São Filipe e São Tiago – Apóstolos de Cristo (03 de maio) - Devoção e Fé - Blog Católico

terça-feira, 3 de maio de 2016

São Filipe e São Tiago – Apóstolos de Cristo (03 de maio)


FERNANDA MENDES DE SOUZA-Zenit

A Igreja se constituiu sobre a base dos apóstolos como comunidade de fé, de esperança e de caridade

A Igreja se constituiu sobre a base dos apóstolos como comunidade de fé, de esperança e de caridade. O Salmo que entoamos hoje nos convida a darmos graças e louvores a Deus pela obediência dos seus apóstolos, que sem medo, foram para o mundo e evangelizaram, “Seu som ressoa e se espalha em toda a terra, chega aos confins do universo a sua voz”.

Entre esses 12, hoje a Igreja celebra São Filipe e São Tiago.

Sobre São Filipe, as notícias que temos acerca dele nos são proporcionadas pelo Evangelho de João. Filipe era originário do mesmo lugar que Pedro e André, quer dizer, de Betsaida (Jo 1:44). O Evangelho de João conta que, depois de ser chamado por Jesus, Filipe se encontra com Natanael e lhe diz: “Encontramos aquele de quem Moisés escreveu na Lei e também os profetas: é Jesus de Nazaré, o filho de José” (Jo 1:45). Diante da resposta bem cética de Natanael (“De Nazaré pode sair coisa boa?”), Filipe não se entrega e contra-ataca com decisão: “Venha, e você verá” (Jo 1:46).

Com esta resposta concisa, porém clara, Filipe manifesta as características principais da verdadeira testemunha: não se contenta em propor a mensagem, como se fosse uma teoria, mas interpela diretamente o seu interlocutor convidando-o para que tenha uma experiência pessoal do que anunciou. O apóstolo nos incentiva a conhecer Jesus de perto. De fato, a amizade, a intimidade, o verdadeiro conhecimento do outro, necessita de proximidade. Vemos que Filipe, não viu em Jesus só um Mestre, mas também um Amigo, ou melhor, um Irmão.

Como poderíamos conhecê-lo a fundo se permanecemos afastados Dele? A intimidade, a familiaridade, os hábitos nos fazem descobrir a verdadeira identidade de Jesus Cristo. O mesmo que nos ensina o apóstolo Filipe. E por isso nos convida a “ir”, a “ver”, quer dizer, a entrar num contato de escuta, de resposta e de comunhão de vida com Jesus a cada dia.

Segundo alguns relatos o nosso apóstolo de hoje, evangelizou primeiro a Grécia e depois a Frígia, e ali morreu, em Hierápolis, com um suplício que foi descritos como crucificação ou lapidação.

Para encerrar a reflexão sobre um pouco da vida de São Filipe, a reflexão que nos fica é o objetivo que deve ter a nossa vida: encontrar Jesus como Filipe e encontrou, tentando ver Nele o próprio Deus, o Pai Celeste. “Se não fizermos este esforço, só veremos projetada a nossa imagem como um espelho e estaremos cada vez mais sozinhos!” Já nos lembrava o Papa Bento XVI em uma audiência em 2006.

Filipe nos ensina a deixar-nos conquistar por Jesus, a estar com ele e a convidar também aos outros a compartilhar esta indispensável companhia. E vendo e encontrando a Deus, encontremos a verdadeira vida.

Sobre São Tiago, Ele que nasceu em Caná, filho de Alfeu, e também escolhido por Cristo para ser uns dos 12 apóstolos.

Na Bíblia temos uma carta que leva seu nome. Trata-se de um escrito bastante importante, que insiste muito na necessidade de não reduzir a fé a uma mera declaração verbal ou abstrata, mas expressá-la concretamente em obras de bem, “a fé sem obras é morta” (Tg 1:26).

O papa Bento XVI disse em 2006, que a informação mais antiga sobre a morte de São Tiago nos é oferecida pelo historiador judeu Flávio Josefo, conta que o fim de Tiago foi decidido de forma ilegítima pelo sumo sacerdote Anano, filho de Anás, citato nos Evangelhos. Este aproveitou o intervalo entre a destituição de um procurador romano (Festo) e a chegada de seu sucessor (Albino) para decretar sua lapidação no ano 62.

Finalmente, a carta de Tiago nos convida a colocamo-nos nas mãos de Deus em tudo o que fazemos, pronunciando sempre as palavras: “Se o Senhor quiser” (Tg 4:15). Ele nos ensina a não planejar a nossa vida de forma autônoma e interessada, mas deixar um espaço para a impenetrável vontade de Deus, que sabe o que nos convém de verdade. Deste modo, Tiago converte-se num mestre de vida sempre vivo para cada um de nós.

Que eles, os apóstolos e mártires São Filipe e São Tiago, interceda por nós!

Fonte: Zenit



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Para ajudar, tenho colocado as orações do programa de rádio Momento de Fé, porém muitos estão se confundindo e achando que meu blog é do Padre Marcelo Rossi. Irmãs(os), este blog não é do Padre Marcelo Rossi, para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele : 1) Padre Marcelo Rossi 2) Facebook Padre Marcelo Rossi

Obrigada - Adriana/Devoção e Fé