Temor e Confiança no Pai-12° Domingo do Tempo Comum (Ano A) - Devoção e Fé - Blog Católico

domingo, 22 de junho de 2014

Temor e Confiança no Pai-12° Domingo do Tempo Comum (Ano A)


Temor e Confiança no Pai

12° Domingo do Tempo Comum

Evangelho de Mt 10, 26-33
26. Não os temais, pois; porque nada há de escondido que não venha à luz, nada de secreto que não se venha a saber.
27. O que vos digo na escuridão, dizei-o às claras. O que vos é dito ao ouvido, publicai-o de cima dos telhados.
28. Não temais aqueles que matam o corpo, mas não podem matar a alma; temei antes aquele que pode precipitar a alma e o corpo na geena.
29. Não se vendem dois passarinhos por um asse? No entanto, nenhum cai por terra sem a vontade de vosso Pai.
30. Até os cabelos de vossa cabeça estão todos contados.
31. Não temais, pois! Bem mais que os pássaros valeis vós.
32. Portanto, quem der testemunho de mim diante dos homens, também eu darei testemunho dele diante de meu Pai que está nos céus.
33. Aquele, porém, que me negar diante dos homens, também eu o negarei diante de meu Pai que está nos céus.
Reflexão

Quando nos sentimos desprevenidos, Deus vem até nós por meio da Sua misericórdia, sobretudo, quando se tem um coração confiante. Sendo assim, o Senhor nos pede um amor total, acima de qualquer coisa. Pois foi dessa forma que Ele nos amou e nos ama. As coisas deste mundo não podem ocupar o espaço dele em nosso coração. Além disso, Ele nos convida a assumir a nossa cruz, com todas nossas realidades humanas. Assumindo esta realidade, você estará assumindo o próprio Cristo, por inteiro; Cristo Crucificado e Ressuscitado. Maria, a primeira discípula, foi aquela que melhor entendeu esta realidade. Que Ela nos ensine a viver melhor nos passos de seu Filho Jesus Cristo. [a]  

Oração

Senhor Jesus, achamos que nosso mundo é pouco acolhedor diante de vossas ideias. Esquecemos que sempre foi assim, e que, quando parecia mais aberto ao Evangelho, de fato tinha aparado suas arestas mais incômodas.
Dai-nos a coragem de continuar participando de vossa impopularidade e não dos holofotes dos famosos do momento. Ajudai-nos a aceitar e assumir vosso jeito manso de agir, mas irresistível, como o da semente de mostarda ou do fermento. Ensinai-nos a paciência tranquila, a certeza que um dia afinal a verdade, a justiça e a bondade, sem nenhuma imposição, serão acolhidas como libertação.
Confio em vós, e de minha parte quero continuar fazendo o que posso pelo Evangelho, sem pressa de ver os resultados. Amém. [b]

Fonte: Revista O Mílite (junho/2014) [a]
Revista de Aparecida (junho/2014) [b]



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Para ajudar, tenho colocado as orações do programa de rádio Momento de Fé, porém muitos estão se confundindo e achando que meu blog é do Padre Marcelo Rossi. Irmãs(os), este blog não é do Padre Marcelo Rossi, para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele : 1) Padre Marcelo Rossi 2) Facebook Padre Marcelo Rossi

Obrigada - Adriana/Devoção e Fé