Nossa Senhora dos Anjos - Dia do Perdão de Assis - Devoção e Fé - Blog Católico

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Nossa Senhora dos Anjos - Dia do Perdão de Assis


Nossa Senhora dos Anjos é patrona da Ordem dos Franciscanos. É no interior da basílica a ela dedicada que está a capela de Porciúncula, local especialmente caro a São Francisco de Assis e onde o santo veio a falecer. Seu biógrafo conta que Deus havia revelado a Francisco que Nossa Senhora tinha uma predileção especial pela capela.
A data de 02 de agosto para celebrar Nossa Senhora dos Anjos foi determinada por ter sido o dia em que São Francisco ali recebeu a indulgência do Dia do Perdão, que ano mais tarde veio a ser celebrado pela Igreja toda por decreto do Papa Pio XII.


Histórico:
A primeira ermida foi construída no fim do ano de 352, por quatro piedosos eremitas, vindos de Jerusalém. Tendo eles posto, nessa ermida, à veneração dos fiéis, uma relíquia do sepulcro da Santíssima Virgem, dedicaram-na a Maria, assunta ao céu, pelos Anjos, e daí se derivou o título - Santa Maria dos Anjos, ou, como nós dizemos, Nossa Senhora dos Anjos.
Cento e sessenta anos depois de construída, a referida ermida, achando-a São Bento abandonada e em ruína, a reconstrói, aumentando-a e embelezando-a, e por ser uma porçãozinha de herdade que ali tinham os beneditinos, foi chamada igreja da Porciúncula (piccola porzione).
São Francisco, que deu tanto lustro a Assis, freqüentou, quando criança, essa pequena igreja, e, vendo-a mais tarde novamente abandonada e decadente, pediu ao abade D. Tebaldo que lhe cedesse, no ano de 1208. Tendo sido satisfeito o seu pedido, restaurou-a com as próprias mãos, construindo depois, em sua vizinhança, uma cela, que preferiu a qualquer lugar, para estabelecer nela a sua morada. Depois de ter habitado nela, sozinho, durante dois anos, ouvindo, um dia, ao Evangelho da santa missa celebrada nessa capela, a recomendação de Cristo a seus discípulos – “que não levassem em suas viagens, nem dinheiro, nem alforge, nem bastão” - tomou essas palavras como norma de sua vida e como a primeira regra da Ordem dos Menores, que institui, para promover com mais eficácia a glória de Deus e a santificação das almas.
É célebre, portanto, a igrejinha da Porciúncula, por ter sido o berço da Ordem Franciscana; mas a causa principal do nome da aludida capela é a singular mercê que São Francisco alcançou - a indulgência da Porciúncula. A história da concessão dessa indulgência é a seguinte: estando São Francisco, uma noite em oração, abrasado no zelo da salvação das almas, conheceu, por uma luz superior, que Jesus e Maria estavam na Capela. Corre então para lá e, apenas entra, dá com os olhos em Jesus e Maria, no meio de uma grande multidão de anjos. A Mãe de Deus dirige-se logo a ele, animando-o a pedir alguma graça.
O seráfico Patriarca, que dava mais importância ao bem espiritual do que ao material, pede então uma indulgência plenária, isto é, a remissão de todos os pecados para aqueles que, arrependidos e confessados, visitassem aquela capela, dedicada à Rainha dos Anjos. Acedeu graciosamente o Senhor, e, mandando-lhe que a fosse pedir ao Papa, seu Vigário na terra e a visão desapareceu. Cheio de contentamento foi o Santo procurar o Papa, que era Honório III.
Admirou-se sobremaneira o Pontífice, ouvindo a narração da maravilhosa visão que tivera São Francisco; todavia, iluminado por Deus, prestou-lhe fé, e não obstante ser o pedido desacostumado e amplíssimo, concedeu a pedida indulgência, escolhendo o Pontífice o dia 2 de agosto para se fazer jus a tão singular privilégio. A bula da concessão foi expedida em 1223. Esta graça tem sido confirmada e ampliada por muitos sumos Pontífices a outros santuários da família franciscana. [1]
 
-----------------------------------------------------
Alcançarão a Indulgência Plenária:

* todas as pessoas que estando em "estado de graça" ou se confessarem, oito dias antes ou depois;
* participarem de uma Santa Missa numa Igreja nos dias mencionados e comungarem;
* rezarem um Credo, para afirmar a própria identidade cristã;
* um Pai Nosso para afirmar a própria dignidade de filhos de Deus recebida no Batismo;
* um Glória, suplicando ao Criador o benefício da indulgência,
* e rezarem também, um Pai Nosso, uma Ave Maria e um Glória, pelas intenções do Santo Padre o Papa.

