa Francisco em seu discurso à Comunidade Acadêmica do Pontifício Instituto “João Paulo II” para os Estudos sobre o Matrimônio e Família por ocasião do início do novo Ano Letivo.

Crise familiar: prevalece cada vez mais o “eu” sobre o “nós”

Hoje “os laços conjugais e familiares são de muitos modos colocados à prova”: o Papa parte de uma reflexão sobre a cultura atual “que exalta o individualismo narcisista, uma concepção da liberdade desligada da responsabilidade pelo outro, o crescimento da indiferença para com o bem comum, o impor-se de ideologias que agridem diretamente o projeto familiar, como também o crescimento da pobreza que ameaça o futuro de tantas famílias”.

“Depois, há as questões abertas pelo desenvolvimento de novas tecnologias - sublinha -, que tornam possíveis práticas, por vezes, em conflito com a verdadeira dignidade da vida humana”. Prevalece cada vez mais o “eu” sobre o “nós”, o indivíduo sobre a sociedade: “É um êxito que contradiz o plano de Deus, que confiou o mundo e a história à aliança do homem e da mulher”.

Ideologia de gênero: desconcertante

Sem mencionar diretamente a ideologia de gênero, o Papa fala da necessidade de “reconhecer a diferença como uma riqueza e uma promessa, não como um motivo de sujeição e de prevaricação. O reconhecimento da dignidade do homem e da mulher leva a uma correta valorização de seu relacionamento recíproco. Como podemos conhecer profundamente a humanidade concreta da qual somos feitos sem aprendê-la através desta diferença?”:

“É impossível negar a contribuição da cultura moderna à redescoberta da dignidade da diferença sexual. Por isso, é muito desconcertante constatar que agora esta cultura apareça como bloqueada por uma tendência a cancelar a diferença, em vez de resolver os problemas que a mortificam”.

Na verdade - continuou o Papa -, “quando as coisas estão indo bem entre homem e mulher, também o mundo e a história vão bem. Caso contrário, o mundo se torna inóspito e a história pára”.

Beleza do casamento e misericórdia para as famílias feridas

O testemunho da “beleza da experiência cristã da família” - destaca Francisco -, deverá inspirar-nos ainda mais profundamente; ao mesmo tempo, é necessário ter “grande compaixão e misericórdia pela vulnerabilidade e falibilidade do amor entre os seres humanos”, mas sem resignar-se à falência humana, para apoiar o resgate do plano de Deus para a família, “ícone da aliança de Deus com toda a família humana”:

De fato, é correto reconhecer que, às vezes, “apresentamos um ideal teológico do matrimônio demasiado abstrato, construído quase artificialmente, distante da situação concreta e das possibilidades efetivas das famílias tais como são. Esta excessiva idealização, sobretudo quando não despertamos a confiança na graça, não fez com que o matrimônio fosse mais desejável e atraente; muito pelo contrário”.

Proximidade da Igreja

Os dois Sínodos sobre a família – observou ainda o Papa –, “manifestaram a necessidade de ampliar a compreensão e o cuidado da Igreja por este mistério do amor humano no qual o amor de Deus por todos se sedimenta”. Neste sentido, “o tema pastoral de hoje não é apenas o da distância de muitos do ideal e da prática da verdade cristã do matrimônio e da família; mais decisivo ainda se torna o tema da ‘proximidade’ da Igreja”:

“Proximidade às novas gerações de cônjuges, para que a bênção de seu relacionamento os convença sempre mais e os acompanhe, e proximidade às situações de fraqueza humana, para que a graça possa resgatá-los, reanimá-los e curá-los. O indissolúvel vínculo da Igreja com seus filhos é o sinal fiel mais transparente do amor fiel e misericordioso de Deus”.

