Comunhão Eucarística - Profundo Encontro com Jesus - Devoção e Fé - Blog Católico

domingo, 26 de agosto de 2012

Comunhão Eucarística - Profundo Encontro com Jesus

 
Nós, seres humanos, batizados em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, precisamos de duas espécies de alimento: o material e o espiritual. Isto porque nós temos duas espécies de vida: a vida humana, que recebemos de nossos pais, e a vida divina, que recebemos do Pai celeste no dia do nosso Batismo e que vamos viver na glória do Céu.
Pelos alimentos materiais alimentamos a nossa vida humana material e pela Trindade somos alimentados em nossa vida espiritual.

Jesus declarou: "Em verdade, em verdade vos digo: Moisés não vos deu o pão do céu, mas o meu Pai é quem vos dá o verdadeiro pão do céu, porque o pão de Deus é o pão que desce do céu e dá vida ao mundo" (Jo 6,32-33).

Jesus Cristo é o pão que o Pai nos deu, pois Ele mesmo nos declara: "Eu sou o pão da vida: aquele que vem a mim não terá fome, e aquele que crê em mim jamais terá sede. Eu sou o pão da vida. Este é o pão que desceu do céu, para que não morra todo aquele que dele comer" (jo 6, 35.48.50).

Jesus é o alimento espiritual que precisamos para alimentar nossa alma, para a nossa vida de fé e vivência cristã. Jesus nos liberta e nos cura, nos alimenta e nos fortalece por todos os seus ensinamentos escritos nos santos Evangelhos.
Jesus nos alimenta garantindo-nos que existe uma vida após a morte, que a vida cristã que vivemos é uma conquista da vida gloriosa no céu, que um dia estaremos junto de Deus no Céu, com Nossa Senhora, os anjos e Santos; que a mansão nos céus já está reservada para nós.

De fato, todo católico que cultiva uma grande amizade com Jesus, não passará fome e sede espiritual, pois o Senhor Jesus o alimenta com os melhores alimentos espirituais. Mas analisando os nossos católicos, poderíamos dividi-los em três grandes grupos:

1- Os mortos espiritualmente.
Aqueles que "nasceram" pelo Batismo, mas sua vida foi "abortada". Ou porque nunca chegaram a ter fé consciente e vivência católica, ou em alguma fase da vida abandonaram a Igreja, perderam a fé, romperam o "cordão umbilical" com Deus por uma vida de pecados; vivem como se Deus não existisse ou abandonaram a fé no Deus verdadeiro e passaram a viver em falsas religiões.

2- Os doentes espiritualmente.
São aqueles que não foram bem alimentados quando bem crianças e jovens ou que eles mesmos, não cuidaram de sua alimentação espiritual, não participando da vida sacramental da Igreja, e que por isso têm uma fé fraquinha e pouco esclarecida, vivem em parte sua vida cristã, mas há a presença de vícios, de pecados graves, de muita confusão espiritual misturando crenças e práticas religiosas.

3- Os sadios espiritualmente.
São aqueles que: ou foram bem alimentados desde criança, sempre participaram da vida sacramental na igreja, cresceram nos conhecimentos de sua fé e de sua Igreja; ou aqueles que, depois de um tempo de "morte espiritual", se converteram, voltaram ao estado de graça santificante, começaram a se alimentar diariamente com os melhores alimentos espirituais, e vivem uma vida espiritual, sobrenatural, vigorosa, sadia e cheia de frutos de santidade.

Estes últimos são aqueles a quem Jesus diz: "Eu sou o pão da vida: aquele que vem a mim não terá fome, e aquele que crê em mim jamais terá sede. Eu sou o pão da vida. Este é o pão que desceu do céu, para que não morra todo aquele que dele comer".

Jesus revela que a Santa Comunhão Eucarística, por ser um "encontro profundo com Ele", é um alimento riquíssimo para essa vida sobrenatural e para vivê-la, depois, na eternidade. Ele revela: "Em verdade, em verdade vos digo: se não comerdes a carne do Filho do Homem, e não beberdes o seu sangue, não tereis a vida em vós mesmos. Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia. Pois a minha carne é verdadeiramente uma comida e o meu sangue, verdadeiramente uma bebida. Quem come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele. Este é o pão que desceu do céu. Não como o maná que vossos pais comeram e morreram. Quem come deste pão viverá eternamente"(Jo 6,53-58).
 
Feliz todo aquele que compreender essas palavras de Jesus e as puser em prática em sua vida de cada dia. 
 
(Trechos retirados do texto: Jesus, Pão da Vida- 
Pe. Alírio José Pedrini, scj )
 
Fonte: Revista Brasil Cristão - agosto/2012



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Para ajudar, tenho colocado as orações do programa de rádio Momento de Fé, porém muitos estão se confundindo e achando que meu blog é do Padre Marcelo Rossi. Irmãs(os), este blog não é do Padre Marcelo Rossi, para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele : 1) Padre Marcelo Rossi 2) Facebook Padre Marcelo Rossi

Obrigada - Adriana/Devoção e Fé