Os Filhos Diferentes-26° Domingo do Tempo Comum (Ano A) - Devoção e Fé - Blog Católico

domingo, 28 de setembro de 2014

Os Filhos Diferentes-26° Domingo do Tempo Comum (Ano A)

Os Filhos Diferentes

26° Domingo do Tempo Comum

Evangelho de Mt 21, 28-32
28. Que vos parece? Um homem tinha dois filhos. Dirigindo-se ao primeiro, disse-lhe: - Meu filho, vai trabalhar hoje na vinha.
29. Respondeu ele: - Não quero. Mas, em seguida, tocado de arrependimento, foi.
30. Dirigindo-se depois ao outro, disse-lhe a mesma coisa. O filho respondeu: - Sim, pai! Mas não foi.
31. Qual dos dois fez a vontade do pai? O primeiro, responderam-lhe. E Jesus disse-lhes: Em verdade vos digo: os publicanos e as meretrizes vos precedem no Reino de Deus!
32. João veio a vós no caminho da justiça e não crestes nele. Os publicanos, porém, e as prostitutas creram nele. E vós, vendo isto, nem fostes tocados de arrependimento para crerdes nele.
Reflexão

Hoje vemos a diferença que há entre o dizer e o fazer. Uma afirmação verbal nem sempre é uma adesão conjunta com a ação. A obediência ao pedido do pai figura a necessida de tomar um posicionamento de compromisso à vontade de Deus, ainda que a neguemos num primeiro momento. A fé de palavras não suscita a realização do Reino de Deus entre nós. É preciso evitar dizer algo sobre Deus e viver diferente daquilo que se disse! Dizer "sim" a Jesus Cristo é colocar o Seu Evangelho como livro da vida, para com Ele se identificar, afirmando com a vida e os atos o nosso "sim" a Ele. A Imaculada é inspiração para o nosso sim ao seu Filho, pois mesmo sendo mãe fez-se discípula, ouvindo e guardando Suas palavras em seu coração, para colocá-las em prática. Em nossos dias, é preciso que a vida fale pelo nosso estilo de vida cristã! "Fazer bem o bem" (São Maximiliano Kolbe). [a]  

Oração

Senhor, de fato, muitas vezes tenho sido como esse segundo irmão aparentemente certinho, cheio de bons propósitos mas sem muita vida. Antes de mais nada, tenho é de pedir perdão. Com vossa graça quero ter mais coerência em meu jeito de viver, pondo em prática o que digo aceitar como Evangelho. E, depois, ainda devo pedir perdão para meu modo de julgar o próximo, não acreditando em sua boa vontade, sem levar em conta as desculpas que pode ter. Aumentai minha fé no poder transformador de vossa graça, capaz de vencer ainda que seja no último instante. Dai a esses irmãos e irmãs infelizes as oportunidades de que precisam, pondo muita gente boa em seu caminho, enchei seu coração com vosso Espírito, para que encontrem felicidade e paz. Amém. [b]

Fonte: Revista O Mílite (setembro/2014) [a]
Revista de Aparecida (setembro/2014) [b]



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Para ajudar, tenho colocado as orações do programa de rádio Momento de Fé, porém muitos estão se confundindo e achando que meu blog é do Padre Marcelo Rossi. Irmãs(os), este blog não é do Padre Marcelo Rossi, para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele : 1) Padre Marcelo Rossi 2) Facebook Padre Marcelo Rossi

Obrigada - Adriana/Devoção e Fé