Lei do Matrimônio-27º Domingo do Tempo Comum (Ano B) - Devoção e Fé - Blog Católico

domingo, 4 de outubro de 2015

Lei do Matrimônio-27º Domingo do Tempo Comum (Ano B)


Lei do Matrimônio

27° Domingo do Tempo Comum

Evangelho de Mc 10,2-16

2. Chegaram os fariseus e perguntaram-lhe, para o pôr à prova, se era permitido ao homem repudiar sua mulher.
3. Ele respondeu-lhes: "Que vos ordenou Moisés?"
4. Eles responderam: "Moisés permitiu escrever carta de divórcio e despedir a mulher."
5. Continuou Jesus: "Foi devido à dureza do vosso coração que ele vos deu essa lei;
6. mas, no princípio da criação, Deus os fez homem e mulher.
7. Por isso, deixará o homem pai e mãe e se unirá à sua mulher;
8. e os dois não serão senão uma só carne. Assim, já não são dois, mas uma só carne.
9. Não separe, pois, o homem o que Deus uniu."
10. Em casa, os discípulos fizeram-lhe perguntas sobre o mesmo assunto.
11. E ele disse-lhes: "Quem repudia sua mulher e se casa com outra, comete adultério contra a primeira.
12. E se a mulher repudia o marido e se casa com outro, comete adultério."
13. Apresentaram-lhe então crianças para que as tocasse; mas os discípulos repreendiam os que as apresentavam.
14. Vendo-o, Jesus indignou-se e disse-lhes: "Deixai vir a mim os pequequinos e não os impeçais, porque o Reino de Deus é daqueles que se lhes assemelham.
15. Em verdade vos digo: todo o que não receber o Reino de Deus com a mentalidade de uma criança, nele não entrará."
16. Em seguida, ele as abraçou e as abençoou, impondo-lhes as mãos.
Reflexão

Somos convidados a refletir sobre a vocação que Cristo nos confiou, que é o anúncio da Boa-Nova da Salvação. As leituras da Palavra de Deus nos ajudam a entender que Deus nos criou num projeto de amor e felicidade; nisso consiste o nosso primeiro ato de evangelização, vivendo o amor conjugal, com o relação de confiança e de doação. A família é a primeira comunidade de fé e o próprio Jesus escolheu para si uma família. Nesta simples família de Nazaré foram comunicados os principais valores da fé e da vivência social, exaltando assim a dignidade de um lar, onde os cônjuges se encontram, vivem em profundidade as suas relações, através do perdão, do diálogo e da sinceridade. Que a Sagrada Família de Nazaré possa interceder por nossas famílias, de modo especial pelos nossos jovens, para que possam com maior maturidade e consciência assumir a vida familiar, formando famílias cristãs que testemunhem a força renovadora do amor, do perdão e da misericórdia divina. [a]

Oração
Senhor meu Deus, na vossa imaginação o amor entre um homem e uma mulher é para ser caminho de felicidade e de realização. Esse amor é para eles uma bênção vossa desde o paraíso e para o paraíso, um caminho de felicidade para homens e mulheres de todos os tempos, de todas as culturas e religiões. Guardai-os em seu amor, que seja forte, generoso e belo, mesmo no meio de tempestades. Que eles saibam enriquecer-se mutuamente, com os dons da masculinidade e da feminilidade, cresçam com a maternidade e a paternidade fecunda da carne e do coração. Colocai-lhes sempre diante dos olhos a esperança, que diminui os tropeços do caminho e faz entrever a chegada, lança pontes e acende luzes a dizer que a vida continua. Guiai-os para que cheguem ao paraíso. Amém. [b]

Fonte: Revista O Mílite (outubro/2015) [a]
Revista de Aparecida (outubro/2015) [b]



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Para ajudar, tenho colocado as orações do programa de rádio Momento de Fé, porém muitos estão se confundindo e achando que meu blog é do Padre Marcelo Rossi. Irmãs(os), este blog não é do Padre Marcelo Rossi, para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele : 1) Padre Marcelo Rossi 2) Facebook Padre Marcelo Rossi

Obrigada - Adriana/Devoção e Fé