As indulgências têm o poder de apagar as consequências dos pecados (penas temporais) que já foram perdoados pelo sacramento da confissão (que perdoa a culpa). A indulgência pode ser parcial, que redime parcialmente dessa pena, ou plenária, que apaga totalmente a pena temporal dos pecados.
Poderão utilizar a Indulgência em seu benefício próprio, ou em favor de pessoas falecidas, ou em benefício daquelas que necessitam de auxílio para a conversão do coração.
Por outro lado, a Indulgência é "toties quoties", quer dizer, poderá ser recebida tantas vezes quanto a pessoa desejar (em cada ano, participando de uma Santa Missa numa Igreja e comungando, poderá fazer visitas a outras Igrejas, apenas rezando as orações recomendadas, das 12 horas do dia 1º de Agosto até o entardecer do dia 2 de Agosto, que receberá em cada Igreja, a Indulgência Plenária).
Sem dúvida, é um precioso presente que São Francisco conseguiu do Senhor, em favor de todos os corações de boa vontade que amam a Deus. [2]

Oração a Nossa Senhora dos Anjos

Augusta Rainha dos Céus e Senhora dos Anjos
vós que desde o princípio recebestes de Deus
o poder e a missão de esmagar a cabeça de satanás,
humildemente vos rogamos que envieis as legiões celestes,
para que, às vossas ordens, persigam os infernais espíritos,
combatendo-os por toda parte, confundam a sua audácia
e os precipitem no abismo. Amém!
Nossa Senhora dos Anjos, rainha dos Frades Menores,
Rogai por nós que recorremos a vós. [3]
 

Para Saber Mais: Indulgências

Fontes:
-http://www.igreja-catolica.com/ [1]
-http://www.franciscanos.com.br [2]
-http://amaivos.uol.com.br (FERRAZ, Orlando. Maria, mãe de todos os homens. Títulos que honram Nossa Senhora. 3ª ed. 2005. Novo Rumo) [3]  



2 comentários :

  1. Prezada irmã em Cristo,

    Vivemos tempos complicados. A divulgação e defesa da nossa fé é urgente, e a internet é um meio excelente para isso! Durante muito tempo a Igreja Católica ficou passiva diante dos ataques de tantos inimigos que nos odeiam, mas finalmente estamos começando a reagir, esclarecendo às pessoas, instruindo o povo católico. Parabéns por esta iniciativa!

    Meu nome é Henrique Sebastião, sou redator de comunicação, designer e ilustrador. Atuo na Pastoral da Comunicação da Arquidiocese de São Paulo; sou articulista e editor de uma revista católica chamada Voz da Igreja, que também é um blog.

    Nestes dias de necessária união entre católicos, estou linkando o Devoção e Fé em meu blog, e venho humildemente pedir também a minha inclusão em vossa lista de links, caso considere conveniente:

    www.vozdaigreja.blogspot.com

    Abraço fraterno, e a Paz de Cristo!

    Henrique Sebastião

    ResponderExcluir
  2. Olá Adriana... Pude sentir tua alegriaao falar de sua iniciação Cristã...que lindo isso!! Eu preparei uma senhora de 82 anos para usa primeira comunhão... Isso pra te mostrar que não tem idade para completar a IC...
    Anuncie a todos esse Cristo que brilha em vc...
    Grande beijo!
    imaculada Cintra
    www.imaculadacintra.blogspot.com

    ResponderExcluir

Irmãos e irmãs de fé. Paz e Bem!
Nosso único mestre e senhor é Jesus Cristo, nossa mãe no céu a Santíssima Virgem Maria, por isso, comentários desrespeitosos e orações que não condizem com a Igreja Católica Apostólica Romana não serão publicadas.

Que Deus vos abençoe, que Nosso Senhor Jesus Cristo lhes conceda a graça da cura, da resolução dos problemas, a paz e tudo que seu coração aflito suplicar. Tenha Fé e persevere na Oração, pois o Tempo de Deus é diferente do nosso. Deixe o amor de Nosso Senhor tocar sua vida.
Que Nossa Santíssima Mãe vos cubra com o manto de amor e proteção. Amém.

Adriana dos Anjos - Devoção e Fé Blog

Avisos

Olá irmãs e irmãos de fé! Paz e Bem!

Para ajudar, tenho colocado as orações do programa de rádio Momento de Fé, porém muitos estão se confundindo e achando que meu blog é do Padre Marcelo Rossi. Irmãs(os), este blog não é do Padre Marcelo Rossi, para que sua mensagem chegue ao padre, você terá que acessar os sites dele : 1) Padre Marcelo Rossi 2) Facebook Padre Marcelo Rossi

Obrigada - Adriana/Devoção e Fé