O combate espiritual 2 - Padre Duarte Lara - Devoção e Fé - Blog Católico

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

O combate espiritual 2 - Padre Duarte Lara

O combate espiritual 2

Padre Duarte Lara –
Sacerdote da Diocese de Lamego, Lisboa, Portugal  

sábado, 8 de novembro de 2014, 12h10
Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

A pregação desta manhã vai ser a segunda parte da que eu fiz ontem a tarde: “Combate Espiritual 1″. Portanto vou resumir as ideias principais de ontem, pois as de hoje são a continuidade.

Ontem meditei a parábola do semeador. Jesus nos ensinou que somos chamados a lutar contra três inimigos: o demônio, o mundo e a carne. Dois deles são externos: o mundo que nos seduz e o demônio que nos tenta.

O outro é interno, são as nossas más inclinações que muitas vezes nos arrastam para o pecado. Esses três inimigos nos arrastam para o pecado. E nesta batalha contra os inimigos, Jesus nos deixou várias armas: o jejum, a oração, a fé, entre outros.

Ontem me concentrei nos sete sacramentos intitulados por Jesus, eles são as armas mais fortes que temos nessa batalha. Mas muitos fiéis não vivem a grandeza e o poder dessas armas. Não há nada mais forte que os sacramentos, cada um tem sua força específica. O batismo nos faz filhos de Deus e nos renova, nos lava dos nossos pecados. Não há dignidade maior do que ser filho de Deus. Essa graça de ser filho do Senhor, Jesus nos deu no dia do batismo.

Depois falei do santo crisma. O crisma é muito importante, pois nos fortalece na filiação divina, sobretudo no testemunho da vida cristã. Não é fácil testemunhar Jesus nos dias de hoje. A palavra grega para dizer testemunha é mártir. O crisma fortalece você em vista de ser mártir, testemunha de Jesus. Hoje mesmo muitos vão morrer por serem cristãos. No Iraque, no Oriente Médio, os fundamentalistas islâmicos estão matando crianças por serem cristãs. Há pouco, um jornalista americano foi apanhado por fundamentalistas islâmicos e foi decapitado por ser cristão. Na Europa, em países civilizados, eles não cortam a cabeça, mas você vai preso por ser de Jesus. E na perseguição a tentação é fugir e negar Jesus, por isso o sacramento do crisma, para podermos perseverar. Falei também da Eucaristia, o maior de todos o sacramentos, a maior de todas as graças. Não há tesouro maior do que receber Jesus na comunhão, é muito mais do que ganhar na loteria, não tem comparação. Sobre tudo isso eu falei ontem.

.: O combate espiritual 1

A passagem de hoje é João 6, 30s. É o discurso do pão da vida e ainda a continuação de ontem sobre a Eucaristia. Pois ainda que falemos muito, não conseguiremos falar tudo sobre a Eucaristia que é o nosso maior tesouro. Bastaria essa palavra de João para nos entusiasmar para participarmos da Santa Missa. Que grandes promessas Jesus nos faz. Você quer ir pro céu? Então coma a Carne e beba o Sangue do Senhor. O Sacramento da Eucaristia gera a comunhão com Jesus Cristo. Sao Leão Magno dizia: “Outra coisa não faz o sacramento da Eucaristia senão nos transformar no que estamos recebendo”. Este Sacramento te transforma.

Isso é viver em Jesus, com Jesus, através dos sacramentos, principalmente o da Eucaristia. Que estranho é termos a possibilidade de irmos á Missa todos os dias e não o fazermos. Jesus institui seu Corpo e seu Sangue no pão e vinho, pois o pão nos fortalece e o vinho é sinal de vida. No tempo de Jesus, e até hoje, o pão é o alimento fundamental, o mais básico. E aquilo que o pão faz com o nosso corpo, nos fortalece, a Eucaristia também faz, nos fortalece espiritualmente. O vinho é sinal de vida para o Judeus, e o Sangue de Jesus também é vida para nós.

