Benção e Imposição do Escapulário de Nossa Senhora Do Carmo-Pe Marcelo Rossi - Devoção e Fé - Blog Católico

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Benção e Imposição do Escapulário de Nossa Senhora Do Carmo-Pe Marcelo Rossi

Bom dia amigas e amigos de fé! 
Hoje trouxe para vocês o rito para imposição do escapulário de Nossa Senhora do Carmo que o padre Marcelo Rossi colocou em sua página no facebook, pois esta semana inteira o Nosso Momento de Fé (do padre) foi dedicada à Ela. E hoje, sexta-feira, daqui a pouco será a imposição. Então para quem não pode copiar antes, está aqui no blog!
Abraços, fiquem com a paz de Jesus e o amor de Nossa Senhora.

BENÇÃO E IMPOSIÇÃO DO ESCAPULÁRIO DE 
NOSSA SENHORA DO CARMO

RITOS INICIAIS


Reúnem-se os fiéis diante de uma imagem de Nossa Senhora, o ministro se aproxima e faz a acolhida, enquanto, se for oportuno se canta um hino condizente com a celebração.

Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.
Todos fazem o sinal da cruz e respondem:
Amém.

O celebrante saúda os presentes.

A graça de Nosso Senhor Jesus Cristo nascido da Virgem Maria, o amor de Deus, Nosso Pai, e a comunhão do Espírito Santo estejam convosco!
Todos respondem:
Bendito seja Deus, que nos reuniu no amor de Cristo.

ALOCUÇÃO

O celebrante prepara os presentes à celebração do rito com essas palavras ou outras semelhantes:
Deus utiliza-se de sinais humildes para manifestar a sua grande misericórdia para conosco.

O homem também mostra com sinais humildes os seus sentimentos de gratidão, revela a sua vontade de servir a Deus e o propósito de cumprir fielmente, por toda a vida, a consagração do seu batismo.

Este escapulário, que é tomado como se fosse um sinal de comunhão com a Ordem dos Irmãos da Santíssima Virgem Maria do Monte Carmelo, aprovada pela Igreja, expressa a vontade especial de participar do espírito da mesma Ordem.
E isto representa a renovação do propósito batismal de revestir-se de Cristo, com ajuda da Virgem Maria, que, acima de tudo nos quer conformados com Cristo, para louvor da Santíssima Trindade, até que sejamos admitidos
à pátria celeste apresentando a veste nupcial.

LEITURA DA PALAVRA DE DEUS

Um dos presentes ou o próprio celebrante proclama um texto da Sagrada Escritura.
Os que Vêm indicados a seguir fazem alguma referência especial ao Mistério da Salvação ou à devoção à Virgem Santa.
Pode-se escolher um dos seguintes:
a) Do Antigo Testamento: Pr 8, 17-21; Is 61, 10-11; 2Rs 2, 7-13; Br 5, 1-5; Ez 16, 8-14.

b) Do Novo Testamento: Mc 5, 25-34; Lc 2, 4-8; Rm 12, 1-2; Gl 4, 4-7; Ef 4, 17.20-24; Ef 6, 10-17.
O celebrante faz a homilia, explicando aos presentes o sentido da celebração.

PRECES

Reza-se a oração comunitária ou universal.
Propõem-se agora algumas intenções.
Pode-se escolher entre as mais apropriadas ou acrescentar outras que melhor se adaptem às circunstâncias.
Caríssimos irmãos.
Gozamos da proteção da Virgem Maria, Mãe de Deus. No seu seio Jesus, a Palavra de Deus, se revestiu da nossa natureza mortal, assumindo a nossa carne.

Peçamos ao Pai do Céu que possamos espelhar em nossa vida Jesus, nosso Irmão, pelo poder do Espírito Santo e rezemos:

T. Concedei-nos, Senhor, que sejamos revestidos de Jesus Cristo.

1) Pai Santo, revestistes o vosso Filho com a nossa natureza humana, para fazer-nos participantes da vossa vida divina;
-pela intercessão da Virgem Maria, discípula perfeita do Senhor, fazei que nós também sejamos revestidos da sua divindade.

2) Pai Santo, quisestes que vosso Filho fosse semelhante a nós em tudo, menos no pecado, para que seguindo os seus passos nos tornemos conformes à sua imagem;
-pela intercessão da Virgem Maria, concedei-nos imitar Jesus e ser aceitos por Vós em nossas ações.

