Jesus Ensina e Cura em Cafarnaum-4º Domingo do Tempo Comum (Ano B) - Devoção e Fé - Blog Católico

domingo, 1 de fevereiro de 2015

Jesus Ensina e Cura em Cafarnaum-4º Domingo do Tempo Comum (Ano B)

Jesus Ensina e Cura em Cafarnaum

4º Domingo do Tempo Comum

Evangelho de Mc 1,21-28
21. Dirigiram-se para Cafarnaum. E já no dia de sábado, Jesus entrou na sinagoga e pôs-se a ensinar.
22. Maravilhavam-se da sua doutrina, porque os ensinava como quem tem autoridade e não como os escribas.
23. Ora, na sinagoga deles achava-se um homem possesso de um espírito imundo, que gritou:
24. "Que tens tu conosco, Jesus de Nazaré? Vieste perder-nos? Sei quem és: o Santo de Deus!
25. Mas Jesus intimou-o, dizendo: "Cala-te, sai deste homem!"
26. O espírito imundo agitou-o violentamente e, dando um grande grito, saiu.
27. Ficaram todos tão admirados, que perguntavam uns aos outros: "Que é isto? Eis um ensinamento novo, e feito com autoridade; além disso, ele manda até nos espíritos imundos e lhe obedecem!"
28. A sua fama divulgou-se logo por todos os arredores da Galiléia.
Reflexão

Neste domingo, o Evangelho descreve uma cena impressionante. Na sinagoga, lugar onde a Lei era ensinada e interpretada, num sábado, dia em que os judeus se reúnem para ouvir seus dirigentes, Jesus começou a ensinar, provocando admiração!
As pessoas perceberam que Ele ensinava com autoridade e não como os doutores da Lei. O episódio do possesso ilustra a força do ensinamento de Jesus. Aquele homem, que tantas vezes escutou os mestres da Sinagoga sem ser incomodado, diante de Jesus se sente ameaçado?
O ensino de Jesus humaniza e liberta. As Suas palavras convidam a confiar em Deus. A Boa Notícia de Deus não passa pelo autoritarismo. A simples transmissão da tradição não abre o coração das pessoas para a alegria da fé. Jesus ensina curando a vida, tornando as pessoas livres. [a]

Oração

Senhor Jesus, creio que sois homem como eu, vivestes e morrestes como nós todos, sem nenhum privilégio. Mas também sois Deus, por quem e para quem tudo existe, que nos podeis unir a vós na participação de vossa vida divina. Isso eu creio, Senhor, essa é minha esperança, minha felicidade, minha alegria. Acredito e confio em vós, e quero viver como vivestes e como me ensinais. Como homem vivestes a vida que me ensinais, como Deus me podeis tornar possível esse jeito de viver. Entrego-me a vós, que sois meu único salvador. Tomai conta de minha vida, libertai-me do mal que me cerca e está em mim mesmo. Sou muito feliz por vos ter conhecido, por terdes vindo a me procurar. Por isso eu vos louvo e bendigo. Amém. [b]

Fonte: Revista O Mílite (fevereiro/2015) [a]
Revista de Aparecida (fevereiro/2015) [b]



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Irmãos e irmãs de fé. Paz e Bem!
Nosso único mestre e senhor é Jesus Cristo, nossa mãe no céu a Santíssima Virgem Maria, por isso, comentários desrespeitosos e orações que não condizem com a Igreja Católica Apostólica Romana não serão publicadas.

Que Deus vos abençoe, que Nosso Senhor Jesus Cristo lhes conceda a graça da cura, da resolução dos problemas, a paz e tudo que seu coração aflito suplicar. Tenha Fé e persevere na Oração, pois o Tempo de Deus é diferente do nosso. Deixe o amor de Nosso Senhor tocar sua vida.
Que Nossa Santíssima Mãe vos cubra com o manto de amor e proteção. Amém.

Adriana dos Anjos - Devoção e Fé Blog

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Para ajudar, tenho colocado as orações do programa de rádio Momento de Fé, porém muitos estão se confundindo e achando que meu blog é do Padre Marcelo Rossi. Irmãs(os), este blog não é do Padre Marcelo Rossi, para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele : 1) Padre Marcelo Rossi 2) Facebook Padre Marcelo Rossi

Obrigada - Adriana/Devoção e Fé