Nossa Senhora à Luz de São Agostinho de Hipona - Devoção e Fé - Blog Católico

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Nossa Senhora à Luz de São Agostinho de Hipona

 Maria à Luz dos Escritos Patrísticos

Através dos primeiros escritos históricos, perceba como desde o princípio a mãe de Deus foi honrada como tal. Maria foi respeitada e honrada pelos cristãos que foram compreendendo e aprofundando os títulos encontrados no Evangelho. Que estes textos façam aumentar seu amor a Nossa Senhora.

10. São Agostinho - Ano 405-406:

Chamado "Doutor da Graça", ele  aprofunda a reflexão  feita pelos Padres anteriores a ele sobre Maria como nova Eva e proclama sem reservas a excelsa santidade da Virgem escolhida por Deus para ser a Mãe do Salvador. A mãe de Deus jamais pode ser incluída entre os que estão marcados pelo pecado. Diz-nos o santo de Hipona, que não cabe dúvida alguma de que Maria permaneceu perpetuamente virgem. É o que podemos deduzir da firmeza de suas proposições:
"Nossa primeira caída teve lugar, quando a mulher de quem herdamos a morte, concebeu em seu coração o veneno da serpente. A serpente, com efeito, a persuadiu a pecar, e este mau conselho encontrou guarida em seus ouvidos. Se nossa primeira caída teve lugar, quando a mulher concebeu em seu coração o veneno da serpente, não há de estranhar-nos que nossa saúde tenha sido restaurada, quando outra mulher concebeu em seu seio a carne do Todo-Poderoso. Um e outro sexo tinham caído, um e outro tinham que ser restaurados. Por uma mulher fomos entregues à morte e por uma mulher nos foi devolvida a saúde"(Sermão 289,2).
"Exceto a Santa Virgem Maria, da qual não quero, por honra do que é devido ao Senhor, suscitar qualquer questão, ao se tratar de pecados (pois sabemos que lhe foi concedida a graça para vencer por todos os flancos o pecado, porque ela mereceu conceber e dar à luz a quem não teve pecado algum); exceto, digo a esta Virgem, se tivéssemos podido congregar todos os santos e santas que aqui viviam,  e perguntássemos se jamais tinham pecado, o que teriam respondido?... Não é verdade que teriam unanimemente exclamado: Se dissemos que não pecamos, enganamo-nos e a verdade não está em nós?" (Sobre a natureza e a graça 36,42). 

Agostinho de Hipona

(Tagaste, 13 de novembro de 354 - Hipona, 28 de agosto de 430)   Aurélio Agostinho (em latim: Aurelius Augustinus), conhecido como Santo Agostinho foi bispo de Hipona, escritor, teólogo, filósofo e é um Padre latino e Doutor da Igreja Católica.
Agostinho é uma das figuras mais importantes do cristianismo. Ele moldou o conceito de pecado original e desenvolveu a crença da Igreja como a cidade espiritual de Deus (em um livro de mesmo nome), distinta da cidade material do homem.
Santo Agostinho também desenvolveu a teoria da Predestinação que foi retomada, no século XVI, por Lutero e Calvino, figuras importantíssimas na Reforma Protestante. Agostinho também defendia o primado e infalibilidade papais.
Seu pensamento influenciou profundamente a visão do homem medieval. Agostinho nasceu na Argélia, sua mãe era cristã, Santa Mônica. Ele foi educado no Norte da África e resistiu às expectativas de sua mãe para se tornar cristão. Ele tomou uma concubina, e tornou-se um Maniqueísta. Posteriormente ele se converteu ao catolicismo, tornou-se um bispo, e lutou contra as heresias, como o Pelagianismo.
Suas obras ainda são lidas em todo o mundo. Agostinho foi um autor prolífico em muitos gêneros — tratados filosóficos, teológicos, comentários de escritos da Bíblia, além de sermões e cartas. Dele restaram algumas centenas de cartas (Epistulae) e de sermões (Sermones) considerados autênticos. Além disso, deixou 113 obras escritas.
Agostinho é chamado de o Doutor da Graça, por sua compreensão sobre o tema.

Fonte: Eu Sou Feliz Por Ser Católico - Pe. Marcelo Rossi 



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Irmãos e irmãs de fé. Paz e Bem!
Nosso único mestre e senhor é Jesus Cristo, nossa mãe no céu a Santíssima Virgem Maria, por isso, comentários desrespeitosos e orações que não condizem com a Igreja Católica Apostólica Romana não serão publicadas.

Que Deus vos abençoe, que Nosso Senhor Jesus Cristo lhes conceda a graça da cura, da resolução dos problemas, a paz e tudo que seu coração aflito suplicar. Tenha Fé e persevere na Oração, pois o Tempo de Deus é diferente do nosso. Deixe o amor de Nosso Senhor tocar sua vida.
Que Nossa Santíssima Mãe vos cubra com o manto de amor e proteção. Amém.

Adriana dos Anjos - Devoção e Fé Blog

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Para ajudar, tenho colocado as orações do programa de rádio Momento de Fé, porém muitos estão se confundindo e achando que meu blog é do Padre Marcelo Rossi. Irmãs(os), este blog não é do Padre Marcelo Rossi, para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele : 1) Padre Marcelo Rossi 2) Facebook Padre Marcelo Rossi

Obrigada - Adriana/Devoção e Fé