Santo Antônio de Pádua-Santo do mundo inteiro! - Devoção e Fé - Blog Católico

sábado, 13 de junho de 2015

Santo Antônio de Pádua-Santo do mundo inteiro!


Santo Antônio de Pádua
Frei Geraldo Monteiro

Muitos o chamam Santo Antônio de Pádua, cidade localizada no Vêneto, estado ao norte da Itália. Outros, sobretudo os portugueses, amam chamá-lo de Santo Antônio de Lisboa, a capital de Portugal. Ambos têm razão. Os portugueses, por ter Santo Antônio nascido em Lisboa, em 1195. Já os italianos, por ele ter vivido seus últimos anos na cidade de Pádua, onde faleceu e está sepultado desde 13 de junho de 1231. Numa jocosa discussão entre portugueses e italianos, o Papa Leão XIII, afirmou sorrindo: "Santo Antônio é santo do mundo inteiro!".

O nome de batismo de Santo Antônio era Fernando. Seus pais, Martinho Alfonso de Bulhões e Maria Taveira, lhe deram esse nome em homenagem a seu tio, Fernando, cônego da catedral de Lisboa, em cuja escola Santo Antônio fez seus primeiro estudos.

Então, por que o conhecemos com o nome de Antônio? Ele mesmo, Fernando, já como monge agostiniano no mosteiro de Santa Cruz, em Coimbra, sempre em Portugal, encontrando-se com freis franciscanos, vindos da Itália - missionários, de passagem para a África - pediu-lhes para se tornar frade e ser também missionário no continente distante. Em homenagem ao lugarejo onde viviam os freis franciscanos - Santo Antônio dos Olivais - Fernando deixou o hábito de monge e vestiu o de franciscano, trocando também seu nome, de Fernando para Antônio.

Santo Antônio foi um grande defensor da família. Sempre que podia, intervinha em favor da união, da comunhão dos esposos, dos pais e filhos. Muitos milagres foram operados e até hoje é lembrado como o "santo casamenteiro".

É invocado também como grande ajudante em encontrar objetos perdidos. Famoso é seu responsório: "Se milagres desejais contra os males e o demônio, recorrei a Santo Antônio e não falhareis jamais!".

Como bom franciscano, Santo Antônio era um amante da Eucaristia e grande pregador da Palavra de Deus ao povo de seu tempo. Lembrando a festa de Corpus Christi neste mês de junho, eis o que ele escreveu sobre o sentido da comunhão eucarística: "Cristo deixou para todos nós Sua presença no sacramento da Eucaristia, no amor fraterno, no mistério da Igreja. Como em uma nova Belém (que significa casa do pão), isto é, em Sua Igreja, Jesus nos alimenta com o pão do Seu corpo. Um pão que dá força para aguentar qualquer fadiga e que produz um duplo efeito em quem dele se alimenta dignamente: diminui a força da tentação e faz crescer a piedade amorosa, adoça as amarguras e alimenta a devoção. Devemos crer com toda firmeza: o mesmo corpo que nasceu da Virgem Maria e foi morto e ressuscitou é verdadeiramente aquele que a Igreja todos os dias consagra na Santa Missa e distribui aos fiéis".

Santo Antônio morreu aos 36 anos de idade e os viveu tão intensamente cheios de amor a Deus e aos homens que mereceu mesmo ser chamado de santo: Santo Antônio! De Pádua ou de Lisboa, ele é o santo do mundo inteiro!

Fonte: Revista O Mílite (junho/2015)



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Para ajudar, tenho colocado as orações do programa de rádio Momento de Fé, porém muitos estão se confundindo e achando que meu blog é do Padre Marcelo Rossi. Irmãs(os), este blog não é do Padre Marcelo Rossi, para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele : 1) Padre Marcelo Rossi 2) Facebook Padre Marcelo Rossi

Obrigada - Adriana/Devoção e Fé