Cristo Rei do Universo-O Último Julgamento (Ano A) - Devoção e Fé - Blog Católico

domingo, 23 de novembro de 2014

Cristo Rei do Universo-O Último Julgamento (Ano A)

Cristo Rei do Universo

O Último Julgamento

34° Domingo do Tempo Comum

Evangelho de Mt 25, 31-46
31. Quando o Filho do Homem voltar na sua glória e todos os anjos com ele, sentar-se-á no seu trono glorioso.
32. Todas as nações se reunirão diante dele e ele separará uns dos outros, como o pastor separa as ovelhas dos cabritos.
33. Colocará as ovelhas à sua direita e os cabritos à sua esquerda.
34. Então o Rei dirá aos que estão à direita: - Vinde, benditos de meu Pai, tomai posse do Reino que vos está preparado desde a criação do mundo,
35. porque tive fome e me destes de comer; tive sede e me destes de beber; era peregrino e me acolhestes;
36. nu e me vestistes; enfermo e me visitastes; estava na prisão e viestes a mim.
37. Perguntar-lhe-ão os justos: - Senhor, quando foi que te vimos com fome e te demos de comer, com sede e te demos de beber?
38. Quando foi que te vimos peregrino e te acolhemos, nu e te vestimos?
39. Quando foi que te vimos enfermo ou na prisão e te fomos visitar?
40. Responderá o Rei: - Em verdade eu vos declaro: todas as vezes que fizestes isto a um destes meus irmãos mais pequeninos, foi a mim mesmo que o fizestes.
41. Voltar-se-á em seguida para os da sua esquerda e lhes dirá: - Retirai-vos de mim, malditos! Ide para o fogo eterno destinado ao demônio e aos seus anjos.
42. Porque tive fome e não me destes de comer; tive sede e não me destes de beber;
43. era peregrino e não me acolhestes; nu e não me vestistes; enfermo e na prisão e não me visitastes.
44. Também estes lhe perguntarão: - Senhor, quando foi que te vimos com fome, com sede, peregrino, nu, enfermo, ou na prisão e não te socorremos?
45. E ele responderá: - Em verdade eu vos declaro: todas as vezes que deixastes de fazer isso a um destes pequeninos, foi a mim que o deixastes de fazer.
46. E estes irão para o castigo eterno, e os justos, para a vida eterna.
Reflexão

A Solenidade de Cristo Rei do Universo conclui o Ano Litúrgico, o caminho que a Igreja faz para tornar presente o Mistério de Jesus na vida de cada cristão. O Papa Pio XI instituiu esta festa em 1925, como estímulo para que a realeza de Jesus influísse cada vez mais na vida dos fiéis. Os cristãos, administrando o poder do amor, devem livremente abraçar a verdade evangélica da pessoa de Jesus! A verdadeira realeza de Cristo está na capacidade de exercer o único poder que vem de Deus: o poder do Seu amor em nós! O dom gratuito de si é o exercício deste poder, no qual se conquista o sentido último da vida. O juízo de Jesus é sobre o amor. O critério único do Seu julgamento é o amor praticado para com o irmão. Somente a doação pelos irmãos pode ser oferecida no último juízo como acesso à glória do Reino de Deus. [a]  

Oração

Senhor meu Deus, meu Salvador, por enquanto só vos conheço pela fé, sem nunca vos ter visto. Posso apenas perceber vosso poder divino nas transformações que realizais em mim e em meus irmãos. Creio que estais presente entre nós, agindo sobre cada um e em toda a humanidade, para nos levar à liberdade do amor e da verdade. Confio em vosso poder e em vossa misericórdia. Quero estar sempre convosco, seguindo-vos e pondo-me a serviço da salvação de todos. De vez em quando, tenho a impressão que nos esquecestes no meio de nossas fraquezas. Preciso que aumenteis sempre mais minha esperança, para continuar sendo vosso discípulo, e para não desanimar no esforço para mudar o mundo. Dai-me força para estar no meu lugar quando vierdes. Amém. [b]

Fonte: Revista O Mílite (novembro/2014) [a]
Revista de Aparecida (novembro/2014) [b]



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Para ajudar, tenho colocado as orações do programa de rádio Momento de Fé, porém muitos estão se confundindo e achando que meu blog é do Padre Marcelo Rossi. Irmãs(os), este blog não é do Padre Marcelo Rossi, para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele : 1) Padre Marcelo Rossi 2) Facebook Padre Marcelo Rossi

Obrigada - Adriana/Devoção e Fé