Ano Litúrgico Explicado por Cardeal Odilo Scherer - Devoção e Fé - Blog Católico

domingo, 2 de dezembro de 2012

Ano Litúrgico Explicado por Cardeal Odilo Scherer

 Cardeal Odilo Scherer explica sentido 
do Ano Litúrgico


"Nós entramos no 'Tempo de Deus', e nos colocamos mediante a fé, justamente na acolhida da Obra de Deus, que se manifesta na história da Salvação", afirmou.


Um calendário diferente, composto por datas comemorativas, que começam e terminam quatro semanas antes do Natal, assim é o Ano Litúrgico. Um calendário religioso que contém as datas dos acontecimentos que marcaram a história do povo cristão.

"Existe o ano civil, que vai de janeiro a 31 de dezembro, e a Igreja Católica tem o ano litúrgico que vai do Advento até a conclusão do ano litúrgico com a Festa de Cristo Rei", explica o Arcebispo de São Paulo, Cardeal Odilo Pedro Scherer.

O ano litúrgico tem como base as fases da lua e compõe-se de dois grandes ciclos: o Natal e a Páscoa. São como dois pólos em torno dos quais gira todo o ano.

No tempo do Advento, a cor litúrgica é roxa, e somente no terceiro domingo é rosa. Esse período inicia-se no primeiro domingo após a Festa de Cristo Rei (último domingo do Tempo Comum). Tem a duração de quatro semanas.

No tempo do Natal, a cor litúrgica é branca. No dia 25 de dezembro, comemora-se o Natal de nosso Senhor Jesus Cristo. No primeiro domingo, após o Natal, é a Solenidade da Sagrada Família - Jesus, Maria e José. No dia 1º de janeiro, a Festa da Santa Mãe de Deus - Maria.

No segundo domingo, depois do Natal, a Igreja celebra a Epifania do Senhor, que é a manifestação de Deus ao mundo através do reconhecimento e adoração dos Reis Magos. E no domingo seguinte, celebra-se o Batismo do Senhor.

O primeiro ciclo do Tempo Comum, de cor litúrgica verde, inicia-se na segunda-feira, depois da Solenidade do Batismo do Senhor, e termina na terça-feira, véspera da Quarta-feira de Cinzas, que marca o início do Ciclo Pascal.

No tempo da Quaresma, a cor litúrgica é roxa, somente no quarto domingo é rosa. É um período de 40 dias, entre a Quarta-feira de Cinzas e o início da Semana Santa. Esta tem início no Domingo de Ramos e na Celebração da Paixão do Senhor, com a cor litúrgica vermelha.

O Tríduo Pascal começa na segunda-feira da Semana Santa, a cor é branca, com a Missa Vespertina da Ceia do Senhor, passando pela Sexta-feira da Paixão do Senhor, e culminando com a grande Vigília Pascal, no Sábado Santo, na qual a cor usada é branca.

Na Páscoa e nos 50 dias que se seguem, a cor é branca. O período dura até o Domingo de Pentecostes, no qual a cor é vermelha.

No segundo ciclo do Tempo Comum, a cor é verde. Inicia-se na segunda-feira, após a Solenidade de Pentecostes e termina na Solenidade de Cristo Rei, que marca também o encerramento do Ano Litúrgico.

O objetivo principal do Ano Litúrgico foi renovar os aspectos pastorais e espirituais com a finalidade de contribuir na santificação dos fiéis católicos.

"O Ano Litúrgico é isso: nós recordamos ao longo de um ano, sempre de novo toda a história da Salvação. E para que? Para que a gente entre também no caminho, no clima, no ritmo da história da Salvação. E como nós cremos que o que Deus fez, não fez simplesmente no passado, mas faz e ainda fará. O fazer de Deus, a Obra de Deus é um constante presente. Então, nós é que entramos no 'Tempo de Deus', e nos colocamos mediante a fé, justamente na acolhida da Obra de Deus, que se manifesta na história da Salvação. O Ano Litúrfico nos traz toda essa possibilidade de celebrar a nossa fé e ao mesmo tempo aderir à nossa fé, e receber os frutos da nossa fé, mediante os mistérios da fé celebrados", explicou o Cardeal Odilo Scherer.

Fonte: Canção Nova Notícias/Portal Eclesia



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Para ajudar, tenho colocado as orações do programa de rádio Momento de Fé, porém muitos estão se confundindo e achando que meu blog é do Padre Marcelo Rossi. Irmãs(os), este blog não é do Padre Marcelo Rossi, para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele : 1) Padre Marcelo Rossi 2) Facebook Padre Marcelo Rossi

Obrigada - Adriana/Devoção e Fé