Celebrações à São José de Anchieta em Bertioga e Itanhaém (junho/2015) - Devoção e Fé - Blog Católico

sábado, 6 de junho de 2015

Celebrações à São José de Anchieta em Bertioga e Itanhaém (junho/2015)

 
Bertioga recebe relíquia de José de Anchieta
Pedaço de fêmur do santo será levado para 
celebrações do 1º aniversário de canonização

Devotos de São José de Anchieta terão, mais uma vez, a oportunidade de se deparar com uma relíquia do santo em Bertioga. Trata-se de um pedaço de osso (fêmur esquerdo).

A cerimônia faz parte das comemorações de um ano da canonização de Anchieta, que se tornou santo no dia 3 de abril do ano passado, depois de um processo que durou 417 anos. Ele já era considerado beato desde 1980.
Logo que chegar, a relíquia será levada de barco da Ermida de Santo Antônio do Guaibê, do lado de Guarujá, até o Forte São João, em Bertioga. O trajeto é o mesmo feito por Anchieta por volta de 1560, quando costumava fazer suas orações pedindo paz entre brancos e índios.
No Parque dos Tupiniquins, no entorno do Forte, o cacique Adolfo Timóteo, da Aldeia Ribeirão da Silveira (entre Bertioga e São Sebastião), receberá o relicário.
A peça ficará exposta na Sala de Anchieta, dentro da fortaleza, onde será aberta uma exposição em homenagem ao santo. Segundo a Prefeitura de Bertioga, a relíquia voltará à cidade de Anchieta, no Espírito Santo, já na segunda-feira.

Programação de Domingo 07/06/15

9 às 17 horas – Abertura da exposição São José de Anchieta - o Santo do Brasil

9, 11, 14 e 15 horas - Intervenção histórica e poética sobre São José de Anchieta, na Ermida de Santo Antônio do Guaibê. O Barco Escola sai do Píer Licurgo Mazzoni (Avenida Vicente de Carvalho) para levar interessados até a Ermida

18h30 – Missa celebrada na Orla do Canal com a relíquia de São José de Anchieta. Procissão da relíquia e bênção dos fiéis. Encenação do Milagre das Luzes, na Ermida de Santo Antônio do Guaibê.

Milagres

Um dos motivos que levaram à demora na canonização de Anchieta foi a falta da comprovação de milagres. Normalmente, são necessários pelo menos dois, um para a beatificação e outro para a canonização. Porém, embora haja várias narrativas históricas a esse respeito, Anchieta não tem nenhum atestado de realização de milagres.

Em Bertioga, por exemplo, há relatos de que o santo teria realizado pelo menos dois milagres. Um deles é o chamado Milagre das Luzes, que será reconstituído no domingo. Nele, testemunhas teriam visto, do Forte São João, luzes e cânticos emanando da ermida, onde o jesuíta se encontrava.

O outro tem relação com uma baleia que estaria colocando pessoas dentro de uma canoa em risco no Canal de Bertioga. Anchieta, então, teria dito: “Para e vai embora”. O animal teria obedecido ao religioso de imediato.

Conhecido como Apóstolo do Brasil, Anchieta nasceu em 1534 nas Ilhas Canárias, na Espanha, e chegou ao Brasil em 1553. Passado pelos estados da Bahia, São Paulo e Espírito Santo. Em São Paulo, percorreu o Litoral catequizando índios. Ele morreu em 9 de junho de 1597, aos 63 anos. (Fonte: A Tribuna on-Line)

-----------------------------------
Missa campal e caminhada homenageiam 
Padre José de Anchieta em Itanhaém
Celebrações ocorrem na terça-feira, feriado municipal
dedicado ao santo

Em razão da forte ligação de São José de Anchieta com o município de Itanhaém, 9 de junho foi instituído feriado municipal em sua homenagem. Para celebrar a data, o Município preparou uma programação especial, com missa campal e a realização da 2ª Caminhada São José de Anchieta.

O evento terá início com a missa campal, realizada  na Praça Narciso de Andrade, no Centro Histórico, a partir das 9 horas. A celebração será realizada pelo padre da Igreja Matriz de Sant’Anna, o pároco Francisco Pelonha Gonçalves Neto. Em seguida, haverá a ‘2ª Caminhada São José de Anchieta’. Os primeiros 250 participantes receberão uma camiseta personalizada do evento.

O percurso tem início na Rua Cunha Moreira e segue até Avenida Washington Luiz, sobe a ponte de travessia para a Praia do Sonho, continua pela Avenida Presidente Vargas até a Avenida Vicente de Carvalho e finalizando na Cama de Anchieta, sendo este um dos principais pontos turísticos e mais visitados de Itanhaém, o qual remete a forte ligação com o santo.

São José de Anchieta é um dos personagens mais importantes para a história de Itanhaém, do Brasil Colonial e da Igreja Católica e foi canonizado santo pelo papa Francisco em abril de 2014. No mesmo ano, a Lei Municipal 3.928, de 2 de junho de 2014, proclamou São José de Anchieta co-padroeiro da Cidade de Itanhaém.

Para celebrar Anchieta, dia 9 de junho é feriado em Itanhaém. Foi instituído pela Lei Municipal nº 3.533, de 02 de julho de 2009, que incluiu a data no calendário oficial de eventos do Município.

Conhecido como Apóstolo do Brasil, Anchieta nasceu em 1534 nas Ilhas Canárias, na Espanha, e chegou ao Brasil em 1553. Passado pelos estados da Bahia, São Paulo e Espírito Santo. Em São Paulo, percorreu o Litoral catequizando índios. Ele morreu em 9 de junho de 1597, aos 63 anos.(Fonte: A Tribuna on-line)



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Para ajudar, tenho colocado as orações do programa de rádio Momento de Fé, porém muitos estão se confundindo e achando que meu blog é do Padre Marcelo Rossi. Irmãs(os), este blog não é do Padre Marcelo Rossi, para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele : 1) Padre Marcelo Rossi 2) Facebook Padre Marcelo Rossi

Obrigada - Adriana/Devoção e Fé