Vândalos atacam Igreja da Dormição em Jerusalém - Devoção e Fé - Blog Católico

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Vândalos atacam Igreja da Dormição em Jerusalém


Jerusalém (RV) - Slogans anticristãos foram escritos nas portas e nos muros da Abadia da Dormição, no Monte Sion. O novo ato de vandalismo contra o mosteiro beneditino ocorreu domingo, 17 de janeiro, no mesmo dia em que o Papa Francisco prestou homenagem à comunidade hebraica de Roma, visitando o Templo maior.

Segundo informa a mídia oficial do Patriarcado latino de Jerusalém, slogans escritos nas portas e nas paredes da Abadia dizem: “Morte aos cristãos pagãos, inimigos de Israel”, “Seu nome (Jesus) e sua memória sejam cancelados”, ou ainda “cristãos ao inferno”.

Continua a série de ataques

O novo ato de vandalismo sectário ocorreu três semanas após o realizado contra o convento salesiano de Beit Gemal e é mais um na série de gestos de intimidação realizados contra mosteiros cristãos desde fevereiro de 2012. Desde então, em várias ocasiões, assinando com a frase “o preço a ser pago” (price to tag), grupos extremistas próximos do movimento dos colonos perpetraram ataques contra locais de culto – igrejas e mesquitas – frequentados pela população árabe.

Patriarcado emite nota

O Patriarcado latino de Jerusalém difundiu uma nota condenando firmemente a nova agressão e recordando que “o único modo para enfrentar gestos deste tipo é controlar a educação oferecida nas escolas em que estes jovens são instruídos e monitorar quem fomenta a intolerância contra cristãos”. O Patriarcado expressa também a esperança que “os responsáveis por este ataque sejam presos antes de tornarem concretas suas ameaças”. (CM/Fides). Fonte: Radio Vaticano


Abadia da Dormição é pichada com frases anticristãs em Jerusalém

Jerusalém, 17 jan (EFE).- A abadia da Dormição, nos arredores da velha cidade amuralhada de Jerusalém, amanheceu neste domingo com pichações contra os cristãos, informou a polícia israelense, que abriu uma investigação. As pichações no edifício, que pertence a uma ordem beneditina alemã, dizem: "Morte aos pagãos cristãos, inimigos de Israel", "Seja seu nome apagado" e "Para os cristãos o inferno".

A abadia fica no Monte Sião e, segundo a tradição cristã, foi erguida no lugar onde Maria passou sua última noite antes de morrer.

Em sua cripta há uma estátua de Maria dormindo. Ela está muito perto do Cenáculo, outro lugar emblemático para o cristianismo, que considera que foi ali que Jesus jantou na sua última noite antes de ser crucificado.

O papa Francisco oficiou uma missa em 2014 na abadia, que também foi visitada pelo papa Paulo 6º durante sua peregrinação à Terra Santa em 1964, informou o jornal "Ha'aretz".

O porta-voz de várias instituições cristãs em Jerusalém, Wadie Abu Nasar, informou que hoje também encontraram pichações em hebraico contra os cristãos nas paredes do Seminário Grego Ortodoxo do mesmo monte.

Igreja da Multiplicação dos Pães e dos Peixes
Estes incidentes entram na lista de uma série de ataques registrados nos últimos anos por extremistas judeus contra símbolos religiosos cristãos e muçulmanos, como o incêndio provocado em junho na igreja dos Pães e dos Peixes, na Galileia, que ficou gravemente danificada.

O ministro de Segurança Pública, Gilad Erdan, condenou as pichações, ordenou a polícia a dar prioridade a investigação e assinalou que seu departamento terá "tolerância zero com quem danificar os alicerces democráticos do Estado de Israel e da liberdade religiosa".

"Pegaremos os que cometeram este ato", prometeu.

Fonte: Uol



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Para ajudar, tenho colocado as orações do programa de rádio Momento de Fé, porém muitos estão se confundindo e achando que meu blog é do Padre Marcelo Rossi. Irmãs(os), este blog não é do Padre Marcelo Rossi, para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele : 1) Padre Marcelo Rossi 2) Facebook Padre Marcelo Rossi

Obrigada - Adriana/Devoção e Fé