Apelo à Conversão-3º Domingo da Quaresma (Ano C) - Devoção e Fé - Blog Católico

domingo, 3 de março de 2013

Apelo à Conversão-3º Domingo da Quaresma (Ano C)

 3º Domingo da Quaresma
Evangelho segundo Lucas 13,1-9

Nesse tempo, chegaram algumas pessoas levando notícias a Jesus sobre os galileus que Pilatos tinha matado, enquanto ofereciam sacrifícios. 

Jesus respondeu-lhes: "Pensam vocês que esses galileus, por terem sofrido tal sorte, eram mais pecadores do que todos os outros galileus? De modo algum, lhes digo eu. E se vocês não se converterem, vão morrer todos do mesmo modo. E aqueles dezoito que morreram quando a torre de Siloé caiu em cima deles? Pensam vocês que eram mais culpados do que todos os outros moradores de Jerusalém? De modo algum, lhes digo eu. E se vocês não se converterem, vão morrer todos do mesmo modo."

Então Jesus contou esta parábola: "Certo homem tinha uma figueira plantada no meio da vinha. Foi até ela procurar figos, e não encontrou. Então disse ao agricultor: ‘Olhe! Hoje faz três anos que venho buscar figos nesta figueira, e não encontro nada! Corte-a. Ela só fica aí esgotando a terra’. Mas o agricultor respondeu: ‘Senhor, deixa a figueira ainda este ano. Vou cavar em volta dela e pôr adubo. Quem sabe, no futuro ela dará fruto! Se não der, então a cortarás’."

Reflexão

Este texto do evangelho de Lucas é composto por duas seções curtas, cada uma com a sua introdução: a primeira, um chamado claro à conversão, aproveitando a ocasião de dois fatos trágicos; a segunda, uma parábola que convida a aproveitar, até que dure, o tempo da graça.
Os dois episódios de morte violenta (chacina ordenada por Pilatos e queda da torre de Siloé) têm como finalidade sublinhar como nem sempre se deve buscar uma conexão direta entre culpa e morte, entre pecado e desgraça; tais fatos devem interpelar quem ouve e induzi-lo à conversão, para não estar despreparado se for envolvido por eventualidades desse tipo.
Os frutos de uma árvore podem ser colhidos somente no quarto ano, quer dizer que se passaram ao menos seis anos desde que a figueira foi plantada. À parte esse longo tempo, a figueira goza o privilégio de ser plantada dentro da vinha. Adubar o terreno de uma vinha, que já é de boa qualidade, é um trabalho insólito. O fato de a proposta do vinhateiro não ter sido rejeitada - como seria normal - mas acolhida pelo proprietário, indica que ele não quer poupar, mas está disposto a dar tempo longo e a fazer todo o possível para deixar a figueira em condições de produzir frutos.
Se o julgamento de Deus retarda e se a nossa vida e os benefícios de Deus  se prolongam no tempo, tudo isso deve ser visto como sinal de um tempo de graça, que urge frutificar, antes que seja tarde.  

Oração

Ó Deus, fonte de todo bem,
quiseste que dedicássemos este tempo quaresmal
à fraternidade, à oração e à renúncia de nós mesmos.
Olha a nossa fraqueza e faze morrer o pecado em nós,
para que sejamos, por tua misericórdia,
recriados para uma vida nova.
Por Cristo, nosso Senhor. Amém.

Fonte: Revista O Mílite (março-2013)



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Irmãos e irmãs de fé. Paz e Bem!
Nosso único mestre e senhor é Jesus Cristo, nossa mãe no céu a Santíssima Virgem Maria, por isso, comentários desrespeitosos e orações que não condizem com a Igreja Católica Apostólica Romana não serão publicadas.

Que Deus vos abençoe, que Nosso Senhor Jesus Cristo lhes conceda a graça da cura, da resolução dos problemas, a paz e tudo que seu coração aflito suplicar. Tenha Fé e persevere na Oração, pois o Tempo de Deus é diferente do nosso. Deixe o amor de Nosso Senhor tocar sua vida.
Que Nossa Santíssima Mãe vos cubra com o manto de amor e proteção. Amém.

Adriana dos Anjos - Devoção e Fé Blog

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Para ajudar, tenho colocado as orações do programa de rádio Momento de Fé, porém muitos estão se confundindo e achando que meu blog é do Padre Marcelo Rossi. Irmãs(os), este blog não é do Padre Marcelo Rossi, para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele : 1) Padre Marcelo Rossi 2) Facebook Padre Marcelo Rossi

Obrigada - Adriana/Devoção e Fé