Eu gosto muito de dar catequese para as crianças, dizendo que Jesus está vivo na Hóstia Consagrada. No final eu sempre pergunto: o que você vai dizer pra Jesus quando o recebê-Lo? As respostas são lindas, chego até a chorar. Tem uma história de uma pessoa especial que queria muito receber Jesus Eucarístico e seus pais o preparam através da catequese. Mas a Igreja tem algumas regras, é necessário que a pessoa tenha consciência de diferenciar o pão simples do pão consagrado, sabendo que Jesus está ali após a consagração. E então esses pais foram ao padre pedir para o filho receber a Eucaristia, mas o padre disse qua não poderia, pelas suas limitações. Os pais insistiram, dizendo que eles o tinham ensinado e então o padre foi no sacrário e perguntou para a criança: – Quem está aqui? a criança disse: – É Jesus. E depois levou-a a uma cruz e perguntou: -Quem é esse? e a criança disse: – É Jesus. Então o padre perguntou para ela: -Mas qual a diferença? E a criança inspirada pelo Espírito Santo respondeu: -É que esse na cruz parece Jesus, mas não é Jesus, já aquele no sacrário não parece Jesus mas é Ele. Uma criança ensinando pra gente que a Eucaristia é Jesus.

Ontem eu também tinha dito que antes de receber Jesus temos que ter fé. Mas também precisamos preparar nosso coração com um chuveirinho espiritual chamado confissão, que vamos ver mais pra frente. Só que existem alguns cuidados secundários, mas que não são menos importantes. Por exemplo: quando você vai à Missa para receber Jesus, você não pode ir com a mesma roupa que você vai à praia. Imagine que o Papa Francisco te liga e diz que vai jantar contigo naquela noite. Você se prepara com o melhor que você tem para poder receber o Papa para jantar. Mas e para Jesus? Como você se prepara para ir á Missa? O amor se manifesta em tudo, até nestas coisas menores. Quem ama tem cuidado em tudo.

Em Portugal as pessoas tem uma roupa especial de domingo, que elas chamam de “roupa de missa”. Outra questão também é que nem tudo o que o mundo propõe serve para os filhos de Deus. Uma coisa que o mundo nos contaminou é a moda, os vestidos, a roupa que ele nos propõe. Em Fátima, Nossa Senhora avisou que viriam modas de roupa que ofenderiam a Deus. Então um filho de Deus tem que resistir a essas modas. Irmã Lúcia, uma dos pastorinhos, dizia que os filhos de Deus tinham que se vestir diferente por dois motivos: o primeiro é pra não ofender a Deus e o segundo é para testemunhar que é cristão. Então roupas muito curtas, decotadas, justas não servem para os filhos de Deus.

Na Missa, tudo importa, mas o ponto alto é quando você entra na fila da comunhão para receber Jesus. Peça a Jesus a graça de receber dignamente o Seu Corpo. E temos que ter cuidado ao recebê-Lo. A Igreja permite você receber na mão, mas temos que ter cuidado para não ficar nenhuma migalhinha, pois essa migalha é Deus. E também temos que comungar antes de virar as costas para o padre, ou o ministro. Infelizmente existem muitos roubos de hóstias consagradas. Que triste! Há duas semanas, estive em Roma em um Congresso Internacional de Exorcistas que disseram que está crescendo muito os roubos das hóstias consagradas. Em muitas igrejas as pessoas entram, roubam somente as hóstias, não querem os cálices, nada, somente Jesus. Mas por quê? Para usar Jesus em rituais satânicos. Peço a você para reparar esses pecados em suas orações, mas também que você tenha um cuidado maior no momento que for comungar, ficando atento se alguém não comungou. Se você perceber, vá atrás e defenda Jesus. Essa é uma missão que eu deixo para vocês. Ai de nós se não defendermos Jesus. Existem sites na internet que vendem hóstias consagradas. É incrível como muitas vezes os satanistas tem mais fé na Eucaristia do que muitos católicos, pois para eles a hóstia tem que ser consagrada.

