Papa Francisco: Oração da Via Sacra no Coliseu Romano (03/04/2015) - Devoção e Fé - Blog Católico

sábado, 4 de abril de 2015

Papa Francisco: Oração da Via Sacra no Coliseu Romano (03/04/2015)



Papa Francisco preside Via Sacra no Coliseu Romano

VATICANO, 03 Abr. 15 / 06:23 pm (ACI).- O Papa Francisco presidiu esta noite (hora local) o Via Crucis (Via Sacra) da Sexta-feira Santa nos subúrbios do Coliseu Romano, acompanhado por milhares de pessoas que rezaram com devoção no dia da Paixão e Morte do Senhor Jesus.

Neste Via Crucis, centenas de pessoas participaram levando velas e meditando em cada uma das estações o texto preparado pelo Bispo Emérito da Novara (Itália), Dom Renato Corti, cujo título foi “A Cruz, ápice luminoso do amor de Deus que nos protege - Chamados, também nós, a proteger por amor”.

Entre os temas esteve também o dos cristãos perseguidos, com uma especial menção a Shabbaz Bhati, ministro paquistanês que foi assassinado por terroristas muçulmanos do Al Qaeda em março de 2011.

Em seu testamento espiritual Bhati escreveu: “lembro que em uma sexta-feira de Páscoa, quando tinha apenas treze anos, escutei um sermão sobre o sacrifício de Jesus por nossa redenção e pela salvação do mundo. E pensei corresponder a seu amor dando amor a nossos irmãos e irmãs, pondo-me ao serviço dos cristãos, especialmente dos pobres, dos necessitados e perseguidos que vivem neste país islâmico”.

Entre as pessoas que levaram a cruz nesta especial oração, estavam fiéis provenientes de países onde os cristãos sofrem uma intensa perseguição: na sexta estação duas religiosas iraquianas receberam a Cruz; na sétima estação dois católicos sírios; na oitava estação duas pessoas da Nigéria; na nona dois fiéis egípcios; e na décima dois católicos da China.

Na quarta estação, os participantes fizeram uma especial oração pela família, pedindo orações pelo Sínodo que se realizará em outubro no Vaticano.

A meditação dizia o seguinte: “Senhor Jesus, o drama que confrontas junto à tua Mãe por uma ruela de Jerusalém nos faz pensar em tantas tragédias familiares de nosso mundo. Há para todos: mães, pais, filhos, avós e avós. É fácil julgar os outros, mas o mais importante é saber ficar em seu lugar e ajudar na medida do possível. Tentá-lo-emos”.

Para marcar a importância deste tema, três famílias levaram a cruz no Via Crucis: na segunda estação uma família numerosa; na terceira uma família com filhos adotivos; e na quarta uma família com seus três filhos.

Outros dos temas das reflexões foi as mulheres na Igreja; os marginados; os cristãos medíocres; o tráfico de seres humanos, a pena de morte e a exploração infantil.

Sobre o gênio feminino, a meditação da sexta estação assinalava: “Senhor Jesus, as mulheres sustentam em grande medida o anúncio da fé no mundo e o caminho das comunidades cristãs. Fazei que elas sigam sendo testemunhas dessa felicidade que brota do encontro convosco e que constitui o segredo profundo de suas vidas. Cuidai delas como sinal luminoso de maternidade junto aos últimos que, nos corações delas, são os primeiros”. (Fonte: ACI Digital )

***********************
Papa no Coliseu: cristãos assassinados com o nosso silêncio

Cidade do Vaticano (RV) – Nesta Sexta-feira Santa (03/04), o Papa Francisco presidiu a tradicional Via-Sacra no Coliseu romano, com a participação de milhares de fiéis.

Ao final da 14a estação, o Papa leu a seguinte oração:  

“Ó Cristo crucificado e vitorioso, a tua via-sacra é a síntese de tua vida, é o ícone de tua obediência à vontade do Pai, a realização do teu infinito amor por nós pecadores, a prova de tua missão e o cumprimento definitivo da revelação e da história da salvação. O peso da tua cruz nos liberta de todos os nossos fardos. Na tua obediência à vontade do Pai, nós nos damos conta da nossa rebelião e desobediência. Em ti vendido, traído e crucificado pela tua gente, nós vemos nossas cotidianas traições e infidelidades. Na tua inocência, vemos a nossa culpa; no teu rosto esbofeteado, cuspido e desfigurado, vemos a brutalidade dos nossos pecados. Na crueldade da tua paixão, vemos a crueldade do nosso coração e das nossas ações. No teu sentir-te abandonado, vemos todos os abandonados pelos familiares, pela sociedade, pela atenção e pela solidariedade. No teu corpo sacrificado e dilacerado vemos os corpos dos nossos irmãos abandonados nas ruas, desfigurados pela nossa negligência e indiferença. Na tua sede, Senhor, vemos a sede do teu Pai misericordioso que em ti quis abraçar, perdoar e salvar toda a humanidade. Em ti, divino Amor, vemos ainda hoje os nossos irmãos perseguidos, decapitados e crucificados pela sua fé em ti, sob nossos olhos ou com frequência com nosso silêncio cúmplice. Imprime em nosso coração sentimentos de fé, esperança, caridade, de dor pelos nossos pecados e leva-nos a nos arrepender pelos nossos pecados que te crucificaram. Leva-nos a transformar a nossa conversão feita de palavras em conversão de vida e de obras. Leva-nos a manter em nós uma recordação viva do teu rosto desfigurado para não esquecermos nunca o grande preço que tu pagaste para nos libertar. Jesus Crucificado, reaviva em nós a fé , que ela não ceda diante das tentações. Reaviva em nós a esperança, para que não se perca seguindo as seduções do mundo; guarda em nós a caridade, que não se deixe enganar pela corrupção e a mundanidade. Ensina-nos que a Cruz é o caminho para Ressurreição. Ensina-nos que a Santa-feira Santa é a estrada para a Páscoa de luz. Ensina-nos que Deus jamais esquece nenhum de seus filhos e jamais se cansa de nos perdoar e de abraçar com a sua infinita misericórdia. E ensina-nos a não nos cansar de pedir perdão e de acreditar na misericórdia sem limites do Pai.”

Depois da benção final, Francisco acrescentou uma saudação: “Voltemos a nossas casas com a lembrança de Jesus, de sua paixão, do seu grande amor, e também com a esperança da sua jubilosa ressurreição". (Fonte: Radio Vaticano)



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Para ajudar, tenho colocado as orações do programa de rádio Momento de Fé, porém muitos estão se confundindo e achando que meu blog é do Padre Marcelo Rossi. Irmãs(os), este blog não é do Padre Marcelo Rossi, para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele : 1) Padre Marcelo Rossi 2) Facebook Padre Marcelo Rossi

Obrigada - Adriana/Devoção e Fé