Teologia e pastoral caminham juntos

O Papa Francisco recorda, por fim, que “a teologia e pastoral caminham juntos”: “Não nos esqueçamos de que também os bons teólogos, como os bons pastores, têm o cheiro do povo e das estradas e, com sua reflexão, derramam óleo e vinho nas feridas dos homens”:

Uma doutrina teológica que não se deixa orientar e plasmar pela finalidade evangelizadora e pelo cuidado pastoral da Igreja é também impensável para uma pastoral da Igreja que não saiba fazer tesouro da revelação e da sua tradição, voltada a uma melhor inteligência e transmissão da fé”. (SP)

Fonte: Radio Vaticano



Orando e colocando nossos jovens sob a proteção de São Judas Tadeu-Pe Marcelo Rossi


Boa tarde irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!
Hoje (27
/outubro/2016), o Padre Marcelo Rossi continuou a semana de orações com o lema: "Vamos orar e juntos pedir que São Judas Tadeu abençoe e proteja todos os jovens"
Trouxe para vocês cinco lindos cartões que o Padre Marcelo colocou no facebook.
Fiquem todos na paz de Deus, uma abençoada semana no Amor Ágape de Jesus e no Amor Materno de Nossa Senhora.
Adriana dos Anjos-Devoção e Fé

Mensagem do Padre Marcelo Rossi por E-mail:

AMADOS, ESTAMOS CHEGANDO AO DIA DE SÃO JUDAS TADEU, POR ISSO VAMOS CONTINUAR NOS APROFUNDANDO NA HISTÓRIA DESTE GRANDE APÓSTOLO, COLOCANDO NOSSOS JOVENS SOB A SUA PROTEÇÃO, POR ISSO OREMOS: QUE SÃO JUDAS TADEU ABENÇOE E PROTEJA TODOS OS JOVENS! 

São Judas Tadeu nasceu em Caná da Galiléia, era filho de Alfeu, irmão de São José e Maria Cleofas, prima-irmã de Maria Santíssima. Portanto, era primo-irmão de Jesus: SÃO JUDAS TADEU ABENÇOE E PROTEJA TODOS OS JOVENS! 
São Judas Tadeu era totalmente dedicado a espalhar o evangelho por todos os lugares aonde passava. Este glorioso Apóstolo de Jesus foi incansável nesta tarefa, pregando o evangelho e convertendo muitas almas. Os pagãos, inconformados, começaram a colocar o povo contra ele. São Judas Tadeu e São Simão foram presos e levados ao templo do sol e lá se recusaram a renegar a Jesus Cristo. Apóstolo e mártir, São Judas é representado em suas imagens segurando um livro, que simboliza a palavra de Deus que ele anunciou, e uma alabarda, uma espécie de machado, que foi o instrumento utilizado em seu martírio. Vamos continuar orando para que SÃO JUDAS TADEU ABENÇOE E PROTEJA TODOS OS JOVENS!

Amados, desça sobre todos vós a bênção de Deus Todo Poderoso em Nome: Do Pai †, e do Filho †, e do Espírito Santo †. Amém! 

"O medo de sofrer é pior que o próprio sofrimento. "







***********************

*Facebook Padre Marcelo Rossi:
**Programa Nosso Momento de Fé com Padre Marcelo Rossi: 
Rádio Globo Am/FM (ou internet) de segunda a sábado, das 9:05 às 10:05hs
**Se você não pode ouvir no horário, escute o programa gravado diariamente no site do Padre Marcelo Rossi; procure por Web Radio e clique escute (se for sua primeira vez, o site pedirá para você se cadastrar);
*Site Padre Marcelo Rossi: 




Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Para ajudar, tenho colocado as orações do programa de rádio Momento de Fé, porém muitos estão se confundindo e achando que meu blog é do Padre Marcelo Rossi. Irmãs(os), este blog não é do Padre Marcelo Rossi, para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele : 1) Padre Marcelo Rossi 2) Facebook Padre Marcelo Rossi

Obrigada - Adriana/Devoção e Fé