Tempestade no Lago-12º Domingo do Tempo Comum (Ano B) - Devoção e Fé - Blog Católico

domingo, 21 de junho de 2015

Tempestade no Lago-12º Domingo do Tempo Comum (Ano B)


Tempestade no Lago

12° Domingo do Tempo Comum

Evangelho de Mc 4,35-41

35. À tarde daquele dia, disse-lhes: Passemos para o outro lado.
36. Deixando o povo, levaram-no consigo na barca, assim como ele estava. Outras embarcações o escoltavam.
37. Nisto surgiu uma grande tormenta e lançava as ondas dentro da barca, de modo que ela já se enchia de água.
38. Jesus achava-se na popa, dormindo sobre um travesseiro. Eles acordaram-no e disseram-lhe: Mestre, não te importa que pereçamos?
39. E ele, despertando, repreendeu o vento e disse ao mar: Silêncio! Cala-te! E cessou o vento e seguiu-se grande bonança.
40. Ele disse-lhes: Como sois medrosos! Ainda não tendes fé?
41. Eles ficaram penetrados de grande temor e cochichavam entre si: Quem é este, a quem até o vento e o mar obedecem?
Reflexão

Quantas vezes navegamos em mares agitados. Cristo nos acompanha, mas muitas vezes não nos damos conta dessa presença. Tudo porque as ondas, os ventos e as tempestades fazem mais barulho do que o silêncio da presença de Cristo ao nosso lado. Domingo passado nós pudemos perceber o silêncio de uma semente que cresce sem fazer barulho; hoje somos convidados a enfrentar as grandes tempestades do mar em que estamos navegando. O barulho nos causa medo, terror e até mesmo questiona a nossa fé; muitas vezes pensamos e julgamos até a atitude de Deus, achando que Ele nos abandonou. Deus nunca nos abandona, foi o medo que gritou mais forte em nosso coração, este medo que abafou a ajuda silenciosa de Deus. É preciso acreditar e confiar que Ele está conosco apesar dos momentos tenebrosos. Ele jamais nos abandonará, Ele está no comando de nossa vida. [a]

Oração

Senhor Jesus, sempre achamos que nossos tempos são os piores; por isso preciso lembrar-me sempre de vossa presença. Estais conosco e sois Deus: decidistes salvar a humanidade, nada e ninguém vos poderá impedir de o fazer. Não sei como o fareis, mas o certo é que sabeis o que e quando fazer. Renovo minha fé em vosso poder e em vosso amor misericordioso. Não permitais que nos apavoremos diante das dificuldades criadas pelo mal, que parece tão forte. Dai-nos coragem diante dos perigos, sabedoria e agilidade para encontrar saídas, firmeza para fazer o necessário no tempo certo. Estais conosco no mesmo barco; podemos ficar bem tranquilos. A vitória final será vossa e dos que estão convosco. Amém. [b]

Fonte: Revista O Mílite (junho/2015) [a]
Revista de Aparecida (junho/2015) [b]



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Para ajudar, tenho colocado as orações do programa de rádio Momento de Fé, porém muitos estão se confundindo e achando que meu blog é do Padre Marcelo Rossi. Irmãs(os), este blog não é do Padre Marcelo Rossi, para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele : 1) Padre Marcelo Rossi 2) Facebook Padre Marcelo Rossi

Obrigada - Adriana/Devoção e Fé