6º Domingo da Páscoa do Senhor-Enviado Pelo Pai (Ano C) - Devoção e Fé - Blog Católico

sábado, 4 de maio de 2013

6º Domingo da Páscoa do Senhor-Enviado Pelo Pai (Ano C)

 6º Domingo da Páscoa

Evangelho Segundo João 14,23-29

 23 Jesus respondeu: «Se alguém me ama, guarda a minha palavra, e meu Pai o amará. Eu e meu Pai viremos e faremos nele a nossa morada. 24 Quem não me ama, não guarda as minhas palavras. E a palavra que vocês ouvem não é minha, mas é a palavra do Pai que me enviou. 25 Essas são as coisas que eu tinha para dizer estando com vocês. 26 Mas o Advogado, o Espírito Santo, que o Pai vai enviar em meu nome, ele ensinará a vocês todas as coisas e fará vocês lembrarem tudo o que eu lhes disse.»
A paz que só Jesus pode dar -* 27 «Eu deixo para vocês a paz, eu lhes dou a minha paz. A paz que eu dou para vocês não é a paz que o mundo dá. Não fiquem perturbados, nem tenham medo. 28 Vocês ouviram o que eu disse: ‘Eu vou, mas voltarei para vocês’. Se vocês me amassem, ficariam alegres porque eu vou para o Pai, pois o Pai é maior do que eu. 29 Eu lhes digo isso agora, antes que aconteça, para que, quando acontecer, vocês acreditem. 30 Já não tenho muito tempo para falar com vocês, pois o príncipe deste mundo está chegando. Ele não tem poder sobre mim, 31 mas vem para que o mundo reconheça que eu amo o Pai, e é por isso que faço tudo o que o Pai me mandou. Levantem-se. Vamos sair daqui.»

Reflexão: Enviado Pelo Pai

O trecho é tirado dos "discursos de adeus" de Jesus no evangelho de João. Trata-se de um conjunto de ensinamentos que o evangelista teria recolhido em vários momentos do ministério de Jesus e colocado em seus lábios no momento mais solene da sua missão terrena (ao passar de sua existência terrena para a celeste), uma espécie de testamento espiritual que ilumina retrospectivamente todo o sentido da vida e da atividade de Jesus. Em nossa leitura é apresentado o Paráclito, enviado pelo Pai, em preparação à festa de Pentecostes que se aproxima.
"Se alguém me ama, guardará minha palavra...". Esse amor deve ter duas condições ou provas de autenticidade: quem ama a Jesus, guarda as suas palavras, isto é, vive delas; e se alegra que Jesus vá para o Pai, isto é, em sua glória, porque aí Ele se encontra na "casa do Pai", também enquanto homem. Quem ama a Jesus e vive, isto é, realiza plenamente as suas palavras, se torna um templo, no qual Deus vem habitar. A habitação de Deus na alma dos homens é um dos maiores dons que Deus pode nos conceder na terra. De modo misterioso, a alma se torna "céu na terra".
"Mas o Paráclito, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome...". O termo Paráclito não está somente no sentido de advogado que defende os homens, mas também no sentido daquele que fala e intercede em nosso favor.
"Vos ensinará tudo e vos recordará tudo o que eu vos disse". O Espírito Santo nos protegerá porque nos fará entender a palavra de Jesus, que é a própria palavra do Pai. Desenvolverá essa tarefa dando calor, força e inteligibilidade a essa palavra em nossa vida. Trazendo-a à lembrança, não como algo esquecido, mas como realidade redescoberta em nível mais profundo de fé e de alegria cristã.
"Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou". O precioso bem da paz é dom de Jesus. Onde está Deus, aí está a paz. Essa paz, intimamente unida à presença de Deus, pode subsistir inclusive em meio aos assaltos e insídias do mal, também em meio aos sofrimentos. "Vou e retorno a vós..." Jesus voltará de duas maneiras: com o Espírito Santo e, depois, no final dos tempos como ressuscitado em sua glória. [1] 

Oração

Senhor Jesus, tenho procurado seguir-vos como discípulo, tentando aprender convosco o jeito certo de viver. Perdoai minhas infidelidades, e aumentai meu amor para que de agora em diante eu siga sempre vossa palavra, e não apenas diga que vos amo. Sabeis como sou inconstante; por isso segurai-me firmemente para que não vos deixe.
Quero amar-vos de fato, na realidade do dia a dia. Conquistai meu coração, para que o Pai me ame, e venha até mim, para estabelecer em mim sua morada.
Senhor, pelo batismo fui mergulhado na vida da Trindade. Fazei-me participar mais intensamente dessa vida divina que me renova e plenifica. Agradeço essa felicidade que me dais já agora nesta vida, e espero que me tereis para sempre convosco na vida eterna. Amém. [2]  

Fonte: Revista Brasil Cristão maio/2013 [1] 
  Revista de Aparecida maio/2013 [2]



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Irmãos e irmãs de fé. Paz e Bem!
Nosso único mestre e senhor é Jesus Cristo, nossa mãe no céu a Santíssima Virgem Maria, por isso, comentários desrespeitosos e orações que não condizem com a Igreja Católica Apostólica Romana não serão publicadas.

Que Deus vos abençoe, que Nosso Senhor Jesus Cristo lhes conceda a graça da cura, da resolução dos problemas, a paz e tudo que seu coração aflito suplicar. Tenha Fé e persevere na Oração, pois o Tempo de Deus é diferente do nosso. Deixe o amor de Nosso Senhor tocar sua vida.
Que Nossa Santíssima Mãe vos cubra com o manto de amor e proteção. Amém.

Adriana dos Anjos - Devoção e Fé Blog

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Para ajudar, tenho colocado as orações do programa de rádio Momento de Fé, porém muitos estão se confundindo e achando que meu blog é do Padre Marcelo Rossi. Irmãs(os), este blog não é do Padre Marcelo Rossi, para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele : 1) Padre Marcelo Rossi 2) Facebook Padre Marcelo Rossi

Obrigada - Adriana/Devoção e Fé