3) Pai Santo, revestistes Maria com esplendor do sol e nela esmagastes a cabeça da serpente infernal;
-pela intercessão da Virgem Maria, concedei que sejamos capazes de superar as ciladas do maligno na nossa vida e no mundo onde vivemos.

4) Pai Santo, destes ao Vosso Filho uma carinhosa Mãe, que O enrolou em faixas;
-pela intercessão da Virgem Mãe, fazei com que amemos os pobres e marginalizados e com eles estejamos unidos na construção de um mundo mais justo e mais fraterno.

5) Pai Santo, que nos envolvestes no manto da justiça e da santidade;
-pela intercessão da Virgem Maria, santificai-nos em Cristo e fazei-nos seus generosos cooperadores na obra da salvação deste mundo.
6) Pai Santo, Vós nos abençoastes com toda sorte de bênçãos espirituais em Cristo;
-pela intercessão da Virgem Maria, concedei-nos que passemos felizes da morte para a vida eterna.

ORAÇÃO DA BENÇÃO

Com os braços abertos o ministro reza esta oração de benção.
Ó Deus, autor da santidade e seu aperfeiçoador, que chamais à plenitude da vida cristã e à perfeição do amor todos os que fizestes nascer da água e do Espírito Santo, olhai com benevolência todos estes que vieram receber devotamente o Escapulário do Carmo, que haverão de trazer consigo carinhosamente como sinal da sua consagração à Virgem Maria do Monte Carmelo.

Concedei-lhes que, deixando-se amar pela Virgem de ternura, se tornem conformes à imagem do Vosso Filho Jesus Cristo e, depois de terem terminado felizes a caminhada desta vida, possam entrar para alegria da Vossa casa.
Por Cristo, Nosso Senhor.
T. Amém.

IMPOSIÇÃO DO ESCAPULÁRIO

O ministro impõe agora o Escapulário àqueles que o pedirem e diz a cada um:
Recebe este Escapulário, ( por meio do qual você entra para a Confraria da Família da Santíssima Virgem Maria do Monte Carmelo ).
Confiante no amor atencioso de tão grande Mãe procure dedicar-se à sua imitação e intimidade.
Leve com você este símbolo como recordação da presença de Maria no seu compromisso quotidiano de no íntimo se revestir de Cristo Jesus e de o manifestar vivendo em você, para o bem da Igreja e toda a humanidade e para glória da Santíssima Trindade.
T. Amém.

Se necessário, pode o ministro dizer a fórmula da imposição uma só vez e em voz alta.
Todos, em seguida, respondem juntos:
Amém, e se aproximam para receberem o Escapulário.
Termina a imposição, o ministro dirige a todos estas palavras:

Ao receberem este Escapulário vocês foram acolhidos na Família do Carmelo, que de maneira especial está consagrada à imitação e ao serviço da Virgem Mãe de Deus, de modo que vocês possam viver por Cristo e pela sua Igreja com o mesmo espírito contemplativo e apostólico da Ordem de Nossa Senhora do Carmo.

E, para que vocês possam alcançar com perfeição este ideal, eu, pelas faculdades que me foram concedidas, os recebo à participação de todos os bens espirituais da Ordem do Carmo.

Faz-se a aspersão com água benta.
Após ter explicado brevemente e com clareza os compromissos e obrigações, que traz consigo a admissão à Família do Carmelo de forma institucional, o ministro conclui o rito com benção solene.

CONCLUSÃO DO RITO

O ministro estende as mãos sobre os fiéis e diz:
Deus Pai inunde-os com seu amor misericordioso, que nos foi dado por Jesus Cristo, Filho da Virgem Maria.
T. Amém.
Jesus Cristo os faça participantes do amor do Pai no ardente amor maternal da Virgem do Carmo, para que vocês se tornem construtores de todo o bem.
T. Amém.
O Espírito Santo, que lhes inspirou a se colocarem debaixo do manto de Maria, os faça seus apóstolos no caminho da justiça e da paz.
T. Amém.

E a benção de Deus Todo-Poderoso, Pai e Filho e Espírito Santo, desça sobre vós e permaneça para sempre.
T. Amém.



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Para ajudar, tenho colocado as orações do programa de rádio Momento de Fé, porém muitos estão se confundindo e achando que meu blog é do Padre Marcelo Rossi. Irmãs(os), este blog não é do Padre Marcelo Rossi, para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele : 1) Padre Marcelo Rossi 2) Facebook Padre Marcelo Rossi

Obrigada - Adriana/Devoção e Fé