O gesto da paz mantém-se depois do Pai-Nosso e antes da comunhão - Devoção e Fé - Blog Católico

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

O gesto da paz mantém-se depois do Pai-Nosso e antes da comunhão

O gesto da paz mantém-se depois do Pai-Nosso
e antes da comunhão


É já oficial: a Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos, optou por manter, durante a missa, o gesto da paz depois do Pai-Nosso e antes da Comunhão. A mudança do rito da paz para um outro momento da Missa, por exemplo antes do ofertório, tinha sido discutida durante o Sínodo dos Bispos sobre a Eucaristia, em 2005, mas a maioria das Conferências Episcopais consultadas sobre o assunto pronunciou-se contra uma mudança estrutural.
“Deixo-vos a paz, dou-vos a minha paz": a paz é o dom que Cristo Ressuscitado continua a oferecer à sua Igreja reunida para a celebração da Eucaristia. O gesto da paz comporta um grande valor no nosso tempo marcada por numerosos conflitos. Pela sua oração e testemunho, os cristãos têm a missão de acalmar os temores profundos da humanidade e favorecer a instauração de um mundo mais justo e pacífico
Realizado antes do partir do pão, este gesto tem um profundo significado teológico. Mas ele deve ser feito com sobriedade e para não perturbar o sentido sagrado da celebração eucarística. Ora, este gesto causa por vezes uma certa agitação entre os fiéis, mesmo pouco antes da comunhão. As Conferências Episcopais de todo o mundo são, portanto, convidadas a preparar catequeses litúrgicas sobre o significado deste rito, o seu desenvolvimento no quadro da celebração da Missa e sobre o significado cristão da paz.
Será necessário mudar nas novas edições do missal nos países onde foram adotados gestos profanos. Numa uma circular aprovada pelo Papa Francisco, a Congregação dá várias indicações práticas. Ela recorda também que o gesto da paz não é mecânico, que não é obrigatório e que pode ser omitido pelo celebrante. A circular adverte contra a introdução de um canto de paz e pede aos fiéis, bem como ao celebrante, para não se deslocarem para dar a paz.
Para a Congregação para o Culto Divino, é essencial não apenas promover uma melhor expressão do sinal de paz, corrigindo os abusos e moderando os excessos que suscitam a confusão na assembleia litúrgica. É também necessário melhorar a sua compreensão.
Fonte: Radio Vaticano 

Para Saber Mais:
https://domvob.files.wordpress.com/2014/08/o-significado-ritual-do-dom-da-paz-na-missa.pdf 



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Irmãos e irmãs de fé. Paz e Bem!
Nosso único mestre e senhor é Jesus Cristo, nossa mãe no céu a Santíssima Virgem Maria, por isso, comentários desrespeitosos e orações que não condizem com a Igreja Católica Apostólica Romana não serão publicadas.

Que Deus vos abençoe, que Nosso Senhor Jesus Cristo lhes conceda a graça da cura, da resolução dos problemas, a paz e tudo que seu coração aflito suplicar. Tenha Fé e persevere na Oração, pois o Tempo de Deus é diferente do nosso. Deixe o amor de Nosso Senhor tocar sua vida.
Que Nossa Santíssima Mãe vos cubra com o manto de amor e proteção. Amém.

Adriana dos Anjos - Devoção e Fé Blog

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Para ajudar, tenho colocado as orações do programa de rádio Momento de Fé, porém muitos estão se confundindo e achando que meu blog é do Padre Marcelo Rossi. Irmãs(os), este blog não é do Padre Marcelo Rossi, para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele : 1) Padre Marcelo Rossi 2) Facebook Padre Marcelo Rossi

Obrigada - Adriana/Devoção e Fé