Já vimos três sacramentos, agora vamos ver os sacramentos de cura, que são dois: a confissão, que cura o mais profundo da nossa alma, dos nossos pecados, e a unção dos enfermos, que é voltado para os doentes. Mas para que serve a confissão? Depois do batismo você foi lavado, mas infelizmente pecamos novamente e Deus te dá uma segunda chance, que se chama sacramento da confissão. Nos lava, nos limpa, nos purifica. Em uma aparição, Nossa Senhora disse que não existe ninguém no mundo que não precise de pelo menos uma confissão por mês. O maior inimigo da nossa salvação é o pecado e o pecado se vence somente com a confissão. Mas precisa ser uma boa confissão: você tem que estar arrependido. Com o pecado não pode haver compromisso, pois ele sempre é uma ofensa a Deus, ele sempre é uma má escolha. Você precisa depois, fazer uma confissão completa, não esconder nenhum pecado. Confesse mesmo sendo os pecados mais graves. Você não precisa contar uma longa história, você tem que ser direto, confissão não pode ser genérica. Tem gente que confessa: padre fiz coisas más! Mas o que seriam essas coisas más? Podem ser muitas coisas, roubou, matou, faltou á missa. É diferente. Seja direto para o padre, se você não consegue, peça ajuda ao Espírito Santo. Tem gente que não se prepara antes de confessar, chega e já vai logo confessar. Você precisa parar e ver o que está vivendo, analisando sua consciência de acordo com a Igreja, com seus mandamentos. Uma das coisas que mais me ajudou muito na minha caminhada espiritual foi a confissão frequente. Mensal e depois semanal. Você precisa sempre estar lutando, se arrependendo.

Jesus deixou um sacramento de cura para os doentes. Mas que ultimamente foi sendo deixado para quem está morrendo. Mas é pra quem está doente e não só pra quem está morrendo. Todos que estão gravemente doentes podem receber esse sacramento. Jesus cura através desse sacramento. Existem muitos testemunhos de pessoas que são curadas através dele. Conheci um padre bem novinho que me testemunhou que visitando uma senhora bem velhinha que estava pra morrer no leito do hospital e dando a ela o sacramento da unção dos enfermos, viveu mais 20 anos. Esse sacramento pode ser recebido mais de uma vez. Se você está doente, recebe o sacramento e se cura, mas depois adoece de novo, chame o sacerdote novamente. Se uma pessoa está em coma e não pode se confessar, o sacramento da unção faz o papel da confissão e lava a alma dessa pessoa.

Existem ainda o sacramento da ordem e do matrimônio, mas esses eu vou deixar pra amanha.

Transcrição e adaptação: Guilherme Zapparoli

Fonte: Canção Nova



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Irmãos e irmãs de fé. Paz e Bem!
Nosso único mestre e senhor é Jesus Cristo, nossa mãe no céu a Santíssima Virgem Maria, por isso, comentários desrespeitosos e orações que não condizem com a Igreja Católica Apostólica Romana não serão publicadas.

Que Deus vos abençoe, que Nosso Senhor Jesus Cristo lhes conceda a graça da cura, da resolução dos problemas, a paz e tudo que seu coração aflito suplicar. Tenha Fé e persevere na Oração, pois o Tempo de Deus é diferente do nosso. Deixe o amor de Nosso Senhor tocar sua vida.
Que Nossa Santíssima Mãe vos cubra com o manto de amor e proteção. Amém.

Adriana dos Anjos - Devoção e Fé Blog

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Para ajudar, tenho colocado as orações do programa de rádio Momento de Fé, porém muitos estão se confundindo e achando que meu blog é do Padre Marcelo Rossi. Irmãs(os), este blog não é do Padre Marcelo Rossi, para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele : 1) Padre Marcelo Rossi 2) Facebook Padre Marcelo Rossi

Obrigada - Adriana/Devoção e Fé